A pesquisa acadêmica encontrou um grande aliado com o Google Acadêmico. Ao invés de ter que ir presencialmente até bibliotecas buscar em enciclopédias físicas conteúdos científicos é possível ter acesso a pesquisas atualizadas ao alcance de poucos cliques.

Cerca de 3,5 bilhões de pesquisas são realizadas por dia no Google, segundo o Internet Live Stats. Para separar o grande número de conteúdos produzidos para internet e identificar fontes confiáveis para estudantes universitários e pesquisadores, a empresa criou o Google Acadêmico.

Neste post, nós vamos explicar o que é o Google Acadêmico e como ele funciona. Também apresentamos as vantagens dele e como usar. Para quem faz um curso de graduação em instituições como a Estácio é sempre uma boa ajuda na busca por livros e artigos. Inclusive, na elaboração do TCC.

Tem interesse em aproveitar o melhor do Google Acadêmico para seu trabalho científico? Então continue lendo!

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Leia também: Biblioteca Universitária: entenda a sua importância na graduação

O que é o Google Acadêmico?

O Google Acadêmico é um repositório que agrega materiais científicos como artigos, ensaios, livros, teses e dissertações. Sendo assim, sua principal função é ser uma ferramenta de busca desses conteúdos.  

O serviço surgiu em 2004 com o nome Google Scholar. Após dois anos de funcionamento, em 2006, a versão brasileira Google Acadêmico foi implementada.

São indexados, ou seja, dispostos em lista, conteúdos acadêmicos do Google Livros e bancos de materiais científicos com acesso público. Um dos mais populares é o Scientific Eletronic Library Online, popularmente conhecido como SciELO. Esse banco agrega periódicos de 14 países da América Latina, África e oeste europeu.

Hoje, o Google Acadêmico é considerado a maior fonte de arquivos científicos online. Michael Gusenbauer, pesquisador da Áustria, estimou em 2019 que existem 390 milhões de registros de disponibilizados no repositório.

Leia também: Vai mudar de área? Veja as vantagens da segunda graduação na Estácio

O que você pode encontrar no Google Acadêmico?

Trabalhos acadêmicos são disponibilizados em diferentes tipos e formatos no Google Acadêmico. Entenda cada um deles:

Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC)

Os trabalhos de conclusão de curso, conhecidos pela abreviação TCC, são como o próprio nome apresenta, produções acadêmicas realizadas como finalização de cursos superiores. A aprovação do trabalho é utilizada para conferir ao estudante o título de graduado na sua área de formação.

O formato de um TCC pode variar de acordo com a instituição ou curso de quem realiza o trabalho. Por isso, TCCs podem ser múltiplos indo desde um projeto de arquitetura à um relatório de execução de um determinado projeto prático ou uma série de reportagens produzida por um aluno do curso de Jornalismo.

Os formatos mais comuns encontrados são as monografias. Esses textos não possuem uma dimensão exata, mas costumam ser menores do que as dissertações. Nele, o pesquisador apresenta resultados de uma pesquisa desenvolvida. A estrutura mais comum é composta pelas seções introdução, revisão teórica, análises, resultados e conclusão.

Leia também: Veja como organizar seu TCC em 10 passos práticos

Artigos acadêmicos

Outro formato muito comum que pode ser desenvolvido como TCC ou publicado em diferentes estágios da carreira acadêmica são os artigos. Eles apresentam uma dimensão mais curta e podem tanto apresentar um debate teórico quanto resumir resultados de uma pesquisa já realizada.

As possibilidades de conteúdos em artigos são múltiplas. As publicações em periódicos e revistas especializadas atualizam as discussões em diferentes áreas de conhecimento. Por isso, eles são uma das formas mais seguras de ficar por dentro de uma determinada temática.

Um artigo acadêmico antes de ser publicado passa pela validação de outras pessoas especialistas na área de conhecimento. Essa é uma das razões que eleva o grau de confiabilidade como fonte para o desenvolvimento de outras pesquisas.

Além disso, a dimensão menor que outros formatos também possibilita uma leitura mais rápida. Dessa forma, ler um artigo acadêmico é uma ótima maneira de conhecer inicialmente um tema e depois explorá-lo ao longo de leituras mais densas e maiores.

Dissertações

Uma dissertação é um texto de longa duração usualmente defendido como trabalho final de um Mestrado Acadêmico. Ou seja, ao ter sua dissertação aprovada por uma banca de doutores, o acadêmico passa a ser considerado mestre.

É na dissertação que o pesquisador apresenta os resultados da sua pesquisa e argumenta discutindo provas e teorias. O texto estará estruturado de forma parecida a monografia executada como TCC.

Entretanto, dissertações costumam ser desenvolvidas em um maior período de tempo apresentando pesquisas que também foram realizadas por mais tempo do que o um TCC de graduação. Isso reflete não só no tamanho, mas também na qualidade das informações apresentadas pelo pesquisador.

Leia também: Mestrado e doutorado: conheça os cursos oferecidos pela Estácio

Teses

As teses costumam ser ainda maiores em extensão do que a dissertação. As principais teses trazem resultados de pesquisas desenvolvidas durante o período de curso de Doutorado. Ao finalizar essa pós-graduação o aluno que tem sua tese aprovada por um grupo de especialistas é classificado com doutor em sua área.

O texto apresenta uma investigação complexa e aprofundada sobre um determinado tema. Sendo assim, é característico também que pesquisadores desenvolvam pesquisas sobre objetos ou perspectivas teóricas inéditas.

É muito comum que o livro mais famoso de um acadêmico seja a sua tese adaptada em formato de livro. Uma dica de ouro é dar uma checada no Google Acadêmico se aquele livro que você tanto precisa não é uma tese que foi disponibilizada antes em um banco de dados público. Dessa forma, você tem acesso ao mesmo conteúdo de forma legal e gratuita.

Aprenda a usar o Google Acadêmico

O Google Acadêmico tem uma aparência muito próxima do Google que utilizamos no cotidiano. É preciso acesso o endereço scholar.google.com.br para ter acesso ao repositório.

Na página inicial você encontra um campo em branco onde pode digitar um termo para busca. Os termos de busca podem ser um tema, uma área de conhecimento, um objeto ou até o nome ou sobrenome de um autor.

É possível selecionar se deseja realizar a busca “em qualquer idioma” ou “pesquisar páginas em Português”. Feito isso, é só clicar no ícone de busca representado pela lupa dentro do retângulo azul.

Em seguida, uma nova página do Google Acadêmico apresentará os resultados da sua busca. Você pode então através do menu localizado no lado esquerdo da página refinar a busca por período em que as publicações foram feitas, classificar por relevância ou por data de publicação ou mudar em quais idiomas as publicações serão buscadas.

No lado esquerdo do título de cada publicação encontrada, estará indicado o formato do texto entre colchetes. É possível então ver na cor verde abaixo do título informações como o sobrenome do autor, ano de publicação e demais referências bibliográficas. Além disso, você também terá acesso a um resumo do conteúdo.

Você será direcionado a página que disponibiliza o trabalho ou ao arquivo em formato PDF do texto ao clicar no título de um material pesquisado. Você também pode clicar no ícone da estrela que aparece abaixo do resumo para salvar o arquivo e depois encontrá-lo na sua biblioteca. Para acessá-la, basta clicar em minha biblioteca no canto direito superior.

Leia também: 10 profissões home office mais indicadas para você trabalhar

UTILIZE SUA NOTA DO ENEM PARA ENTRAR EM UM CURSO DA ESTÁCIO!

Vantagens do Google Acadêmico

O Google Acadêmico oferece vários recursos úteis e que são gratuitos. Separamos alguns deles para você ficar por dentro. Confira!

Facilitar citações

Construir as referências bibliográficas seguindo as normas da Associação Brasileira de Notas Técnicas (ABNT) pode ser um desafio. Por isso, o Google Acadêmico dá uma ajuda e facilita o trabalho.

Abaixo de cada resultado encontrado você pode visualizar ao lado do símbolo “estrela” a imagem de umas aspas duplas (”). Ao clicar nelas, o Google Acadêmico mostra então as referências bibliográficas daquele material nos formatos: MLA, NBR 6023 e APA.

A NBR 6023 é a norma da ABNT que rege o formato das referências em trabalhos científicos no Brasil. Sendo assim, é só você copiar a referência e inserir no seu trabalho no formato adequado. Tranquilo, não é?

Encontrar em que trabalhos o material já foi citado

Gostou do conteúdo encontrado e quer ver como outros autores já utilizaram ele? É fácil, basta clicar em “Citado por” que fica ao lado da função “citar”. O Google Acadêmico mostra em quantos trabalhos aquele arquivo já foi citado e ainda te possibilita acessá-los.

Consultar artigos relacionados

Além de ver onde o trabalho foi citado você pode acessar os “artigos relacionados”. Ao lado do “citado por” você encontra a opção “Artigos relacionados”. Essa opção te mostra outros materiais acadêmicos que podem ser do seu interesse e acrescentar qualidade a sua pesquisa.

Leia também: Entenda por que a infraestrutura da Estácio é destaque no país

Criar alertas

Enquanto você estiver realizando uma pesquisa acadêmica é bom estar atualizado no que mais recente foi publicado, não é? Para isso, a função “criar alerta” é bem útil! No menu do canto esquerdo da página de resultados do Google Acadêmico a última opção sinalizada com o símbolo de um envelope é a “Criar alerta”.

Ao clicar nela você será direcionado a uma página com os campos: “Consulta de alerta”, “E-mail” e “Número de resultados”. Para configurar o alerta você deve colocar no campo “Consulta de alerta” o termo que deseja que tenha nos matérias acadêmicos que você almeja ser alertado.

No campo “E-mail” é só inserir seu endereço de e-mail atualizado. É por ele que o Google Acadêmico fará o contato lhe enviando o alerta. No campo “Número de resultados” você pode optar por receber até 10 ou até 20 resultados.

Feito isso, é clicar no botão vermelho “criar alerta” para ser informado pelo Google Acadêmico quando novos conteúdos do seu interesse forem indexados.

Realizar uma pesquisa avançada

No Google acadêmico também é possível refinar sua busca para atender suas necessidades. Para isso, você deve acessar o menu principal, os três tracinhos horizontais no canto superior esquerdo da tela, e clicar na opção “Pesquisa avançada”.

Os campos te permitirão encontrar materiais com todas as palavras que você precisa; com uma frase exata; com no mínimo uma das palavras; sem palavras específicas. Além disso, é possível selecionar em que lugar as palavras devem aparecer no artigo: no título ou em todo o texto.

Você também pode delimitar a buscar de textos de autores específicos em determinados locais de publicação. Além de selecionar o período de tempo em que os trabalhos devem ter sido publicados.

Em resumo, para quem faz uma graduação, como na Estácio, o Google Acadêmico pode ser uma ajuda e tanto. Falando em graduação, aproveite para conhecer os cursos oferecidos pela Estácio!

Gostou deste post? Continue acompanhando nosso blog para se manter sempre bem informado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui