Por muitos anos estivemos familiarizados com as engenharias tradicionais, como civil, elétrica e mecânica. Com o tempo foram surgindo outras áreas promissoras dentro da engenharia e, assim, também as dúvidas para escolher o melhor caminho profissional para quem escolheu engenharia. Nesse post, vamos falar sobre o que faz um Engenheiro de Produção e também sobre o curso de graduação na área, oferecido pela Estácio.

Em resumo, o Engenheiro de Produção nada mais é do que o profissional de engenharia, que é da área de exatas, mas atua também na área de administração, considerada uma área de humanas. Sendo assim, o curso de Engenharia de Produção é considerado abrangente, pois envolve as duas áreas.

Ele está ligado à processos que para quem olha de fora, são invisíveis, porém de fundamental importância para as empresas e também para a sociedade como um todo. É considerada a menos tecnológica das engenharias, contudo é a mais abrangente delas.

Assim, vamos falar mais a fundo sobre que faz um Engenheiro de Produção e como você faz para tornar-se um.

MATRICULE-SE NO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA ESTÁCIO

Leia também: Engenharia a distância: conheça os cursos disponíveis

O que faz um Engenheiro de Produção?

O Engenheiro de Produção é responsável por todas as atividades que abrangem o ciclo produtivo de uma empresa. Algumas dessas atividades são: planejamento, controle e monitoramento da produção, garantia da qualidade, gestão de projetos e equipes, controle de custos e monitoramento da estocagem.

Está ligado diretamente ao chão de fábrica, com disciplinas exclusivas voltadas para essa área, embora tenha atuação em uma variedade de segmentos de empresas.

O foco do profissional é reduzir custos, otimizar processos e garantir qualidade, ou seja, melhorar todo o ciclo produtivo da empresa. Tudo isso com responsabilidade social e sustentabilidade. É o que faz um Engenheiro de Produção.

Ele pode ser responsável pelo descarte dos materiais e resíduos, sendo assim, precisa estar a par das legislações e exigências do mercado que atua. Portanto, também deve estar sempre atento aos tipo de materiais utilizados na empresa e seu ciclo produtivo, além de evitar desperdícios.

Profissional com visão ampla dos processos

O Engenheiro de Produção é responsável por planejar, projetar e gerenciar os recursos humanos e os materiais de uma empresa. Entretanto, ele também pode implantar sistemas informatizados para auxiliar na gestão e melhorar a eficiência. Mas, pode também programar as compras, a produção e a distribuição de bens ou serviços oferecidos.

Tem uma visão ampla dos processos e principalmente, uma aptidão gerencial para lidar com os processos. O currículo é voltado principalmente para o gerenciamento de negócios.

Enfim, para se tornar um Engenheiro de Produção é necessário fazer um curso de graduação na área. A Estácio oferece este curso, o qual vamos falar a seguir.

Leia também: Como o Business Intelligence pode aumentar minha eficácia

Curso de Engenharia de Produção da Estácio

O curso de Engenharia de Produção da Estácio é da modalidade bacharelado, com duração média de 5 anos. Está disponível na modalidade presencial.

Prepara profissionais com formação generalista, humanista, crítica, criativa e reflexiva, atuando de forma proativa em face das mudanças tecnológicas e de mercado. Assim, oferece conhecimento distintivo sobre modernas ferramentas de modelagem e simulação, que apoiam nos processos decisórios que os futuros engenheiros enfrentarão na sua trajetória profissional.

A grade curricular básica é semelhante às outras engenharias, com muitas matérias de cálculo, física, química e computação, e então, no decorrer do curso, o estudante é apresentado à disciplinas relacionadas à administração, gerenciamento e economia. Conheça agora as disciplinas que compõem o curso de Engenharia de Produção da Estácio.

Grade Curricular

  • Bases Físicas;
  • Bases Matemáticas;
  • Engenharia Sustentável;
  • Planejamento de Carreira e Sucesso Profissional;
  • Princípios de Gestão;
  • Cálculo Diferencial e Integral I, II e III;
  • Engenharia e Sociedade;
  • Física Teórica e Experimental I e II;
  • Geometria Analítica e Álgebra Linear;
  • Lógica de Programação;
  • Análise de Dados;
  • Expressão Gráfica;
  • Mecânica dos Sólidos;
  • Fenômenos de Transporte;
  • Projeto Assistido por Computador;
  • Química Tecnológica;
  • Tópicos em Libras: Surdez e Inclusão;
  • Análise de Dados em Processos Produtivos;
  • Bases de Contabilidade;
  • Eletricidade Aplicada;
  • Engenharia de Métodos;
  • Modelagem Matemática;
  • Bases Econômicas;
  • Engenharia Econômica Avançada;
  • Modelagem de Processos Produtivos;
  • Pesquisa Operacional I e II;
  • Planejamento e Controle da Produção;
  • Sistemas de Qualidade;
  • Análise de Balanço e Orçamento em Processos Produtivos;
  • Economia para Engenharia II;
  • Processos de Fabricação na Engenharia de Produção;
  • Segurança e Ergonomia;
  • Automação de Processos Gerenciais;
  • Contabilidade de Custos e Gerencial;
  • Gestão do Conhecimento e Inovação;
  • Inteligência Artificial em Processos Produtivos;
  • Mobilidade e Sistemas de Transporte;
  • Simulação da Produção e Teoria das Filas;
  • Análise de Impactos Ambientais;
  • Engenharia de Manutenção e Confiabilidade;
  • Gestão e Legislação Ambiental;
  • História dos Povos Indígenas e Afrodescendentes;
  • Logística dos Processos Produtivos;
  • Projeto de Fábrica e Layout;
  • Supervisão de Estágio e Pré-Projeto em Engenharia de Produção;
  • Engenharia do Produto;
  • Gerenciamento Ambiental para Sistemas Produtivos;
  • Gerenciamento Integrado de Processos Produtivos;
  • Inovação Tecnológica e Empreendedorismo;
  • Mercado Financeiro;
  • Projeto Final em Engenharia de Produção;
  • Sistemas de Gestão Ambiental.

Já falamos um pouco mais sobre as disciplinas estudadas no curso de Engenharia de Produção da Estácio aqui no blog. Clique aqui para conferir.

Mercado de Trabalho

O que faz um Engenheiro de Produção no mercado de trabalho? Ele é apto a identificar e solucionar problemas ligados às atividades de projeto, operação, gerenciamento do trabalho. Igualmente, de sistemas de produção de bens e/ou serviços de indústrias de manufatura, à organizações de prestação de serviço, seja de origem pública ou privada.

Ele está presente em indústrias de todos os segmentos. Sempre há grande demanda de vagas no mercado para o Engenheiro de Produção, afinal, ele é essencial para a gestão controle e otimização de uma linha de produção independente da sua natureza.

A área de atuação desse profissional é muito ampla e a cada dia se expande, justamente por suas características gerenciais e conhecimento de processos em geral.

É importante que ele desenvolva a habilidade de lidar com problemas e facilidade de encontrar soluções de forma rápida, otimizada e com menor custo.

Alguns dos setores mais comuns de atuação são: indústrias; órgãos públicos, pois auxiliam no desenvolvimento regional e na fiscalização de obras e processos; lojas de varejo; setor turístico; bancos, atuando como analista de investimentos e empresas de tecnologia da informação.

Quanto ganha um Engenheiro de Produção

Segundo o site salario.com.br, um Engenheiro de Produção ganha em média R$ 8.341,37 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 42 horas semanais. Isso, de acordo com dados oficiais do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

O piso salarial, que é considerado a média do salário base de acordos, convenções coletivas e dissídios coletivos  está R$ 7.613,08. Esse valor base, assim como o reajuste de cada ano é homologado por acordo, convenção coletiva ou dissídio dos Engenheiros de produção, qualidade, segurança pelo sindicato.

O salário para profissionais recém-formados em Engenharia de Produção, com base no CAGED é de R$ 7.572,50.

Os maiores salários por área de atuação estão nas atividades técnicas relacionadas à engenharia e arquitetura, com tetos salariais de R$ 17.672,30, seguido por atividades de apoio à extração de petróleo e gás natural, com teto de R$ 16.443,57.

E você? Se interessou pela profissão? Acha que se identifica com o que faz um engenheiro de produção? Se sim, matricule-se já no curso de Engenharia de Produção da Estácio e entre nesse mercado tão abrangente e bem remunerado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui