Se você gosta de Ciências Biológicas, tem aptidão para cuidar das pessoas e adora estudar, é bem possível que esteja considerando prestar vestibular para a área da saúde. Os profissionais desse ramo são indispensáveis no cuidado de pacientes, desempenhando papéis fundamentais para a sua recuperação e uma melhor qualidade de vida. Já abordamos aqui no blog as graduações em Farmácia e em Psicologia, agora é a vez de apresentarmos como é o curso de Enfermagem.

Primeiramente, o enfermeiro é muito mais do que um auxiliar do médico. Esse profissional atua coordenando equipes de saúde, sendo o responsável pela organização das salas de cirurgia e o ponto focal no atendimento aos pacientes de alta complexidade. Neste post você irá conferir como é o dia a dia desse profissional, o perfil necessário para seguir essa carreira, como está o mercado de trabalho para os enfermeiros e as disciplinas e projetos de extensão que revelam como é o curso de Enfermagem.

Como é o curso de Enfermagem

Tire as suas dúvidas sobre o curso de Enfermagem e aproveite as perguntas e respostas a seguir para identificar se esse é o curso certo para você.

1. Qual a diferença entre enfermeiro, técnico de enfermagem e auxiliar de enfermagem?

Os pacientes e familiares em geral não conseguem diferenciar o trabalho dos auxiliares, dos técnicos de enfermagem e dos enfermeiros. Porém, cada um deles tem funções bem específicas ao trabalhar com pacientes que apresentam diferentes graus de complexidade.

Entenda melhor o trabalho desses profissionais:

– Auxiliar de enfermagem

Esse profissional forma-se em um curso de curta duração que tem, em média, um ano de duração. Com essa formação ele aprende aspectos relacionados ao bem-estar do paciente, como higiene, alimentação e conforto, sendo capaz de realizar procedimentos básicos, como dar vacinas, ministrar remédios e fazer curativos simples. Mesmo nessas atividades de baixo grau de complexidade, esse profissional precisa ser supervisionado por técnicos de enfermagem ou enfermeiros.

– Técnico de enfermagem

O técnico de enfermagem faz um curso técnico de aproximadamente dois anos para auxiliar no atendimento de pacientes de média e alta complexidade, seguindo orientações de enfermeiros e sendo responsável por atividades como organizar a medicação, coletar material para exames, esterilizar utensílios e preparar os pacientes antes das cirurgias.

– Enfermeiro

É ele quem presta assistência aos pacientes com alto grau de complexidade, coordenando ainda as atividades dos técnicos e auxiliares de enfermagem. O enfermeiro é formado em um curso de graduação em Enfermagem, formação com duração mínima de quatro anos. Muitas vezes, o enfermeiro também ocupa cargos administrativos nas clínicas, hospitais e unidades básicas de saúde (UBS).

2. O que um enfermeiro faz no dia a dia da sua função?

Enfermeiros podem atuar em diversos ambientes e ter diferentes funções.

Confira algumas das principais áreas de atuação desse profissional:

– Enfermagem geral

É como as pessoas normalmente lembram do trabalho do enfermeiro, com o profissional comandando equipes de auxiliares e técnicos de Enfermagem no atendimento aos pacientes.

– Enfermagem geriátrica

Atendendo a idosos em clínicas, hospitais, casas de repouso e em suas próprias residências.

– Saúde pública

Atua na orientação, no combate e na prevenção de doenças e faz o atendimento a pacientes em instituições públicas, como unidades básicas de saúde, escolas e creches. Nas unidades básicas de saúde ele pode ainda atuar na formação, na capacitação e na coordenação de agentes de saúde.

– Enfermagem de resgate

Quando atua com esse foco, o enfermeiro atende vítimas de desastres, como é o caso de desmoronamentos, incêndios e enchentes, participando ativamente da equipe de salvamento.

– Gestão da qualidade

Verifica se as normas de seu local de trabalho estão sendo cumpridas, averiguando também se os atendimentos estão sendo bem feitos.

– Pesquisa

Seguindo a área acadêmica, o enfermeiro pode focar a sua carreira em pesquisa, realizando testes de novos medicamentos ou de novas formas de tratamento, por exemplo.

– Centro cirúrgico

Prepara o paciente que passará por uma intervenção cirúrgica, explicando como será a operação, fazendo sua higiene e cuidando da sua alimentação. Também registra no prontuário tudo o que foi feito e os sinais demonstrados pelo paciente em cada etapa. O enfermeiro ainda testa os equipamentos da sala de cirurgia, faz a limpeza e a organização deles e auxilia o médico durante o procedimento cirúrgico.

3. Como está o mercado de trabalho na área de Enfermagem?

Uma vez que o leque de oportunidades para enfermeiros é muito amplo, dificilmente esses profissionais ficam desempregados. Porém, para conquistar as melhores vagas do mercado de trabalho, é preciso se capacitar.

Algumas maneiras de um enfermeiro conseguir se diferenciar nessa carreira é procurando por uma residência em Enfermagem, fazendo uma pós-graduação na área ou mesmo investindo o seu tempo em cursos livres. Ou seja, em outras palavras, indo além do que ele aprendeu na faculdade.

Por ser uma profissão da área da saúde, é recomendado que o profissional que procurou essa carreira foque em atualização constantemente. Isso porque os tratamentos, os medicamentos e até as indicações de como lidar com os pacientes mudam com frequência e de acordo com a evolução das pesquisas na área.

As instituições privadas são as que mais contratam pessoas formadas em Enfermagem. Esses profissionais normalmente começam como assistentes para depois chegarem ao cargo de enfermeiro. Algumas das áreas que têm demandado um alto número de enfermeiros são a dermatologia, a pediatria, a oncologia e a geriatria.

Já quem quer focar a carreira na área da saúde pública terá mais oportunidades em municípios menores, que costumam ter carência de profissionais da saúde e, por isso, pagam salários melhores.

Segundo o Guia de Profissões e Salários da Catho, o salário de um enfermeiro pode variar entre R$ 1,4 mil e R$ 4,4 mil. O salário médio desse profissional no Brasil, segundo o mesmo levantamento de dados, é de R$ 2,7 mil.

4. Como deve ser o perfil de quem quer atuar nesse ramo?

Antes de você saber mais sobre como é o curso de Enfermagem e considerar seguir essa carreira, será bastante importante avaliar se você tem o perfil necessário para essa profissão.

Lembre-se de que o enfermeiro é demandado o tempo todo pelos pacientes e, além disso, cuida da higiene das pessoas. Por isso, além de gostar de cuidar dos outros, ser calmo e resiliente, o profissional dessa área não pode sentir nojo com facilidade.

Como em todas as profissões da área da saúde, o enfermeiro também precisa saber trabalhar em equipe. Entre outros profissionais, ele poderá trabalhar com auxiliares, técnicos, outros enfermeiros, médicos, psicólogos, fisioterapeutas, farmacêuticos, etc.

Em muitos casos, como ocorre na maioria das unidades básicas de saúde, é o enfermeiro quem coordena todos esses profissionais. Nessas ocasiões, ele deve demonstrar capacidade de organização e de resolver problemas.

Esses profissionais também trabalham em esquemas de plantão, muitas vezes ficando mais de 24 horas sem dormir. Então é importante que o enfermeiro consiga manter a atenção mesmo em longos períodos sem descansar, já que ele irá cuidar da medicação dos pacientes e preparar as salas de cirurgia, por exemplo.

Outra característica indispensável é gostar de estudar. Como já foi mencionado, o enfermeiro precisa atualizar-se constantemente para que ele consiga conhecer as melhores e mais novas técnicas do mercado, assim como novos remédios e diferentes formas de tratamento.

5. Como é o curso de Enfermagem em relação à sua grade curricular?

Se você se identificou com o perfil necessário para ser um enfermeiro, é hora de saber como é o curso de Enfermagem. A grade curricular dessa graduação contempla, entre outras disciplinas, as seguintes:

  • Anatomia Sistêmica;
  • Biologia Celular;
  • Genética;
  • Fisiologia Humana;
  • Imunologia Básica;
  • Histologia e Embriologia;
  • Microbiologia;
  • Anatomia Clínica;
  • Enfermagem em Saúde da Família;
  • Fundamentos da Epidemiologia;
  • Sistematização do Cuidar;
  • Biofísica;
  • Farmacologia para Enfermagem;
  • Patologia em Enfermagem;
  • Fundamentos de Estatística;
  • Ensino Clínico em Saúde do Adulto Idoso;
  • Parasitologia Básica em Enfermagem;
  • Ensino Clínico em Saúde da Criança e do Adolescente;
  • Ensino Clínico em Saúde da Mulher;
  • Nutrição;
  • Saúde do Trabalhador;
  • Ensino Clínico em Alta Complexidade;
  • Administração e Gerência em Enfermagem;
  • Organização e Políticas de Saúde.

6. Quais os projetos de extensão dessa graduação?

A graduação em Enfermagem pode contar com atividades de extensão tanto na área hospitalar quanto na atenção primária à saúde, como é o caso das unidades básicas de saúde. É muito importante considerar os projetos de extensão para entender como é o curso de Enfermagem, uma vez que esses projetos são a ponte que a faculdade propicia entre a teoria e a prática.

Uma das iniciativas mais realizadas nessa vertente de projetos de extensão é a que envolve a promoção de atividades de educação popular, muito importantes em instituições como escolas e creches e em comunidades em situação de vulnerabilidade social.

Alguns outros projetos que podem ser realizados pelos acadêmicos de Enfermagem envolvem a coordenação de grupos de idosos, a conscientização sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), a capacitação de cuidadores de idosos e os debates sobre dependência química e transtornos mentais.

7. Como entrar na faculdade de Enfermagem?

Agora que você já sabe como é o curso de Enfermagem, pode se preparar melhor para ingressar nele. A Estácio tem duas formas de processo seletivo: o Vestibular Estácio e a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Além disso, a instituição de ensino conta com parcelamento facilitado,o PAR, com juro zero e sem necessidade de fiador, bem como oportunidades de bolsas de estudo. Procure a unidade mais próxima de sua casa e verifique as opções disponíveis. Você também pode aproveitar a ocasião para conferir de perto como é o curso de Enfermagem, conhecendo toda a infraestrutura oferecida pela faculdade.

Gostou deste post? Identificou-se com a área ao saber mais sobre como é o curso de Enfermagem? Então fique de olho em nosso blog e não perca as informações sobre processos seletivos e mercado de trabalho. Por aqui, você também poderá conferir dicas de estudos e de como aumentar a produtividade na sua rotina na faculdade. Esperamos você no próximo conteúdo! Até lá!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui