Ter afinidade com animais, sobretudo os de estimação, faz muita gente desejar fazer uma faculdade de Veterinária. Entretanto, para escolher a área como profissão, deve-se pesar muitos outros fatores.

Um deles é o aspecto emocional, que precisa ser bem trabalhado. Afinal, os médicos veterinários atuarão atendendo animais nas mais diversas situações, alguns deles em condições de saúde bem debilitadas.

Portanto, antes de ‘bater o martelo’ no vestibular, pense bem se você tem o preparo nesse sentido. Há estudantes que se enganam com o curso assim que iniciam as aulas práticas, pois possuem alta sensibilidade em ver os bichos enfermos.

Mais que animais domésticos

Outro ponto que merece atenção é o fato de que os formados em Medicina Veterinária podem atender muitas classes de animais, até mesmo os selvagens. Ou seja, podem optar por cuidar dos pets, como cachorros, gatos e hamsters, por exemplo, assim como de animais de grande porte, que vivem em fazendas. Além disso, podem também ter que lidar com animais provenientes do tráfico.

Desse modo, mesmo que a escolha da área de atendimento ocorra em semestres posteriores, é importante já ter, pelo menos, uma predileção. Estude sobre os diferentes segmentos assim que tiver certeza que é esse o curso que você quer.

Lembrando que quem se forma em Medicina Veterinária pode ainda se enveredar para uma carreira acadêmica ou então setores de pesquisa, prevenção de doenças transmitidas por animais, formulação de novos medicamentos, entre outros.

Quer saber mais detalhes da faculdade de medicina veterinária? Elaboramos um artigo para esclarecer dúvidas recorrentes. Acompanhe!

Leia também – 10 cursos na área da saúde para quem não quer Medicina

Sobre a faculdade de veterinária

Se você tem a intenção de cursar uma faculdade de Medicina Veterinária, mas não sabe muito bem como é a formação, vai gostar de conhecer este tira-dúvidas.

A seguir você poderá conhecer tudo sobre faculdade de veterinária como quantos anos de estudo, valores, grade curricular, obrigatoriedade de estágios, entre outras informações essenciais. Fique por dentro!

Qual o perfil ideal do profissional de Medicina Veterinária?

Sensibilidade, empatia e resiliência são algumas das principais características esperadas de quem busca fazer carreira na Medicina Veterinária. Essas qualidades são primordiais para atender os animais, assim como receber e auxiliar os tutores.

Engajamento à ciência também é algo que faz toda a diferença. Isso porque, desde a faculdade de medicina veterinária, você deverá participar de projetos de pesquisa e inovação para trazer melhorias à área.

Nesse sentido, também podemos falar sobre a paciência e o gosto pelos estudos, afinal, são cinco anos de graduação. Entretanto, os estudos não param por aí. A especialização ocorre após um período de residência, o qual se caracteriza pelo atendimento prático em algum estabelecimento de saúde por cerca de dois anos.

Outra particularidade do perfil de médicos veterinários é a flexibilidade na rotina, uma vez que, assim como demais profissionais da saúde, são considerados essenciais. Isso vale sobretudo para aqueles que optam por trabalhar em hospitais, clínicas e ONGs, por exemplo, lugares nos quais plantões nas madrugadas e nos finais de semana são uma realidade.

Quais as áreas de atuação para quem se forma na faculdade de veterinária?

Muitos restringem a medicina veterinária ao atendimento de pets em clínicas e hospitais. Todavia, profissionais dessa área podem atuar em diversas frentes. Confira algumas das principais:

  • Consultas clínicas e cirurgias em animais domésticos e silvestres;
  • Produção e comercialização de produtos para animais, como vacinas, medicamentos, rações, vitaminas e alimentos;
  • Na saúde pública, ao atuar na prevenção e no controle de zoonoses. Normalmente esses profissionais trabalham na vigilância epidemiológica, sanitária e ambiental;
  • Em pesquisas, estudando e ajudando a desenvolver biotecnologias para o setor animal;
  • Fiscalizando lugares que produzem ou vendem produtos de origem animal;
  • Prevenindo doenças em rebanhos e atuando para melhorar a qualidade de vida destes;
  • Preservando espécies ao estudar animais silvestres, que podem estar em seu habitat natural ou em cativeiro.

Estas são apenas algumas das opções de atuação para quem se forma na faculdade de Medicina Veterinária. Cada vez mais há uma expansão neste mercado, muito por conta das inovações tecnológicas, bem como descobertas de doenças e tratamentos.

Como é a grade curricular da faculdade de veterinária?

A grade curricular do curso de Medicina Veterinária é bem extensa. Não é para menos, não é mesmo? Afinal, quando formado, o profissional será responsável por cuidar e salvar vidas.

O curso de Medicina Veterinária na Estácio, por exemplo, apresenta disciplinas diversas que são distribuídas em todos os 10 períodos.

No primeiro semestre, para se ter uma ideia, o aluno vai conferir aulas de anatomia estrutural animal juntamente com aulas de língua portuguesa, comum a todos os cursos de graduação no Brasil.

A partir do sétimo período, os estudantes de Medicina Veterinária começam a ter as tão conhecidas aulas clínicas na prática.

Veja só algumas outras matérias que compõem a grade do curso da Estácio:

  • Antropologia e Sociologia Rural;
  • Biologia Molecular;
  • Bioestatística;
  • Bioquímica;
  • Economia Rural;
  • Embriologia Veterinária;
  • Farmacologia para Veterinária;
  • Imunologia em Animais;
  • Patologias;
  • Reprodução Animal, entre outras.

Só por esta relação já dá para ter uma noção do quão ampla e exigente é a formação em Medicina Veterinária.

Leia mais: Graduação na Estácio vale a pena? Veja a avaliação dos cursos!

Como conseguir um estágio na área de Medicina Veterinária?

Os estágios são, sem dúvida, indispensáveis para boa formação de um aluno de Medicina Veterinária, assim como outros cursos da área da saúde. O estudo prático confere ao estudante uma vivência que contribuirá – e muito – para a instrumentalização na área.

Isto é, ele terá encarado um processo experimental que vai prepará-lo para momentos cruciais de sua carreira.

Muito por conta disso que os cursos de Medicina sempre entram no importante debate acerca do ensino a distância. Há ressalvas relevantes sobre a necessidade de ter um enfoque prático em certos momentos da formação, não podendo ser descartado.

Além disso, os estágios são excelentes para que os alunos consigam identificar em qual área querem se especializar. Isso porque, na maioria das universidades, como é o caso da Estácio, há oportunidades para conhecer campos variados.

Vale dizer que, para dar maior segurança nessa fase da graduação, os professores costumam ser os melhores contatos neste momento. Pois normalmente trabalham fora da faculdade e já têm bastante experiência, além de contatos. Identifique os que atuam nas áreas que você mais gosta e verifique oportunidades de estágio com eles.

Outra forma de encontrar estágio é por meio de portais como o Estácio Carreiras e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

Quanto ganha um médico veterinário?

Não há como deixar de falar sobre a faixa salarial de um profissional formado em faculdade de veterinária.

De acordo com a Lei n.º 4.950, de 1996, o salário médio inicial de um médico veterinário deve ser de 6 salários mínimos para jornada de 6 horas, 7,25 salários mínimos para jornadas de 7 horas e 8,5 salários mínimos para jornadas de 8 horas.

Dessa maneira, conforme o salário mínimo previsto para 2021, de R$ 1100, um profissional formado em Medicina Veterinária deve receber entre R$ 5.988 e R$ 8.483, variando conforme a sua jornada de trabalho.

Qual faculdade de veterinária escolher?

Há inúmeras opções de instituições de ensino superior que oferecem o curso de medicina veterinária em seu escopo no Brasil.

De acordo com índices recentes, uma das melhores faculdades de medicina veterinária do país é a Estácio, por conta de diversos fatores. A unidade que oferece o curso é a do Rio de Janeiro, super conceituada entre a classe acadêmica.

O primeiro deles é que você tem chances de conquistar até 50% de bolsa na formação toda. Ou seja, é a sua chance de cursar uma faculdade considerada relativamente cara sem pesar no bolso.

E além das bolsas convencionais, a Estácio aceita candidatos que fizeram o Enem e desejam usar a nota do exame para conquistar alguma porcentagem de desconto. Lembrando que o benefício pode chegar a 100%.

Ademais, a Estácio disponibiliza centenas de oportunidades de estágio, assim como de empregos para os estudantes de medicina veterinária. Dentro da própria instituição você pode conhecer essas vagas, geralmente relacionadas a entidades de saúde parceiras, e se candidatar.

Quanto custa uma faculdade

Por fim, um tópico que é sempre muito especulado entre os interessados em cursar faculdade de veterinária é o valor em média de quanto custa a mensalidade.

Bom, claro que isso varia de acordo com cada instituição, além da região brasileira na qual está a unidade. Contudo, as mensalidades dos cursos de medicina veterinária atualmente giram em torno de R$ 3 mil e R$ 4 mil.

Leia mais: Animais domésticos: os últimos avanços trazidos pela Medicina Veterinária

E então, gostou de conhecer mais sobre esse curso?

Caso ainda esteja em dúvida se deve cursar uma faculdade de veterinária ou não, fique atento ao blog da Estácio e saiba mais sobre nossas diferentes graduações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui