6 dicas para estudar em casa e fazer a sua graduação no seu tempo livre

Atualmente há pouca diferença prática entre fazer sua graduação ou pós-graduação presencialmente ou a distância. Não existe essa distinção no diploma, por exemplo, e o empregador levará muito mais em conta experiências anteriores e projetos que você participou do que a modalidade do seu curso. Embora o conteúdo seja o mesmo, estudar em casa tem seus próprios desafios e o maior deles é a disciplina. Sem um horário fixo para assistir às aulas e um professor para cobrar a presença, o estudante é quem irá determinar a sua rotina de estudos.

Sendo assim, confira abaixo algumas dicas para tornar a experiência de estudar em casa mais produtiva:

Como posso fazer para melhorar minha concentração e produtividade ao estudar em casa?

Separe um ambiente para estudar

Estudar sempre no mesmo lugar é importante para a concentração. Quando o seu cérebro entende que você está naquele lugar para dedicar-se aos estudos, irá se preparar para isso. É importante que esse ambiente seja bem iluminado e silencioso, além de longe de distrações como a sua cama ou televisão. Quando você faz a sua faculdade em casa, também é necessário ter um local confortável para os estudos, com uma boa cadeira e uma mesa na altura correta, para preservar a sua saúde.

Tenha uma rotina de estudos

É possível que você tenha optado por um curso a distância justamente por não ter horários fixos disponíveis. Porém, se você conseguir manter uma rotina de estudos pelo menos durante alguns dias da semana, terá mais produtividade. Tente separar horários vagos na sua agenda pode até ser no intervalo para o almoço, se ele for longo o suficiente para sobrar tempo depois de comer para assistir às aulas e fazer os exercícios. Além de ser importante para a concentração, ao estudar dessa forma a matéria não se acumula e você pode tirar suas dúvidas com calma até a semana de avaliações.

Tenha metas diárias

Estudar em casa conta com o desafio de não ter um tutor guiando o que você deve estudar e cobrando as atividades feitas todos os dias. Por isso, é fundamental ter disciplina e uma das melhores maneiras para isso é estipular metas diárias de estudos. Ter objetivos a cumprir é uma forma eficiente de ter o controle do quanto você está conseguindo ser produtivo. Para ajudá-lo nessa missão, aproveite ferramentas como a agenda do Google e plataformas de gestão de tarefas como o Trello e o Asana.

Pare para descansar

Assim como em toda faculdade, estudar em casa também demanda esforço – e mais organização do que um curso presencial. Porém, não adianta querer aprender toda a matéria e fazer todos os exercícios em muito pouco tempo, uma vez que o seu cérebro precisa descansar. Mesmo se você tiver poucos dias na semana disponíveis para se dedicar aos estudos, não tente compensar todo o tempo perdido em algumas horas. Ninguém consegue ficar concentrado o tempo todo, por isso, monte um planejamento contemplando momentos para descansar e se alimentar.

Participe de grupos de discussão

Uma das desvantagens de estudar em casa é não ter contato direto com seus colegas e professores. Trocar ideias e discutir matérias é uma das formas mais eficientes de aprender, então aproveite os fóruns de discussão das disciplinas de educação a distância. Nele, normalmente o professor guia o que deve ser debatido e você pode deixar sua resposta, além de comentar nas dos colegas.  

Silencie as redes sociais nos momentos de estudo

É quase impossível se concentrar nos estudos quando você está recebendo notificações do Facebook, Twitter ou WhatsApp. Nas salas de aula presenciais, há um controle maior sobre isso, pois os professores se incomodam quando o aluno passa muito tempo no smartphone e não presta atenção no conteúdo. No entanto, em casa você mesmo deve fazer esse controle, deixando o celular longe ou no modo silencioso enquanto está assistindo às aulas ou fazendo as atividades.

Ainda está em dúvida se a educação a distância é a melhor opção para você? Então acompanhe o nosso blog e fique informado sobre modalidades de ensino, cursos de graduação e mercado de trabalho. Até o próximo conteúdo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *