Você já ouviu falar do Encceja? Se não, não tem problema. Aqui vamos explicar tudo sobre o que é o Encceja e como participar.

Encceja é uma sigla que significa Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos. Em outras palavras, é um exame de nível nacional que ajuda jovens e adultos a conseguirem suas certificações de conclusão de ensino fundamental e médio, caso não tenham completado o ensino formal. A participação é gratuita e o processo de inscrição muito mais fácil do que se imagina.

O que é Encceja?

Muitas pessoas não têm a oportunidade de concluir os níveis de educação básica na idade certa. Por inúmeros motivos, estas pessoas acabam não obtendo a certificação de conclusão de curso. Isso pode trazer muitos empecilhos para a vida profissional no futuro, pois a grande maioria das ofertas de emprego exigem um grau mínimo de ensino fundamental completo.

É aí que entra o Encceja. De maneira geral, este exame funciona como uma espécie de atalho para quem busca esta certificação no menor tempo possível. Até algum tempo atrás, quem buscava concluir o ensino fundamental ou médio precisava ir atrás de cursos de longa duração conhecidos como EJA, Educação de Jovens e Adultos.

Como surgiu?

Em 2002, foi criado o Encceja, o que é uma forma de reduzir todo esse processo a uma única prova. O exame foi organizado pelo mesmo Inep, o Instituto Nacional de Ensino e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira, a mesma organização responsável pelo Enem.

Porém, em 2009 o Inep acabou abandonando o Encceja e deu preferência ao Enem, o Exame Nacional do Ensino Médio, como principal ferramenta para obter a certificação. Ou seja, para conseguir um certificado de conclusão do ensino médio, o candidato precisava obter um mínimo de 450 pontos na prova e 500 pontos na redação, além de cumprir os demais requisitos de inscrição para o exame.O Encceja, assim, ficou disponível apenas para brasileiros morando no exterior.

Foi só em 2017 que o Ministério da Educação (MEC) emitiu uma decisão que volta a aceitar o Encceja como a única forma de obter essa certificação, tanto para o ensino médio quanto para o fundamental. Com formato muito mais simples, não é necessário fazer nenhum curso prévio e o candidato pode estudar da forma que preferir.

Como são as provas do Encceja?

Ao contrário do Enem, o Encceja não foca em conhecimentos muito específicos. Por isso, chega a ser, em média, até 50% mais fácil que as provas do Exame Nacional do Ensino Médio. O foco do Encceja é nos conhecimentos gerais e na interpretação de texto dos participantes, levando em conta, também, fatores do cotidiano, como seu relacionamento com a sociedade.

As provas são aplicadas no mesmo dia, geralmente um domingo, porém em dois turnos diferentes: matutino e vespertino. São 30 questões objetivas, com quatro alternativas, em cada um dos turnos, além da composição de uma redação. As disciplinas são divididas entre as duas provas dependendo do tipo de certificação buscada.

Na hora da inscrição, o participante precisa optar pela prova do ensino fundamental ou do ensino médio. As áreas de conhecimento são divididas da seguinte maneira como vemos abaixo.

Ensino Fundamental

Turno da manhã: Matemática e Ciências Naturais.

Turno da tarde: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Educação Física, Artes, História, Geografia e Redação.

Ensino Médio

Turno da manhã: Matemática e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Turno da tarde: Redação, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.

Para ser aprovado, o candidato precisa tirar um mínimo de 5 na redação, de um total de 10 pontos. Da pontuação máxima de 200 pontos atribuída a cada área do conhecimento, é preciso atingir um mínimo de 100. Ou seja, a cada 30 questões de cada área, o candidato precisa acertar um mínimo de 12.

Para ajudar o participante ainda mais, o Encceja ainda permite a apresentação de certificados de proficiência. Isso significa que não tem problema caso você não vá bem em todas as áreas de conhecimento na primeira tentativa. No próximo ano, você pode realizar o exame de novo e apresentar o certificado do ano anterior, provando que você já atingiu a nota mínima de uma determinada área.

Desta forma, você não precisa estudar todas as matérias de uma vez, e pode participar da prova respondendo apenas as áreas nas quais ainda precisa de pontuação. Com determinação, é possível ser aprovado e conseguir sua certificação sem muita dor de cabeça.

Quem pode fazer as provas do Encceja?

A participação no Encceja é aberta para qualquer um que não tenha concluído sua educação básica e deseje obter um certificado. Como o próprio nome indica, o exame é voltado para jovens e adultos, basta seguir alguns requisitos bastante simples.

Caso busque o diploma de conclusão do ensino fundamental, o participante deve ter no mínimo 15 anos completos na hora de realização da prova. Já para quem está atrás da certificação do ensino médio, o mínimo é de 18 anos. A frequência escolar não é um pré-requisito para poder se inscrever.

A participação é gratuita, basta acessar o site do Inep dentro do prazo de inscrição informado e ter em mãos o número do seu CPF. Geralmente, as provas são realizadas em outubro e as inscrições abrem em agosto. Porém, com a pandemia, o calendário ficou diferente e é bom checá-lo com frequência. As inscrições para o Encceja 2020, por exemplo, foram feitas em janeiro deste ano.

Quais são as possibilidades futuras?

Uma vez aprovado na prova, o candidato está livre para retirar sua certificação. É a partir dela que um mundo de vantagens se abre. Além da conquista pessoal, um diploma de ensino médio pode te avançar, e muito, na carreira profissional.

Com o certificado Encceja, é possível se inscrever no vestibular, se matricular em cursos de educação superior, e até mesmo participar de programas do governo de incentivo à educação. Lembre-se que a certificação do Encceja tem exatamente o mesmo valor que um diploma do ensino médio; por isso, você tem acesso a todas as oportunidades de quem completou a educação básica de maneira formal.

Além disso, você tem mais chances de receber um salário maior ou de ingressar em cursos técnicos profissionalizantes que podem alavancar sua carreira ainda mais.

Onde retirar o certificado Encceja?

Obtendo a pontuação mínima, o candidato tem direito a retirar seu certificado de conclusão de ensino fundamental ou ensino médio do Encceja. Basta ir até a Secretaria de Educação da sua cidade ou qualquer instituição associada ao Inep.

Caso resida no exterior, o certificado deve ser retirado na embaixada ou consulado do país onde mora, uma vez enviado pelo Ministério das Relações Exteriores.

Em caso de dúvidas, o site do Inep traz todas as explicações sobre documentos, certificações, inscrições etc.

Outros exames

Se o Encceja não for para você, com certeza existem muitos outros exames nacionais que te ajudam a chegar ao sonho acadêmico. Um deles é o ProUni, e a Estácio te conta tudo sobre ele aqui. Outra opção, como comentamos aqui, é o Enem. Se você ficou em dúvida sobre como se inscrever neste ano tão atípico, não deixe de checar este artigo da Estácio para tirar todas as suas dúvidas.

Quer ficar por dentro de todas as novidades do mundo da educação? Então, continue no nosso blog!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui