Atualmente, o mercado exige dos profissionais habilidades que os destaquem e façam diferença no dia a dia de uma empresa. A proatividade é uma característica bem avaliada entre os empregadores e pode ser um diferencial para um negócio, ou projeto de sucesso. Por isso, pensar em ser mais proativo é uma necessidade para o futuro.

De forma geral, o proativo consegue se programar e antecipar problemas ou se colocar à disposição para realizar tarefas com as quais ele não tem obrigação. Com isso, é um profissional com a inteligência de prever situações de risco e por isso é extremamente valorizado no mercado.

Pense bem, quem não quer ter uma pessoa proativa no seu time? Uma pessoa com a capacidade de olhar além do óbvio e com leitura sobre as várias situações do dia a dia? É uma excelente qualidade. Assim, é bom revermos como se caracteriza a proatividade e como se tornar alguém mais proativo no futuro.

UTILIZE SUA NOTA DO ENEM PARA ENTRAR EM UM CURSO DA ESTÁCIO!

Leia também: Bacharelado e licenciatura: qual o melhor tipo de curso para você?

O que é proatividade?

Em linhas gerais, o proativo pode agir e se antecipar a possíveis problemas. São pessoas com a habilidade de perceberem adversidades logo de cara ou durante o percurso de um projeto. Com isso, fica bem mais fácil criar planos B para as mais diversas situações e evitar algum desgaste ou rusgas no processo.

Assim, o proativo age com rapidez e certa autonomia. Ele não espera alguém dizer o que precisa ser feito. Ele toma atitude, conforme as regras e limites estabelecidos, é claro. Aliás, bom pontuarmos isso: proatividade é diferente de imprudência.

Existem também outras características inerentes à proatividade. Um exemplo: para conseguir se antecipar aos problemas, você deve ser alguém com a capacidade de ler diversos cenários e situações. Além disso, não dá pra ser proativo sem uma boa organização.

Por que a proatividade é valorizada no mercado de trabalho?

Os recrutadores consideram a proatividade uma soft skill, ou seja, uma habilidade de um funcionário. Com isso, o RH faz um filtro e avalia se o cargo no qual a pessoa está se candidatando exige esta característica.

No geral, as empresas preferem contratar profissionais desse tipo exatamente por ajudarem no planejamento das instituições. Como a pessoa consegue se adaptar e prever obstáculos, nada melhor do que ter alguém na sua equipe com essas habilidades.

Além do mais, as organizações gostam de contar com profissionais comprometidos com metas a longo prazo e na busca por resultados. No fim, contratar um proativo ajuda evitar problemas. Já pensou como seria a reputação de instituições se não tivessem profissionais prontos para resolver percalços? A importância chega nesse nível.

Como ser proativo no dia a dia?

Não existe uma fórmula mágica para isso, mas também não é um talento que só nasce com a pessoa. É bem possível desenvolver essa soft skill conforme você estuda, trabalha e mantém contato com pessoas talentosas ou mais experientes. Assim, não desanime se você não se vê como proativo. Esse talento pode vir com o tempo.

Logo, o primeiro passo é se especializar na área de atuação. Entenda tudo sobre o local de trabalho e emprego e sempre atualize seus conhecimentos. Parece óbvio, mas não dá pra ser proativo sem compreender bem a realidade de uma profissão. Por isso, foque nos estudos e sempre leia muito.

Fazer uma graduação já seria excelente e o principal passo para conseguir os conhecimentos necessários. Claro, é bom lembrar de escolher um curso aprovado pelo MEC e com uma grade curricular excelente.

Outra forma é observar quem fez antes. Converse com pessoas com essa capacidade e entenda como elas atuam para antecipar problemas. Além do mais, peça exemplos de momentos onde essa habilidade foi exigida e compare com o seu dia a dia e as situações comuns no seu trabalho.

Podemos resumir dessa forma:

  1. Se especialize e estude bastante;
  2. Aprenda como antecipar problemas, a partir dos mais diversos cenários;
  3. Tente pensar fora da caixa e ser mais inovador;
  4. Estude casos anteriores;
  5. Consulte pessoas com a mesma capacidade.

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Saiba mais: Áreas da Administração: confira quais as que estão em alta

Proatividade: uma qualidade do Século XXI

Foi se o tempo onde exigiam apenas um trabalhador passivo, sem voz e com a capacidade de apenas cumprir ordens. O mercado na atualidade exige mais atitude das pessoas e quem não se alinha a essa demanda acaba ficando para trás, de uma forma ou de outra.

Por isso, passar a ser mais proativo é entender que o mercado mudou e as necessidades também são bem diferentes. As instituições querem ouvir as suas ideias e planos para o futuro. Querem saber se podem contar com o seu olhar a longo prazo e se consegue antecipar situações.

A proatividade é necessária e real. Por isso, coloque essa habilidade em prática no seu dia a dia. Como vimos, não tem fórmula mágica para desenvolvê-la. Estudo, disposição e concentração são a base. Agora é com você!

Se esse texto te ajudou, continue lendo outras produções do nosso blog para receber dicas legais como essas. Até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui