Estágio obrigatório é uma etapa fundamental do currículo de um curso de graduação. Para cumprir essa importante fase na formação profissional de qualquer aluno, basta estar matriculado na faculdade. Esse tipo de atividade é a oportunidade que o aluno tem de exercer de forma prática aquilo que aprendeu durante o curso. Portanto, não precisa ter medo. Pelo contrário, é uma ótima oportunidade de adquirir experiência!

O estágio obrigatório é aquele em que a universidade que você estuda possui um vínculo com alguma empresa, escola ou outra instituição. Desse modo, a universidade é a mediadora entre você e quem está oferecendo a vaga de estágio.

O período para cumprir essa atividade é estipulado desde o início da graduação e ocorre na fase final do curso, quando o aluno já precorreu um bom caminho. Portanto, não há motivo de preocupação. Quando chegar a hora, talvez você não se sinta ainda preparado, mas isso é natural.

Este é o momento para você justamente começar a praticar e começar a ganhar a primeira experiência na sua atividade. O estágio será sempre supervisionado por um profissional, portanto você será um aprendiz e este é o momento de se desenvolver e adquirir confiança. Em cursos de graduação de qualidade, como os da Estácio, o estágio obrigatório é supervalorizado!

Saiba todos os detalhes sobre essa atividade aqui nesse post.

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO

Quando começa o estágio obrigatório?

Conforme o fim da graduação vai chegando, surgem novos desafios na vida de um aluno. Alguns cursos de graduação exigem o famoso estágio obrigatório, outras o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Embora muitos alunos tenham medo dessa etapa, é importante saber que ela é bem simples.

Para tornar esse momento agradável, é importante se dedicar ao longo da graduação a frequentar semanas acadêmicas, monitoria, entre outras opções disponíveis. Isso vai garantir a você mais experiência e um conhecimento mais abrangente, o que pode facilitar bastante a hora do estágio.

Além disso, existem disciplinas específicas que são pré-requisitos para poder se matricular no estágio supervisionado. Sendo assim, essa é uma maneira de ir se familiarizando com os conteúdos que serão necessários na etapa.

Além disso, para fazer o estágio obrigatório, você irá contar com um professor que será seu orientador. Ele também será o responsável por fazer a intermediação entre você e o local que está ofertando a vaga.

Acompanhe a grade curricular

Portanto, para chegar na fase do estágio, basta ir cumprindo a grade curricular obrigatória da graduação de forma natural. Ou seja, basta acompanhar o currículo regular do curso, que você chegará no semestre do estágio obrigatório sem maiores problemas.

Vale lembrar que você não precisa sair procurando uma empresa para estagiar, pois quem faz essa mediação é a própria instituição. Isso acaba sendo uma vantagem e permite que você possa focar de maneira mais tranquila para cumprir essa fase.

Como funciona o estágio obrigatório para um curso de ensino a distância (EAD)?

Para quem estuda a distância, o estágio obrigatório funciona da mesma maneira. Na Estácio, isso não é diferente,  a universidade emite um documento que regulamenta essa prática e ali estão determinadas todas as exigências que o aluno deve ter com o concedente e vice-versa.

Vale lembrar que o estagiário é acompanhado pelo professor orientador e pelo supervisor na empresa onde você for exercer a atividade, que é o profissional que cedeu o seu ofício para a prática do estágio.

As orientações por parte do professor ocorrem por meio de um encontro combinado previamente. A partir dessa reunião, ele passa os direcionamentos pertinentes para a maneira de conduzir a prática do estágio.

Conforme essas orientações vão avançando, o aluno vai se sentindo mais seguro e assim consegue melhorar suas táticas para exercer as atividades.

Além disso, o aluno deve elaborar relatórios e projetos de ensino (no caso de quem está cursando um curso de licenciatura), que no final devem compor um trabalho maior, que se chama relatório de estágio.

É importante entender que o estágio não é algo complexo, mas trabalhoso. Portanto, é preciso respeitar os prazos exigidos para a entrega dos trabalhos e cumprir com pontualidade os horários.

Qual a importância do estágio obrigatório para a formação profissional

Essa talvez seja a parte mais fundamental para o processo de aprendizagem do aluno. Pois essa é a fase da formação profissional em que o aluno concilia a teoria com a prática. Essa experiência prática fará toda diferença na hora em que o aluno ingressar na sua carreira profissional.

Portanto, isso permite que o aluno tenha tempo e possa adquirir instrumentos ou técnicas para conseguir agira na hora de assumir a sua vaga de emprego.

É importante ter a consciência de que esse momento não deve ser pesado, ele deve ser encarado como uma evolução natural da formação e deve se aproveitar ao máximo essa experiência única.

A vantagem do estágio obrigatório é que o aluno não é atirado diretamente no ofício que deverá exercer. Ele terá um acompanhamento e, antes disso, precisa observar a prática de um profissional mais experiente.

Por isso, o relatório é uma tarefa obrigatória dentre as atividades do estágio. Ao relatar cada rotina observada, isso permitirá que o aluno possa montar sua maneira de trabalhar ao se espelhar em alguém mais experiente como referência.

Desenvolvimento de habilidades

Portanto, o conhecimento adquirido na graduação não é necessariamente aquilo que será exigido no primeiro emprego. Desse modo, o estágio é uma etapa importante no aprendizado, pois permite que o aluno desenvolva uma série de habilidades complexas, que só podem ser aprimoradas e conhecidas de maneira prática.

Ele aprende também a organizar a maneira que funcionará a sua rotina profissional, como: avaliar a sua conduta e relacionar a prática com a teoria. Além disso, esse é o momento em que se aprende a criar um vínculo com a profissão e também criar contatos para uma futura vaga de emprego.

Sendo assim, esse é o momento de conhecer empresas ou instituições e aprender mais como funciona a prática da profissão.

Qual a diferença do estágio obrigatório para o não obrigatório?

A diferença básica entre essas duas modalidades é que o estágio obrigatório tem um tempo determinado de 400 horas, não é remunerado e não exige vínculo empregatício. Além disso, o estágio não obrigatório não faz parte do rol de disciplinas da graduação.

No entanto, essa modalidade pode ser iniciada em qualquer período e não exige o mesmo tipo de supervisão que o estágio obrigatório. Ou seja, ser supervisionado e orientado por um professor da instituição.

É importante ressaltar que o estágio não remunerado funciona quase da mesma forma que um emprego, porém as atividades realizadas pelo estagiário têm menor responsabilidade.

Nesse sentido, deve ser formalizado por um contrato que é regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Portanto, isso protege o aluno estagiário de possíveis abusos que possam ser cometidos pelo concedente, assim como também protege o concedente de possíveis desvios por parte do estagiário.

Conclusão

Agora que você sabe mais sobre o estágio remunerado, saiba que essa é uma atitude fundamental para se desenvolver. O importante é não enxergar essa disciplina como um fardo pesado e saber tirar o melhor proveito dessa experiência.

Ao cumprir o estágio obrigatório, é esperado que essa seja uma pratica transformadora na vida dos alunos. Portanto, após essa experiência, o aluno sai mais preparado para lidar com a prática profissional, o que faz com que ele tenha uma formação muito mais sólida, conciliando teoria e prática.

Aproveite seu curso de graduação na Estácio para fazer uma ótima experiência de estágio obrigatório!

Acompanhe mais informações sobre cursos, bolsas, mercado de trabalho e dicas no blog da Estácio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui