Projetos de extensão: como escolher a melhor opção para você

Hoje, ter uma formação superior não é mais um diferencial. A cada ano, aumenta o número de pessoas que se formam na faculdade, seja graças à abertura de novos câmpus, à oferta de bolsas de estudo ou às opções de parcelamento das mensalidades dos cursos. Além de propiciar que uma parcela maior da população tenha acesso a um diploma universitário, isso fez com que as pessoas percebessem que aqueles quatro anos, em média, de um curso de graduação não bastam mais. Agora, é cada vez mais necessário buscar atualização constante e conhecimento além das aulas da universidade.

Se você quer se destacar no mercado de trabalho na sua área de atuação, será preciso fazer mais do que passar nas disciplinas e conquistar o canudo da graduação. Em primeiro lugar, será fundamental investir na sua carreira desde cedo. Nesse sentido, uma das opções que você tem durante a graduação para ampliar os seus horizontes é dedicar parte do seu tempo para projetos de extensão. Confira, a seguir, as principais dúvidas sobre esse tema.

Projetos de extensão: como se caracterizam e como podem melhorar o seu currículo

Trouxemos algumas perguntas e respostas que poderão ajudá-lo a entender melhor como são os projetos de extensão e como você pode aproveitar essas iniciativas para diferenciar-se no mercado de trabalho.

1. Como os projetos de extensão funcionam?

Os projetos de extensão universitária ou extensão acadêmica são ações das instituições de ensino superior que possibilitam um aprendizado prático aos estudantes na mesma medida que estimulam as trocas com a comunidade externa ao oferecer algum tipo de serviço a ela.

Eles existem por conta do entendimento de que o conhecimento produzido em uma faculdade e nas pesquisas atreladas a ela deve ser transformados e inseridos na realidade social, não ficando limitado apenas à formação dos acadêmicos.

2. Quais as vantagens de participar de projetos de extensão?

Os projetos de extensão fazem toda a diferença para que o acadêmico aprenda na prática aquilo que foi visto em sala de aula. Por isso, apesar de serem importantes para as instituições de ensino, esses projetos são ainda mais valiosos para os alunos. Afinal, quem participa de projetos de extensão terá uma vivência prática em sua área antes de terminar a graduação e ainda poderá incorporar isso ao seu currículo – um diferencial em relação aos outros estudantes do mesmo curso.

Outra vantagem de participar de projetos de extensão é identificar em qual segmento você irá trabalhar depois de formado. De quanto mais projetos você participar, mais informações sobre as diferentes áreas de atuação você terá e poderá, consequentemente, fazer uma escolha mais assertiva para a sua carreira.

Então, anota aí essa dica: tente participar de todas as iniciativas que o seu curso oferece, em diferentes posições. Por exemplo, se você cursa Administração, passe um tempo cuidando das Finanças da empresa júnior, outro período gerenciando o Marketing e, até o fim da sua formação, procure ainda envolver-se com projetos de empreendedorismo. Dessa forma você terá um currículo realmente diferenciado a partir dos projetos de extensão nos quais você se envolveu durante a sua formação.

3. Quais cursos costumam oferecer projetos de extensão?

Os projetos de extensão variam de acordo com os cursos e as instituições de ensino. As faculdades na área da saúde costumam oferecer extensão universitária, com destaque para as graduações de Odontologia, Fisioterapia e Psicologia, que costumam disponibilizar consultas gratuitas supervisionadas por professores à população.

Os cursos da área de comunicação, como Jornalismo, Design Gráfico e Publicidade e Propaganda também costumam contar com iniciativas de extensão. Entre outros exemplos, podemos citar os jornais laboratórios e as empresas juniores – que também têm a participação dos acadêmicos de Administração. A graduação em Direito é outra que geralmente presta atendimento à comunidade externa com consultorias e escritórios-modelo de advocacia.

4. É melhor participar de um projeto de extensão ou conseguir um estágio?

Importante você saber que é comum que os projetos de extensão se tornem portas de entrada para oportunidades de estágio. Dificilmente as empresas contratam estagiários que não tenham experiência prática nas suas áreas. Por isso, é importante já contar com iniciativas de extensão no currículo. Isso vai mostrar que você tem vivência naquela área e sabe como trabalhar com os conhecimentos que aprendeu em sala de aula.

Então, o ideal não é escolher um ou outro, cursos de extensão ou estágio, mas sim encarar a extensão universitária como uma forma de ingressar no mercado de trabalho. Além disso, nos semestres mais tranquilos da faculdade, será possível conciliar as duas atividades.

5. Como saber qual dos projetos de extensão combina mais com o meu perfil?

Testando. Essa é a única maneira de saber quais projetos de extensão tem fit com o seu perfil. Encare isso como uma oportunidade de aprender coisas novas, conhecer pessoas de outros períodos e cursos e de se preparar para a rotina da sua vida profissional.

Além de ampliar os seus conhecimentos, participar de projetos de extensão faz com que você tenha a recompensa de estar entregando um valor para a comunidade. Mais que isso: sendo projetos de extensão específicos do seu curso, que foi o que você escolheu estudar, dificilmente você não gostará das atividades que serão desenvolvidas.

6. Como criar um projeto de extensão?

Se não há projetos de extensão no seu curso ou você não se interessa pelos que já existem, você mesmo pode levantar uma iniciativa dentro da sua instituição de ensino. Para isso, você deve propor a criação de um grupo de trabalho a um professor e para colegas que possam ter interesse na atividade.

Depois de organizar e apresentar a sua ideia, ela provavelmente precisará ser aprovada pelo conselho da faculdade. Liste tudo o que você precisará para o projeto, desde ambientes físicos até quantas pessoas serão necessárias, e detalhe ao máximo as ações que serão desempenhadas. Dessa forma será mais viável conseguir a aprovação do conselho.

Além de participar de projetos de extensão, existem várias outras formas de melhorar o seu currículo e aproveitar ao máximo a faculdade para ampliar os seus conhecimentos e ganhar experiência. Fique de olho em nosso blog e saiba mais sobre cursos de graduação, mercado de trabalho, estágios e bolsas de estudo. Até o próximo post!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *