Depois de um certo tempo, é comum que os estudantes comecem a encontrar dificuldades para manter o foco, a concentração e até mesmo a disposição das fases iniciais da faculdade. Nesse momento, o desempenho acadêmico começa a diminuir. Mas nós não queremos que isso aconteça, certo? O segredo é agir o quanto antes. 

Um bom desempenho na graduação pode lhe garantir melhores oportunidades para ingressar no mercado de trabalho e, em alguns casos, lhe ajudar em todo o resto da sua jornada profissional.

Se você percebeu que a sua dedicação com o seu curso não é mais a mesma lá do inicio, esse post foi feito para você! Nele, vamos mostrar como, seguindo algumas dicas simples, é possível melhorar seu desempenho, estudar melhor e passar a obter melhores médias na faculdade, além de deixar a procrastinação de lado.

Além disso, vamos falar sobre os benefícios que um bom desempenho acadêmico pode trazer para o seu currículo. Vamos lá?

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Leia também: Como se organizar para estudar em casa? Veja 9 dicas

Dicas para melhorar o desempenho acadêmico

Antes de mais nada, liste suas prioridades, incluindo a melhora no rendimento dos estudos como uma das principais. Depois, seguindo essas dicas, você poderá vencer a procrastinação e qualquer outro outro obstáculo que esteja lhe afastando do seu objetivo!.

1 – Organização 

Para atingir qualquer meta, a organização é um ponto primordial. E, nesse caso, ela vale tanto para o espaço físico, como para a sua rotina. 

O ideal é montar uma agenda ou cronograma reservando um tempo exclusivo para os estudos. Faça uma lista com todas as suas obrigações diárias e encontre o melhor momento para dedicar-se à faculdade. Se você também trabalha será necessário encontrar um equilíbrio entre essas duas áreas da vida para que um não interfira no outro. 

Sim, nós sabemos que encontrar esse equilíbrio é difícil, mas o segredo está no planejamento e na disciplina ao segui-lo. O plano ajuda você a manter um melhor controle sobre todas as atividades e também a não esquecer de nenhum compromisso ou tarefa importante. 

Quando estiver estudando, fique longe do celular e elimine todas as distrações possíveis do ambiente. Ao estudar em casa, busque o cômodo mais tranquilo, com poucos ruídos e boa iluminação. Concentre todos os materiais de estudo nesse local para evitar dispersar-se ao procurar por eles. Pode parecer algo simples, mas deixar o local organizado faz diferença na sua produtividade.

Se você mora com outras pessoas, a colaboração delas também é fundamental nesse processo. Informe-as sobre a sua meta e peça para não ser interrompido nos horários de estudo pré-determinados. 

Leia também: 8 benefícios da meditação para os estudos e o trabalho

2 – Avalie o seu desempenho atual

Antes de mais nada, observe as suas notas desde o início até o atual momento do curso. Procure identificar em quais áreas você está indo bem e em quais está encontrando dificuldades. Isso é importante para saber quais são os principais pontos aos quais você precisa ter mais atenção e dedicar-se mais. 

Converse com os professores e revise os erros cometidos em provas e trabalhos para evitar repeti-los. Além disso, seja curioso. Sempre tire suas dúvidas e busque aprofundar-se nos conteúdos ministrados pelos professores. Isso faz toda a diferença. Para isso, você pode buscar por livros ou conteúdos complementares disponíveis na internet.

3 – Estabeleça metas alcançáveis

Determine qual é a sua prioridade. Tirar notas mais altas em determinadas disciplinas? Aumentar a sua nota média geral? A meta precisa ser realista para que você não se frustre ao final do semestre.

4 – Monte um plano de estudos

Parte fundamental da organização é montar um cronograma. Você pode montá-lo em uma agenda virtual, em um quadro ou cartaz na parede e até mesmo utilizar um planner impresso. Faça a escolha que for mais confortável para você.

Dessa forma, será possível concentrar e visualizar em um local só todas as suas aulas, tarefas, provas e também os horários livres para o descanso. Assim, você também evita esquecer algum compromisso ou atividade a ser cumprida em determinado prazo.

Após identificar as disciplinas que você precisa ter mais dedicação, reserve um tempo maior para elas. Outra dica também é separar os assuntos das matérias em tópicos a serem estudados. 

Leia também: Rotina de estudos viável: 8 estratégias para conciliar trabalho e faculdade

5 – Tenha disciplina

Outro ponto essencial para quem deseja melhorar o desempenho acadêmico é a disciplina. Depois de organizar seus horários e montar um plano de estudos, encare-o como um comprometimento consigo mesmo. Mesmo que esteja cansado, não deixe de ler ao menos um texto ou resolver pelo menos algumas questões. 

Sabemos que o ser humano precisa de 21 dias para criar um hábito. Por isso, por mais que seja difícil no início, não desista! 

Durante as aulas, um recurso que você pode utilizar para facilitar o estudo mais tarde é fazer anotações em tópicos ou palavras-chave sobre o que está sendo discutido. Escrevendo em papel e caneta (ou lápis) fica mais fácil para o seu cérebro assimilar as informações e lembrar delas depois. Além disso, mais tarde você terá um guia em mãos para dar continuidade nos estudos em casa, o que ajuda bastante no rendimento.

6 – Estude os conteúdos mais difíceis primeiro

Isso pode parecer pouco atrativo a princípio, mas quando você começa a estudar está com a mente mais descansada e, consequentemente, terá mais disposição e concentração para focar naquelas matérias em que tem mais dificuldade.

Elas também devem ser a sua prioridade na hora de montar o seu plano de estudos. Verifique os dias das avaliações e reserve um tempo nos dias anteriores para dedicar-se somente a elas. No dia anterior a uma prova importante, descanse.

Ficar repassando o conteúdo muitas vezes horas antes pode atrapalhar o seu sono e lhe deixar ansioso. A dica é dar uma breve lida nas anotações ou nos pontos principais da matéria e focar em ter uma boa noite de sono.

7 – Não esqueça do descanso

Entendemos que melhorar o desempenho acadêmico é uma prioridade para você, mas não exagere! Os momentos de descanso e lazer também precisam ser incluídos no seu cronograma. Lembre-se sempre do equilíbrio. Caso contrário, você pode sentir-se mais esgotado e cansado do que o normal, o que irá atrapalhar o seu objetivo de melhorar o desempenho acadêmico. 

Reserve um tempo para fazer algo que você gosta muito, seja praticar um esporte, assistir filmes e ou apenas curtir um tempo com a família e/ou amigos. Assim, você renova as energias e mantém a força de vontade para retomar os estudos. Além de que, é comprovado que o descanso é fundamental para que os conteúdos estudados sejam assimilados.

Enquanto estiver estudando, faça pequenas pausas e não permaneça muito tempo na mesma posição, pois isso irá cansar o seu corpo e sua mente. Aqui, a dica é fazer um intervalo de 10 a 15 minutos a cada hora de estudos para espairecer.

Ah! E também não esqueça do sono. Respeite os limites do seu corpo e durma o número de horas necessárias que ele precisa para descansar.

8 – Conte com a tecnologia

Existem diversos recursos tecnológicos e aplicativos que você pode usar para auxiliar na missão de melhorar o desempenho acadêmico. Alguns ajudam a melhorar a concentração, como é o caso do Freedom, que bloqueia as notificações do celular por um período de tempo previamente selecionado.

Já com Neuronation você pode treinar sua memória e o raciocínio lógico. Outro excelente app que ajuda na produtividade, seja no trabalho ou nos estudos, é o Pomodoro, que nada mais é do que um cronômetro com tempos pré-definidos de estudo e descanso. 

Outro recurso que você pode utilizar são os podcasts sobre o tema a ser estudado. Com eles, você tem a vantagem de aprender enquanto dirige ou executa os afazeres domésticos, por exemplo. 

UTILIZE SUA NOTA DO ENEM PARA ENTRAR EM UM CURSO DA ESTÁCIO!

Melhorar o desempenho acadêmico: o que isso pode trazer?

Ter um bom índice de rendimento acadêmico pode lhe trazer muitas vantagens para além do mérito acadêmico, que geralmente é recebido pelos melhores alunos da turma durante a cerimônia de colação de grau.

As possibilidades que podem surgir depois são inúmeras, desde intercâmbios, indicações profissionais de professores e até mesmo a oportunidade de estudar no exterior. Por isso, vale a pena fazer esse esforço extra agora, com certeza você irá colher os frutos no futuro!

Acompanhe mais informações sobre cursos, bolsas, mercado de trabalho e dicas no blog da Estácio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui