Você já pensou em fazer intercâmbio em Portugal? Universidades de qualidade, lugares cheios de história, idioma comum, clima agradável – são muitos os motivos que atraem estudantes brasileiros ao país europeu a cada novo ano letivo.

Se você está pensando em fazer as malas para estudar em Portugal, trouxemos neste post algumas dicas de como conseguir uma vaga e aproveitar essa experiência ao máximo. Confira, a seguir, como você poderá entrar em um programa de intercâmbio em Portugal e expandir as suas fronteiras de conhecimento.

Comece refletindo sobre os seus objetivos com um intercâmbio em Portugal

Apesar das características comuns entre Brasil e Portugal, viver em outro país é sempre uma grande mudança. Por isso, antes de colocar a mão na massa e buscar uma vaga de intercâmbio em Portugal, vale refletir sobre os seus objetivos com essa experiência.

Para começar, você deve responder a várias perguntas. Por exemplo: será que esse é o momento certo para você fazer essa viagem? Qual a melhor universidade para você fazer um upgrade no seu currículo? E Portugal, será que é o país ideal?

Portugal é conhecida por ter universidades tradicionais e renomadas, o que pode agregar bastante valor ao seu currículo. Se, por outro lado, um dos seus objetivos é o de adquirir fluência em outro idioma, talvez a escolha de outro país seja uma opção melhor.

Conheça as opções de intercâmbio para Portugal

Você refletiu sobre as perguntas acima e decidiu que o intercâmbio em Portugal trará o conhecimento que você precisa. Depois de tomar essa decisão, na hora de se candidatar a uma vaga de intercâmbio, um bom caminho é aproveitar as oportunidades que a sua universidade oferece.

Quem não está na graduação e tem interesse em um intercâmbio pode, inclusive, pesquisar antes do vestibular as parcerias firmadas com cada instituição. Essas parcerias são chamadas de convênios acadêmicos.

Os alunos da Estácio, por exemplo, contam com a Assessoria de Cooperação Internacional, a qual facilita o acesso dos estudantes ao intercâmbio e tem parcerias com universidades portuguesas.

É importante também que o perfil do estudante esteja alinhado com as oportunidades oferecidas pelas instituições em Portugal. Ao candidatar-se, é possível escolher as disciplinas do seu interesse. As universidades também podem oferecer matérias complementares, como inglês e espanhol. Fique atento a essas oportunidades para, quem sabe, realizar o seu desejo de ampliar o seu conhecimento e fluência em outros idiomas.

É possível ainda candidatar-se para uma graduação completa em Portugal ou, para quem já é formado, buscar por um mestrado, especialização ou MBA.

Os custos de fazer um intercâmbio em Portugal

Ao buscar um intercâmbio em Portugal, será importante verificar se existe a possibilidade de conseguir uma bolsa que cubra os custos de forma completa ou parcial. Essa é uma questão muito importante, uma vez que as universidades portuguesas são pagas.

Depois de saber se você poderá conseguir uma bolsa para ajudá-lo com o seu custeio, será possível calcular os custos de viver na cidade em que fica a universidade escolhida. Cidades maiores, como Lisboa e Porto, são mais caras por serem polos turísticos. Por isso, vale levar em conta a localização também na hora de escolher pela sua universidade.

No que diz respeito à moradia – que será um dos seus principais custos em Portugal –, você poderá optar tanto por apartamentos e casas próximos da universidade, economizando com o transporte, quanto por repúblicas ligadas à instituição, as quais costumam ser mais baratas. A alimentação em Portugal também costuma ter um preço acessível.

Como funciona o visto de estudante para Portugal

Para permanecer em Portugal, será necessário que você consiga um visto de estudante. Ele pode ser solicitado ao consulado português, em um processo que exige carta de aceitação emitida pela universidade portuguesa ou o comprovante de inscrição no curso que você vai fazer em Portugal.

Também é preciso assinar uma declaração, informando o curso pretendido, o nome da instituição e a data de início e de final. Outra exigência é que você comprove meios de subsistência no país, seja por bolsa de estudos, termo de responsabilidade de um familiar ou declaração de imposto de renda.

É necessário, ainda, que o aluno comprove que possui local para ficar, seja com uma declaração de residência universitária, carta-convite de um residente legal no país ou comprovante de estadia em hotel por até uma semana enquanto procura moradia fixa.

Outros documentos necessários para o visto incluem seguro de viagem, atestado de antecedentes criminais, comprovante de pagamento do curso e cópias de documentos, como o passaporte.

Possibilidade de trabalhar em Portugal durante o intercâmbio

Trabalhar durante o intercâmbio é uma boa maneira de fazer um dinheiro extra enquanto você está estudando. No entanto, não é tão simples assim conseguir conciliar trabalho e estudos durante a fase de intercâmbio em Portugal. A princípio, alunos estrangeiros não podem trabalhar em Portugal, mas há a possibilidade de fazer um pedido ao Serviços de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), que poderá aceitar ou não a sua requisição.

Esse é um processo burocrático, que inclui carta do empregador constando as funções exercidas, horários e outros detalhes sobre a ocupação. Também há trabalhos temporários em cafés, restaurantes, hotéis e estabelecimentos do tipo, especialmente nas regiões turísticas. Esse tipo de ocupação costuma exigir pelo menos o domínio de uma segunda língua – geralmente o inglês.

Existe também a opção de buscar trabalhos remotos em outros países, como o próprio Brasil. A vantagem desse tipo de trabalho é que ele pode ser feito sem a necessidade de solicitar visto ou documentação específica.

Indo além do intercâmbio em Portugal

Depois de buscar informações sobre programas de intercâmbio em Portugal, fazer a sua inscrição em um deles, ser aceito e conseguir o seu visto, é hora de aproveitar! Além do curso em que se inscreveu para o intercâmbio, não deixe de lado as outras oportunidades que o país oferece.

Portugal possui lugares para todos os gostos, como praias, museus e castelos. Como a extensão territorial do país é pequena, não é preciso ir muito longe para ter acesso a atrações diversas.

Já se você tem interesse em viajar para países vizinhos, Portugal é uma ótima pedida. O país ibérico está próximo de outros destinos europeus e há opções baratas para percorrer o continente a partir de lá.

Aproveite a estadia no país para conhecer um pouco da rica história portuguesa. Sem dúvida, você vai voltar com muitas lembranças boas na bagagem!

Se você procura outras informações sobre intercâmbio e bolsas de estudo, continue navegando pelo nosso blog e fique por dentro de tudo. Bons estudos!

 

1 COMENTÁRIO

  1. Nossa eu sempre amei Portugal, meu sonho é ir pra lá e agora que estou pronto pra fazer faculdade estou decidindo se irei pra lá fazer intercâmbio, seria perfeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui