Teste vocacional: como funciona?

Um teste vocacional de verdade não se parece em nada com aqueles que de vez em quando surgem na sua linha do tempo no Facebook. Isso porque para verificar quais profissões têm a ver com seu perfil são analisadas questões muito mais profundas do que apenas aquilo que você gosta de fazer nas horas livres ou o seu personagem favorito, por exemplo.

Além disso, após fazer um teste vocacional, é necessário que você receba a orientação de um especialista nessa área, que pode ser tanto um profissional da Psicologia quanto da área da Educação. Separamos abaixo algumas das dúvidas mais frequentes sobre o processo de orientação vocacional e as respostas para cada uma dessas perguntas.

Tudo o que você precisa saber sobre o teste vocacional

1. Para quem o teste vocacional é indicado?

O teste vocacional pode ser utilizado tanto por estudantes do ensino médio que estão se preparando para o vestibular quanto por quem já cursa uma faculdade mas não está satisfeito com a área que escolheu.

Ele é válido também para pessoas mais velhas que decidiram investir em uma graduação – ou que queiram fazer uma segunda faculdade e mudar de carreira. Ou seja, um teste vocacional é indicado para quem está decidindo qual profissão seguir daqui para frente, mas não tem ideia do que gosta, da mesma maneira que pode ser feito por quem está em dúvida entre os diversos cursos que estão disponíveis no mercado.

2. Como ele é realizado?

O principal objetivo do teste vocacional é o autoconhecimento. Ele identifica características psicológicas e de personalidade do avaliado e, a partir delas, o especialista nessa área traça um perfil profissional de quem fez o teste e indica as carreiras que fazem sentido para essa pessoa. O teste pode ser aplicado individualmente ou em grupo e conduzido por psicólogos ou educadores.

Entre as práticas da orientação profissional estão entrevistas, dinâmicas e conversas com o orientador. A partir das informações recolhidas, quem está conduzindo o teste irá levantar as profissões que você demonstrou interesse e outras que parecem fazer sentido para a sua personalidade. Além de permitir uma maior noção sobre as carreiras, o teste vocacional também apresenta a grade curricular dos cursos, que muitas vezes é bem diferente da expectativa inicial que alguém pode ter sobre um determinado curso.

Outro passo desse processo de autoconhecimento é colocar o futuro acadêmico em contato com quem já atua em uma determinada área de interesse. Assim, quem está fazendo o teste vocacional poderá tirar suas dúvidas sobre o dia a dia daquela profissão, o mercado de trabalho e as perspectivas futuras daquela área de formação.

Outro tópico tratado pelo teste vocacional está relacionado ao mercado de trabalho. Nesse sentido, será comparado, por exemplo, o que é ensinado nos cursos superiores com o que os empregadores exigem dos candidatos ao oferecer uma vaga em uma determinada área. Dessa forma, os especialistas procuram evitar possíveis frustrações no processo de escolha de um curso em uma faculdade.

Em todo o procedimento da orientação vocacional são trabalhadas ainda questões como a pressão dos familiares, a forma com que o orientando se vê no futuro, a influência dos amigos, entre outros pontos que acabam interferindo na escolha profissional.

3. Qual o papel de quem conduz o teste vocacional?

O psicólogo ou educador que atua como orientador vocacional tem como papel apoiar a pessoa que fez o teste vocacional a refletir sobre si mesmo e sua atual realidade. Assim, será possível detectar e solucionar possíveis conflitos na escolha profissional do futuro universitário e auxiliá-lo a escolher com segurança a carreira profissional que ele irá seguir.

4. Qual o resultado prático de um teste vocacional?

É esperado que o orientando saia do teste vocacional se conhecendo melhor. O resultado não irá apontar qual profissão exata ele deve escolher, uma vez que a função do teste vocacional é mostrar as competências e interesses de quem fez o exame, trazendo alguns cursos que combinam com o seu perfil. Dessa forma, no final, será uma decisão do avaliado a carreira que ele irá seguir.

Você está em dúvida em relação ao curso para o qual irá prestar vestibular? Procure por um profissional em sua cidade que tenha experiência na orientação profissional de estudantes. Não se esqueça que os testes feitos enquanto você está sozinho não são tão eficazes e costumam funcionar apenas como um passatempo e um caminho a seguir para que você possa pesquisar mais sobre diferentes cursos de graduação.

Continue acompanhando nossos conteúdos e fique por dentro de informações sobre vestibular, curso superior e profissões. Até a próxima leitura!

3 responses to “Teste vocacional: como funciona?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *