Educar é dar sentido à realidade. Começar a formar os profissionais do amanhã é uma grande responsabilidade, que demanda dedicação e paixão. Para dar conta dessa missão tão especial, o primeiro passo é saber como é o curso de Pedagogia – graduação que ensina, na prática, como alcançar o melhor processo de ensino e aprendizagem.

Em quatro anos, o acadêmico que optar pelo curso de Pedagogia irá se aprofundar em diversas disciplinas que envolvem todo o processo educacional. Fará parte de seu aprendizado saber mais sobre o uso das tecnologias e novas mídias e aprender sobre gestão escolar e planejamento do ensino. Mas o trabalho do pedagogo não fica restrito às salas de aula. Quem se forma no curso de Pedagogia pode responder ainda pela administração de unidades de ensino e ter funções em empresas e até hospitais.

Para começar, afinal, como é o curso de Pedagogia?

Se você está pensando em fazer a graduação de Pedagogia, o primeiro ponto importante é saber como é o curso de Pedagogia. Depois de tirar as suas dúvidas sobre essa formação, você ficará sabendo mais sobre a área de atuação do pedagogo e como está o mercado de trabalho para esse profissional. Confira:

1. O que diferencia licenciatura, Pedagogia e magistério?

Antes de começar a falar sobre como é o curso de Pedagogia, precisamos esclarecer alguns pontos. Se o seu objetivo é começar a lecionar, por exemplo, você sabe qual curso deverá fazer para conseguir seguir essa carreira? A resposta para essa pergunta vai depender do seu foco e para qual público você quer ministrar as suas aulas.

Confira as características das diferentes formações disponíveis no mercado para quem deseja lecionar:

– Pedagogia

Essa graduação está na modalidade licenciatura e irá habilitar professores para atuarem na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental. Ou seja, essa graduação é direcionada para quem quer dar aula para crianças e jovens até o quinto ano.

Como estabelece o Ministério da Educação, esse curso tem o objetivo de preparar o profissional para que ele assuma integralmente o currículo da série na qual ele irá lecionar. Esse curso superior também possibilita que o pedagogo possa atuar na área de orientação em toda a educação básica. A formação habilita, ainda, para a docência de jovens e adultos e para a atuação do profissional na educação especial.

– Outras licenciaturas

Para dar aulas em disciplinas específicas, principalmente nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio, é necessário cursar uma licenciatura na área em que você tem interesse. Nesse caso, você deve optar, por exemplo, pelos cursos de licenciatura em História, Geografia, Química, Física e Letras, entre outros.

– Magistério

Esse não é um curso superior, mas sim de nível médio. O objetivo da formação em magistério é preparar o profissional para que ele atue nos anos iniciais da educação básica. Porém, como a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), de 1996, prioriza a formação de professores em nível superior, a atuação de quem conclui um curso de magistério acaba sendo cada vez mais restrita.

– Pós-graduação

Se o seu foco é dar aula em instituições de ensino superior, o caminho para atingir o seu objetivo será mais longo. Além da graduação, será preciso cursar uma especialização, um mestrado e até mesmo um doutorado. A definição dos cursos que serão necessários vai depender do nível de exigência da instituição de ensino superior em que você deseja atuar.

2. Como é o curso de Pedagogia em relação à grade curricular?

O curso de graduação em Pedagogia tem duração mínima de quatro anos. Nesse período, o acadêmico terá aulas como Filosofia da Educação, Direito Ambiental e Ética e Responsabilidade Social.

Veja outras disciplinas da grade curricular dessa faculdade e saiba mais sobre como é o curso de Pedagogia da Estácio:

  • Aspectos Antropológicos e Sociológicos da Educação;
  • Cultura, Diversidade e Educação;
  • História da Educação;
  • Psicologia da Educação;
  • Educação, Tecnologias e Novas Mídias;
  • Filosofia da Educação Brasileira;
  • Fundamentos da Educação de Jovens e Adultos;
  • Linguagens e Comunicação Docente;
  • Educação, Sexualidade e Gênero;
  • Educação Ambiental;
  • Filosofia da Linguagem;
  • História do Pensamento Contemporâneo;
  • Literaturas Africanas de Expressão Portuguesa;
  • Matemática – Fundamentos, Metodologia e Prática;
  • Planejamento Educacional;
  • Políticas Públicas e Organização da Educação Básica;
  • Supervisão e Orientação Pedagógica;
  • Estágio em Processos Educacionais;
  • Gestão Escolar: Teoria e Prática;
  • Estatística Aplicada à Educação;
  • Gestão de Pessoas e Dinâmicas Interativas;
  • Tópicos em Libras: Surdez e Inclusão.

3. Como deve ser o perfil de quem quer cursar Pedagogia?

O primeiro critério que você deve avaliar é o quanto você gosta e o quanto você aparenta ter habilidade no trato e na relação com crianças e adolescentes. Além de saber como é o curso de Pedagogia e como ele está estruturado, também é necessário ter paciência para ensinar e gostar de desafios.

Outro aspecto importante é que você tenha muita disposição e energia para lidar com as dificuldades diárias da área da educação e que goste de aprender. Isso porque a tecnologia está cada vez mais presente nas salas de aula e lecionar exige capacitação constante.

4. Como entrar na faculdade de Pedagogia?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre como é o curso de Pedagogia, você se identifica com essa área e acha que está preparado para esse desafio? Então saiba que entrar na faculdade de Pedagogia é muito simples.

A Estácio, uma das principais instituições de ensino superior do País, tem três formas de ingresso para quem deseja começar essa formação. Você pode optar pelo Vestibular Estácio, utilizar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para entrar no curso ou, no caso de já ter uma graduação em outra área, optar pela modalidade de Segunda Graduação.

A Estácio conta ainda com parcelamento facilitado, o PAR, que oferece juro zero e que não precisa de fiador, bem como oportunidades de bolsas de estudo para todas as suas formas de ingresso. Procure a unidade mais próxima de você e verifique as opções oferecidas. Aproveite a visita ao campus e confira como é o curso de Pedagogia, conhecendo toda a infraestrutura oferecida pela faculdade.

5. Mas, na prática, como é a atividade de um pedagogo?

As escolas são a principal área de atuação dos pedagogos, mas há diversas possibilidades dentro do ambiente educacional para que você possa desenvolver os seus conhecimentos e a sua prática profissional.

Veja algumas das possibilidades de atuação de quem se forma no curso de Pedagogia:

– Professor

A função mais conhecida de um pedagogo é a de atuar como professor. Ao focar nessa área, o profissional deverá, no seu dia a dia, planejar as aulas que ministrará, aplicar métodos de ensino, verificar as aptidões dos alunos e auxiliar em todo o processo de alfabetização, aprendizado e expressão deles.

– Gestor

Nessa função, o pedagogo atuará na administração do sistema educacional, trabalhando na articulação e na análise das propostas e das ações pedagógicas. Ou seja, o profissional vai atuar como um dos coordenadores, diretores ou supervisores escolares. Quem desempenha qualquer uma dessas funções contribui para o gerenciamento de toda a unidade educacional.

– Orientador

Os orientadores são figuras essenciais na trajetória de ensino de crianças e adolescentes. Nesse sentido, existem os orientadores educacionais, que podem auxiliar em conflitos e que ajudam os alunos a encontrar o melhor caminho para a aprendizagem e para os seus respectivos desenvolvimentos pessoais.

No caso dos adolescentes, uma ajuda importante também é dada pelo orientador vocacional. Esse profissional contribui para a tomada de decisões sobre o futuro profissional de cada jovem ao mapear as áreas e os cursos que se encaixam no perfil de cada aluno.

– Educação especial

O pedagogo também é habilitado para auxiliar na educação especial. Quando atua nessa área, o profissional trabalha impulsionando o aprendizado de alunos com deficiência e promovendo um ambiente de interação e inclusão entre os estudantes.

6. Além da sala de aula, em quais outras áreas um pedagogo pode atuar?

Ao descobrir como é o curso de Pedagogia, percebe-se como a área de atuação desse profissional pode ser ampla. Afinal, a habilidade de facilitar o aprendizado não é restrita a escolas e salas de aula.

Confira outras áreas em que esses profissionais podem atuar:

– Empresas

As empresas têm percebido a importância de melhorar as relações, a formação e a capacitação de seus colaboradores. Para atender a essa demanda das organizações, ganhou força nos últimos anos o trabalho do pedagogo.

Utilizando técnicas e ferramentas pedagógicas, o profissional formado em Pedagogia auxilia no treinamento e no desenvolvimento do pessoal que atua no âmbito empresarial. Para quem deseja atuar com esse foco, há, inclusive, cursos de especialização focados em Pedagogia Empresarial.

– Hospitais

Dar apoio pedagógico a crianças e adolescentes internados em hospitais pode ser uma forma de tornar esse período de tratamento mais leve e, ao mesmo tempo, mais produtivo. Para isso, o profissional formado no curso de Pedagogia utiliza metodologias que respeitam as limitações de cada paciente e têm como foco o tratamento humanizado.

O profissional formado em Pedagogia que atuar no ambiente hospitalar irá auxiliar nas tarefas das crianças e dos jovens, prestando atendimento escolar individualizado e desenvolvendo atividades lúdicas que ajudem no processo de recuperação. Para quem quer atuar nesta área, há cursos de pós-graduação voltados para o campo da Pedagogia Hospitalar.

– Editoras, empresas de conteúdo e de games

O pedagogo pode ajudar na elaboração de livros infantis e materiais didáticos em editoras. Também pode atuar em instituições que oferecem educação a distância ao trabalhar na criação de cartilhas, livros e outros materiais que serão usados nos cursos oferecidos.

Além disso, o pedagogo pode trabalhar na criação de jogos virtuais educativos. Nesse segmento, é fundamental ter a colaboração de um pedagogo para elaborar conteúdos e metodologias com caráter educativo.

– Psicopedagogia

Ao atuar nessa área, o profissional de Pedagogia estará focado em acompanhar e estudar os processos de aprendizagem. Para isso, o psicopedagogo irá utilizar ferramentas pedagógicas, da Psicologia e da Antropologia para trabalhar as dificuldades e os transtornos que impactam na hora de a criança ou o jovem assimilar os conteúdos propostos pela escola. Existem no mercado cursos de especialização nesse segmento.

– ONGs e setor público

O pedagogo pode atuar, ainda, na elaboração de políticas públicas na área de educação e desenvolvendo estratégias de inclusão e ensino. O profissional formado no curso de Pedagogia está habilitado a criar e executar projetos educacionais. Todo esse trabalho pode ser feito no setor público, em ONGs, fundações e entidades com ou sem fins lucrativos.

7. Como é o mercado de trabalho para quem se forma em Pedagogia

Agora que vimos que a área de atuação para esse profissional é ampla, será importante para você saber como é o curso de Pedagogia em relação ao mercado de trabalho.

Pedagogia é um dos cursos com maior número de alunos do País. O Censo da Educação Superior, realizado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), revela como essa formação, que em 2009 ocupava a terceira posição entre os cursos com maior número de matrículas no Brasil, passou a ocupar a segunda posição nesse ranking em 2017 – atrás apenas do curso de Direito.

Se analisadas apenas as matrículas entre mulheres, o curso de Pedagogia assume a primeira posição. Ou seja, o que não falta são profissionais formados nessa área. O levantamento do Inep mostra ainda que, em 2017, 39,1% dos professores que atuavam na educação básica frequentavam um curso superior de Pedagogia.

Um dos atrativos da formação em Pedagogia é o grande número de escolas no País. Lembrando que as instituições de ensino básico são apenas um dos campos de atuação do profissional formado em Pedagogia.

Em 2018, por exemplo, o País tinha nada menos que 181,9 mil escolas públicas e privadas em atividade. Segundo dados do Censo Escolar, naquele ano havia 762,8 mil docentes lecionando nos anos iniciais do ensino fundamental e 589,8 mil na educação infantil. Ou seja, no total, foram contabilizados 2,2 milhões de professores na educação básica brasileira em 2018.

Mas os professores ainda enfrentam alguns desafios. O principal deles é a desvalorização da carreira. Prova disso aparece na pesquisa Profissão Docente, que mostra que praticamente metade (49%) dos professores não recomendaria a um jovem se tornar educador. Essa falta de incentivo é explicada pelo fato de os professores consultados considerarem a profissão desvalorizada. Sendo uma iniciativa da organização Todos Pela Educação e do Itaú Social, o levantamento foi divulgado em 2018.

O estudo aponta ainda que os principais motivos para a insatisfação dos docentes são a desvalorização da carreira, a remuneração baixa e a rotina desgastante. Segundo a pesquisa, a remuneração média dos professores brasileiros é de R$ 4,4 mil. Já segundo o Guia de Profissões e Salários da Catho, o salário médio fica em R$ 1,8 mil.

Então a dica que vale para os futuros profissionais que querem atuar como pedagogos é buscar capacitação através de cursos de especialização e de atualizações constantes. Essa dica vale tanto para quem deseja implementar novos métodos de ensino, adotando tecnologia em sala de aula, por exemplo, quanto para quem quer buscar oportunidades em outras áreas.

Este post ajudou você a saber como é o curso de Pedagogia? Então acompanhe o nosso blog e não perca informações sobre processos seletivos e a situação de diferentes profissionais no mercado de trabalho. Por aqui você também poderá conferir dicas de como conseguir bolsas de estudo na faculdade. Até o próximo conteúdo!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui