Festa todo dia? Saiba o que faz um profissional com graduação em Eventos

Se você é uma pessoa organizada, que gosta de trabalhar em equipe, é ágil, sabe lidar com pressão e imprevistos, saiba que você pode seguir carreira em eventos. A Estácio de Sá oferece o curso de graduação em eventos que tem duração de dois anos e meio no modo presencial.

Trabalhar com eventos pode ser divertido e desafiador. É uma profissão que alia responsabilidade e organização, mas a sensação de dever cumprido no fim de um evento faz valer a correria da pré-produção.

O mercado de trabalho é amplo, afinal festas, congressos e eventos acontecem o tempo todo. Seja para organizar uma palestra, seja para atuar em grandes eventos, o que torna a profissão ainda mais atrativa é a alta lucratividade que um projeto pode alcançar.

Para entender melhor sobre a profissão e esclarecer dúvidas sobre o curso, vamos mostrar como seguir carreira em eventos pode ser um sucesso.

CONHEÇA O CURSO DE GRADUAÇÃO EM EVENTOS DA ESTÁCIO DE SÁ

O trabalho de produção em eventos

A atividade de eventos tem crescido bastante a cada ano. São diversos setores que investem em eventos com o objetivo de aumentar sua cartela de clientes, levar informação a um público específico sem deixar de dar vazão e visibilidade para a empresa.

O trabalho de produção em eventos difere de acordo com o tipo de evento a ser realizado. A área de eventos engloba congressos, seminários, convenções, exposições, palestras, feiras, fóruns e lançamentos. Com uma boa divulgação, o evento pode ganhar espaço na mídia e ter mais chances de ser um sucesso.

Os relacionamentos empresariais que um evento pode proporcionar podem trazer bons resultados e parcerias para a marca. Por isso empresas têm investido cada vez mais na área de Marketing e Comunicação.

Com o crescimento no número de eventos no Brasil, clientes e fornecedores estão mais exigentes. Por conseguinte o profissional da área precisa ser inovador e criativo na hora de montar um evento. O produtor precisa colocar em prática ações diferenciadas e interativas para que o engajamento e o relacionamento sejam satisfatórios.

Ao produzir um evento, o profissional necessita de planejamento, implementação e mensuração de resultados, além de ter uma boa rede de fornecedores e espírito de liderança. Também é preciso ser capaz de gerenciar todas as etapas de produção de um evento.

Etapas para organizar um evento

Pré-evento

A etapa de pré-evento é a mais importante para que tudo saia conforme o planejado. Elaborar um bom plano utilizando metodologias adequadas ao tipo de solenidade e manter um processo de desenvolvimento linear são métodos essenciais para o sucesso de um evento.

Ao planejar um evento é interessante ter em mente as experiências e memórias que você quer criar ao público. Nessa fase é importante fazer uma previsão de público e de orçamento para que nada falte no dia do evento e as pessoas possam ter uma experiência satisfatória.

Alinhar todas as demandas com clientes e fornecedores também é de suma importância. Mesmo assim, esteja preparado para imprevistos. Nessas horas é necessário manter a calma para solucionar todo e qualquer problema.

Finalmente, faça uma checklist minuciosa. Apesar de cada integrante da equipe de produção ter uma demanda, é importante checar se todos os detalhes estão alinhados. Para evitar mais stress no dia do evento, faça uma lista com pontos críticos e perceba se cada um deles está sendo bem supervisionado pelos membros da equipe.

Durante o evento

No dia do evento faça uma rechecagem de todos os detalhes do evento e reúna-se com todos da equipe para passar as últimas orientações. É importante que cada integrante saiba sua função no dia do evento para que ninguém fique perdido ou o acione a todo momento em qualquer situação.

Caminhe pelo espaço do evento antes de as portas se abrirem. Veja com os olhos do público. Precisa de mais placas? Pode chover? É interessante colocar-se na pele do convidado para resolver os últimos detalhes.

Entretanto, como já dissemos anteriormente, imprevistos acontecem e você precisa estar preparado para isso. Além de ter uma equipe boa, cada um com sua função, o coordenador precisa saber gerenciar essas crises de forma rápida, sem que o público perceba.

Pós-evento

Não ache que após o encerramento do evento o trabalho acaba. Essa é a parte mais burocrática das etapas de produção de um evento. É quando há o fechamento da parte financeira, fiscal e a entrega de relatórios para os clientes.

É o momento de juntar notas fiscais, gastos da verba, desenvolver uma apresentação sobre o evento e se reunir com o cliente para passar todos os detalhes.

A reunião final é importante para definir o que foi sucesso e o que se tornou um problema durante o evento. É um momento de o cliente dar opiniões e ambas as partes chegarem a uma conclusão satisfatória. A possibilidade de a equipe de evento ser contratada de novo pelo mesmo cliente depende de todas as etapas e também dessa última reunião.

Agora que você já sabe como funciona um evento, vamos às informações sobre o curso de graduação em eventos e como seguir carreira nessa área.

Curso de graduação em Eventos

O curso de graduação em eventos oferecido pela Estácio de Sá é tecnólogo. O objetivo é formar profissionais aptos a atuar em todos os aspectos da organização e coordenação de eventos, ou seja, na gestão do evento.

Durante o curso, o estudante aprende sobre controle de orçamento, elaboração de projetos, captação de recursos, segurança, cerimonial, entre outros.

Confira a grade curricular da graduação em Eventos da Estácio de Sá:

  • Comunicação empresarial
  • Controle financeiro para eventos
  • Etiquete, cerimonial e protocolo
  • Eventos de esporte e lazer
  • Planejamento de carreira e sucesso profissional
  • Criação de peças promocionais
  • Elaboração de projetos para eventos
  • Logística de montagem para eventos
  • Mercado cultural, formato de captação e parceria
  • Mídias para eventos
  • Captação de recursos para eventos
  • Design de entretenimento e inovação
  • Design de serviços
  • Design thinking
  • Eventos musicais
  • Legislação para eventos
  • Segurança para eventos
  • Alimentos e bebidas para eventos
  • Design e organização de eventos
  • Eventos corporativos
  • Eventos técnico-científicos
  • Competências em tecnologia da informação e comunicação
  • Eventos culturais
  • Eventos de moda
  • Eventos regionais
  • Feiras e exposições
  • Manifestações culturais e espaço urbano
  • Marketing, convergência e conexão

Para a conclusão do curso não é necessário apresentar um projeto final, o que facilita muito a sua graduação.

Uma dica para quem quer atuar na área durante a graduação para chegar ao mercado de trabalho capacitado é se candidatar a vagas de voluntários em eventos. Além de conhecer novas pessoas e fazer contatos no meio, a experiência conta já no seu currículo.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho de eventos é bastante amplo. Isso se deve ao fato de haver diversos eventos em muitos setores, desde jantares, festivais de música até Olimpíadas.

As finalidades dos eventos também são inúmeras, o que aumenta ainda mais as opções de trabalho: comemoração, exposição e divulgação de produtos, encontros profissionais, turismo e muito mais.

O tecnólogo em eventos pode trabalhar em empresas privadas como shoppings, teatros, hotéis, além de atuar de forma autônoma em realizações de festas particulares, como infantis, casamentos, batizados e formaturas.

Gostou do curso de graduação em Eventos?

Se você gostou do nosso conteúdo sobre o curso de graduação em Eventos, aproveite que a Estácio está oferecendo 50% de desconto nos cursos e faça já a sua matrícula aqui.

Você pode ter acesso a mais conteúdos sobre os cursos oferecidos pela Estácio no nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *