Há muitos questionamentos sobre o curso de Biomedicina: salário, onde trabalhar e que perfil deve ter quem optar por essa graduação são alguns deles. Isso porque pouca gente conhece os biomédicos, já que eles são os profissionais da saúde que atuam nos bastidores.

Apesar de normalmente não terem contato direto com os pacientes, os biomédicos são fundamentais nos diagnósticos e nos tratamentos médicos, sendo responsáveis pelas análises laboratoriais e por produzir vacinas e outros componentes fundamentais aos tratamentos. Neste post, tentamos responder algumas das principais perguntas acerca da Biomedicina. Confira abaixo e analise se essa é a melhor carreira para você!

CONHEÇA O CURSO DE BIOMEDICINA DA ESTÁCIO

Como é ser um profissional da Biomedicina

Sendo uma das carreiras em alta do mercado, a Biomedicina está entre as profissões que apresentam ótimas perspectivas de carreira e de salário para os profissionais formados e qualificados na área. Se você se interessa por essa profissão, tire algumas das suas dúvidas abaixo.

1. Mas, afinal, o que faz alguém formado em Biomedicina?

A Biomedicina é um curso voltado à pesquisa, ou seja, direcionado para quem deseja buscar causas e tratamentos de doenças humanas. Dessa maneira, quem se forma nessa faculdade é capaz de identificar, classificar e estudar os microrganismos causadores de patologias, conseguindo, a partir desse conhecimento, agir para combatê-las.

Quem busca o curso de Biomedicina deve trabalhar em equipe. Isso porque, normalmente, o trabalho de procurar soluções para doenças passa pela integração dos conhecimentos de médicos, biólogos, farmacêuticos e bioquímicos.

No dia a dia, o biomédico é quem coleta e analisa as amostras de materiais biológicos ou ambientais. Por ter essa especialidade, esse profissional pode atuar em laboratórios, hospitais, clínicas e órgãos públicos da área da saúde.

Confira algumas outras funções que podem ser desempenhadas pelo biomédico:

  • Selecionar equipamentos e insumos necessários para análises com melhor qualidade;
  • Fazer a emissão e a liberação de laudos;
  • Atuar em bancos de sangue e de células-tronco;
  • Operar equipamentos de radioterapia e de diagnóstico por imagem, como ressonância magnética e tomografia computadorizada;
  • Produzir vacinas, biofármacos e reagentes;
  • Realizar reprodução assistida;
  • Desenvolver pesquisas técnico-científicas;
  • Prestar assessoria e consultoria técnico-científica.

2. Biomedicina: salário da profissão

É muito variável a remuneração em Biomedicina, dependendo do cargo, tempo de experiência e região onde o profissional atua.

De acordo com o Site Nacional de Empregos (Sine), o cenário para o profissional formado nessa área é o seguinte:

  • O melhor cenário está nas grandes companhias. Nelas, um profissional trainee ganha, em média, R$ 2,1 mil. Um biomédico da categoria júnior recebe R$ 2,6 mil; um funcionário pleno, R$ 3,3 mil; um biomédico sênior, R$ 4,1 mil; um master, R$ 5,1 mil.
  • Nas empresas de médio porte o trainee tem uma remuneração média de R$ 1,6 mil; o júnior recebe R$ 2 mil; o pleno, R$ 2,5 mil; o sênior, R$ 3,1 mil; o master, R$ 3,9 mil.
  • Nas pequenas empresas, os salários giram em torno de R$ 1,2 mil para biomédicos trainee; R$ 1,5 mil para profissionais júnior; R$ 1,9 mil para plenos e cerca de R$ 3 mil para o colaborador master.

3. Qual perfil deve ter alguém que quer cursar Biomedicina?

Aos que querem seguir carreira na Biomedicina: salário é apenas um dos aspectos que devem ser levados em consideração no momento da escolha do curso. Além da questão salarial, será fundamental ter aptidão com a área das Ciências Biológicas, que é a base da maior parte das disciplinas que compõem essa graduação.

Além disso, saber e gostar de trabalhar em equipe é importante, porque, como já citamos aqui anteriormente, os biomédicos trabalham em equipes multidisciplinares compostas por outros profissionais da saúde.

Os profissionais da biomedicina que pretendem trabalhar em hospitais não podem ser muito apegados à rotina pois, provavelmente, precisarão fazer plantões e trabalharão em horários alternativos. Outras características desejáveis para os estudantes desse curso é que eles sejam metódicos e fluentes em inglês, dois atributos relevantes para trabalhar com pesquisa na área médica.

Conheça algumas disciplinas da grade curricular do curso de Biomedicina

Antes de optar pela carreira na biomedicina, será importante conhecer mais sobre os conteúdos que fazem parte desse curso, afinal, serão pelo menos quatro anos da sua vida dedicados a ele.

Comece então verificando algumas das disciplinas ministradas no curso de Biomedicina da Estácio:

  • Biologia Celular;
  • Biossegurança;
  • Matemática Aplicada à Biologia;
  • Química Geral e Físico-Química;
  • Anatomia Humana;
  • Bioestatística;
  • Bioética e Deontologia Biomédica;
  • Anatomia Médica;
  • Ecologia e Evolução;
  • Química Orgânica;
  • Fisiologia;
  • Histologia e Embriologia;
  • Genética, Fundamentos de Parasitologia;
  • Fundamentos de Saúde Pública;
  • Fundamentos de Bioquímica;
  • Microbiologia Geral;
  • Epidemiologia;
  • Farmacologia;
  • Imunologia;
  • Bacteriologia;
  • Micologia;
  • Virologia.

E aí, se identificou com a faculdade de Biomedicina? Se ainda estiver em dúvida, veja em nosso blog outros conteúdos sobre cursos de graduação como o de Biomedicina – salários, perfil, disciplina e mercado de trabalho são alguns dos tópicos abordados.

Temos ainda conteúdos para ajudá-lo a conciliar estudos e trabalho e ter uma boa produtividade durante essa fase de aprimoramento na sua vida. Esperamos a sua leitura nos próximos materiais. Até!

 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui