A procrastinação pode ser uma grande inimiga para quem estuda, pois a pessoa desconsidera tarefas importantes para realizar outras menos relevantes. Além disso, esse hábito prejudica a produtividade e pode comprometer prazos de entrega e fazer com que você tenha que lidar com uma demanda mais do que pode dar conta. Esse tipo de atitude consiste, na maioria das vezes, na falta de comprometimento com as tarefas que devem ser realizadas. Mas há como evitá-la.

Em resumo, a principal consequência da procrastinação é a pessoa sofrer com atrasos ou se culpar por não ter realizado aquilo que deveria. Além disso, esse adiamento na realização das atividades pode prejudicar outras pessoas que estavam contando com a parte do trabalho de quem não conseguiu honrar com o compromisso firmado.

Na faculdade, a procrastinação pode ocorrer em qualquer momento do curso, na preparação a uma prova. Ou até durante o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Para evitar ser acometido por esse mal, leia o texto a seguir e aprenda a não cair nas armadilhas dessa autossabotagem.

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Leia também: 6 dicas para estudar em casa e fazer a graduação no seu tempo livre

Como funciona a procrastinação

O ato de procrastinar consiste na atitude da pessoa desconsiderar uma tarefa importante para realizar outras irrelevantes. Muitas vezes isso pode estar relacionado com preguiça, falta de comprometimento, organização, confiança e outros fatores.

Vale lembrar que não existe nada absurdamente errado em adiar alguma tarefa vezes ou outra. O problema é quando essa atitude se torna um hábito e acaba prejudicando sua vida pessoal ou carreira profissional.

A procrastinação é algo muito comum, pois todos vivem em uma era digital e tecnológica, onde as distrações são muitas e estão presentes a todo momento. O importante é saber filtrar aquilo que é relevante e tentar evitar ao máximo as tergiversões, encarando as obrigações.

Atraso gera ainda mais trabalho

No entanto, ao postergar uma atividade, ela acaba dando mais trabalho do que realizar ela no prazo determinado. Pois as tarefas podem se acumular e quando você perceber que está em uma bola de neve de obrigações pode ser tarde.

Todos precisam de uma hora de folga e saber dividir aquilo que é fundamental para ser feito. E não há nada errado em se dar o direito de parar para realizar algo pouco relevante, o problema é esse tipo de atitude se tornar frequente.

Afinal de contas, quem nunca resolveu deixar para depois um compromisso para aproveitar o ócio, não é mesmo? Para saber como evitar a procrastinação, confira algumas dicas a seguir e evite ao máximo cair nessa armadilha.

1- Tenha uma rotina de estudos organizada

Ser organizado com as atividades da faculdade é fundamental. Isso permite que você conheça de forma sistemática o que é importante e necessita de tempo para realizar ou o que é irrelevante e pode ser deixado para depois.

Além disso, ter uma rotina organizada pode ser algo bastante positivo para a sua formação. Pois você estará com o conteúdo em dia, conseguirá otimizar o tempo e também ter um espaço vago na agenda para se dedicar ao ócio.

2- Defina metas

Definir metas é muito importante. Isso permite que você visualize os objetivos e possa traçar um plano para cumprir as obrigações. Para fazer isso, coloque tudo na ponta do lápis e defina aquilo que é mais importante e estipule um prazo para o cumprimento de cada uma das metas.

Seja permissivo e evite se cobrar muito, mas tenha em mente que cada passo será necessário para um objetivo final que fará você crescer.

3- Evite distrações

Se você faz uma graduação a distância, saiba que muitas pessoas não dão conta da demanda, pois acabam cedendo às distrações que encontram em casa. Portanto, é fundamental você organizar um local onde irá estudar que seja isento de distrações.

Durante as horas em que estiver estudando, se ausente do celular ou daquilo que costuma tirar o seu foco. Determine horários de pausas estratégicas para verificar mensagens, emails e outros. Certamente isso irá garantir mais produtividade para a realização das suas tarefas.

4- Pare de acreditar no mito de que você é multitarefa

Querer fazer tudo ao mesmo tempo pode comprometer a qualidade do seu estudo ou trabalho. Faça uma coisa de cada vez e evite acumular tarefas tentando conciliar umas com as outras. A tendência de fazer isso pode gerar um resultado ruim na conclusão de um trabalho e comprometer a sua produtividade ou rotina de estudos.

Afinal de contas, o nosso cérebro trabalha melhor em uma atividade quando tem foco total nela, fazer várias coisas ao mesmo tempo pode comprometer a concentração.

5- Faça as coisas na hora certa

Não adianta querer deixar para depois algo que é importante ou difícil de realizar. Isso só trará complicações quando o prazo estiver no limite, pois a tendência é as atividades irem se acumulando e quando você perceber que tem uma demanda grande de várias atividades, isso pode gerar uma certa ansiedade gerar um bloqueio na realização dessas tarefas.

6- Faça aos poucos

Se existe algo difícil de ser realizado ou um conteúdo difícil de ser absorvido, saiba que é melhor ir se dedicando aos poucos do que abandoná-lo. Ao dividir as atividades em uma sequência a ser seguida até o fim do prazo, você ganhará experiência aos poucos e poderá ir trabalhando a cada dia, aprendendo de maneira gradativa, assimilando de modo mais eficiente os estudos.

7- Não seja tão perfeccionista

Uma das questões que fazem as pessoas procrastinar é a busca do perfeccionismo. Atingir a perfeição muitas vezes pode ser algo intangível em um primeiro momento. Portanto, é importante você saber reconhecer que fez o seu melhor e ir aprendendo aos poucos para buscar a perfeição em um outro momento.

8- Adote novos hábitos

A procrastinação pode estar relacionadas a hábitos ruins ou pequenos vícios que se tem no dia a dia. Um exemplo disso pode ser ir dormir muito tarde, cochilar além da conta, realizar tarefas que não agregam conhecimento, se alimentar de maneira errada, entre outros.

Para resolver isso não é muito difícil, você precisa identificar qual hábito tem atrapalhado você e substituí-lo por outro mais saudável.

9- Saiba como aproveitar seus momentos

Para qualquer coisa na vida existem momentos apropriados. Ou seja, existe hora para descansar, para não fazer nada, estudar, trabalhar, etc. Portanto, você precisa descobrir em qual momento você é mais produtivo, ou seja, se a sua cabeça funciona melhor no turno da manhã, tarde ou noite.

Utilize o turno que você tem melhor disposição para estudar ou trabalhar, certamente o resultado será melhor e você terá resultados mais relevantes. A vantagem disso é a de poder se dar uma folga quando tudo estiver em dia.

10- Crie recompensas se você conseguir evitar a procrastinação

Você entregou tudo no prazo e conseguiu vencer diversas etapas, agora é hora de ser ter recompensa. Para isso, pense em algo que você goste e inclua como prêmio. Um bom tempo de descanso, assistir um filme, caminhar, entre outras atividades agradáveis podem servir.

Não há nada melhor do que saber que o tempo que você tem pode ser melhor aproveitado, pois não existem mais pendências. Certamente, as horas de lazer vão ser melhores aproveitadas e isso dará mais energia para as próximas demandas.

As consequências da procrastinação

Um dos sentimentos mais comuns de quem comete a procrastinação é a culpa. Pois a pessoa pode perder um prazo importante e credibilidade por conta dela mesma. Além disso, acaba tendo uma produtividade mais baixa e sofrendo com as consequências disso.

O maior prejuízo que essa atitude pode trazer para a pessoa é algo que nem todos percebem, mas desperdiçá-lo pode ser irremediável: o tempo. Pois, ao deixar para a última hora alguma tarefa importante, o trabalho poderá ser em dobro mais à frente.

Vamos fechar esse post com uma dica preciosa: escolher um curso de graduação de qualidade da Estácio.

Acompanhe mais informações sobre cursos, bolsas, mercado de trabalho e dicas no blog da Estácio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui