Quem atua nos Serviços Jurídicos e Notariais é responsável por registrar documentos, compilar relatórios e por fazer a gestão de setores jurídicos em escritórios de advocacia, tribunais ou cartórios. O profissional combina conhecimentos tanto de Direito quanto Administração e é valioso no mercado de trabalho.

Apesar disso, a formação para ser um notário ou tabelião não é tão conhecida entre as pessoas. Isso considerando como quase todo mundo já precisou do profissional em algum momento. Ainda assim, é necessário entender como ele atua e qual curso fazer para se especializar.

Vamos te ajudar com todas essas informações. Preparamos um texto sobre a atuação em Serviços Jurídicos e Notariais e como funciona o mercado para o profissional. Continue lendo e veja também quais formações são possíveis para trabalhar na área.

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Leia também: Negociação Estácio: saiba como estar em dia de forma fácil

Como é a área de Serviços Jurídicos e Notariais?

De forma geral, o notário faz a organização do sistema judiciário dentro de um espaço determinado. Por isso, ele une conceitos das áreas administrativas e de Direito para lidar com registro público e processo judicial.

Assim, o profissional trabalha em cartórios, faz consultorias jurídicas e pode ser bem importante dentro de escritórios de advocacia. Apesar disso, o mais comum é encontrá-lo em cartórios, fazendo o registro de documentos como escrituras, reconhecimento de firma e averbação de casamento.

Com isso, é fácil observar como o notário é necessário em vários espaços, por ter uma função importante em diversas situações. Além do mais, existem ainda outras coisas que ele pode fazer em seu trabalho, como:

  • Autenticar cópias de documentos;
  • Compilar relatórios;
  • Criar e gerenciar bancos de dados dos setores jurídicos;
  • Desenvolver pesquisas jurídicas;
  • Elaboração e catálogo de documentos;
  • Pesquisa em decisões judiciais.

Mercado de trabalho

Como comentamos, o principal local é no cartório mesmo. Aí, existem duas opções: nos judiciais, fazendo a gestão de processos em tribunais ou nos extrajudiciais, cuidando dos registros públicos relacionados a bens e direitos.

Apesar disso, existem outras opções no mercado de trabalho, ao apoiar advogados em escritórios, sendo responsável pela parte administrativa e jurídica. Em empresas de diversos tipos e portes há oportunidades também, especialmente nos departamentos jurídicos, em grupos com advogados, contadores e profissionais de RH.

Aliás, é bem comum algumas empresas preferirem alguém formado em Serviços Jurídicos e Notariais ao bacharel em Direito. Isso ocorre pela especialização direta na parte jurídica.

Salário na área de Serviços Jurídicos e Notariais

O pagamento mensal pode variar conforme o cargo em questão. Por exemplo, segundo o site Salário.com, um notário ganha em média R$ 3.066,73, numa jornada de trabalho de 42 horas semanais. Já o auxiliar jurídico recebe cerca de R$ 1.972,36, com a mesma carga horária.

Assim, é bom ficar claro qual será a função da pessoa. Apesar disso, é interessante perceber que existe chance de crescimento dentro do mercado, sem precisar sair completamente da área de atuação.

Como atuar em Serviços Jurídicos e Notariais?

A principal maneira de entrar no mercado é fazendo o tecnólogo em Serviços Jurídicos e Notariais, de universidades aprovadas pelo Ministério da Educação, como é o caso da Estácio. Escolhendo o curso, você terá conhecimento teórico e prático para atuar em qualquer departamento jurídico.

Por ser multidisciplinar, a formação mostra temas que vão desde o direito civil, tributário e do trabalho, até matérias ligadas à parte administrativa, como gestão de pessoas e gestão de conflitos.

A grade curricular ainda conta com outras temática relevantes, como:

  • Direito Constitucional;
  • Direito Notarial;
  • Ética e Responsabilidade Social;
  • Fundamentos das Ciências Sociais;
  • Informática e Sociedade;
  • Juizado Especial Cível;
  • Língua Portuguesa;
  • Organizações e Serviços Judiciais e Extrajudiciais;
  • Processo Judicial Eletrônico;
  • Psicologia nas organizações;
  • Sistemas Notariais e Registrais;
  • Seguridade Social;
  • Teoria Geral do Processo e Direito Processual Civil;
  • Tópicos em Libras: Surdez e Inclusão.

Pós-graduação em Direito e Gestão Notarial e Registral

Outra opção é fazer uma especialização Lato Sensu em Direito e Gestão Notarial e Registral. Ela é voltada especialmente para quem já tem diploma de graduação em Direito e pretende atuar dentro da parte de registros em cartórios, principalmente.

Com ela, o aluno sairá especialista na temática e preparado para as demandas do mercado de trabalho. Apesar disso, é bom ficar claro que apenas quem já é formado pode fazer o curso, o qual dura de 9 a 12 meses.

UTILIZE SUA NOTA DO ENEM PARA ENTRAR EM UM CURSO DA ESTÁCIO!

Leia mais: Renovação Estácio: veja o passo a passo para nova matrícula

Que tal tentar um tecnólogo na área?

Apresentamos como é a área de Serviços Jurídicos e Notariais. Com certeza deu de perceber um mercado com diversas possibilidades de atuação, especialmente se lidar com documentos e registros é algo atraente para você. Caso ainda não seja graduado, o tecnólogo é uma boa pedida.

Porém, se já for bacharel em Direito, pode escolher uma pós-graduação e se especializar. No fim, opção não falta!

Nosso texto te ajudou? Continue lendo as produções do nosso blog sobre a Estácio e outros temas ligados à educação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui