Quer aprender como fazer um portfólio atrativo para alcançar novos clientes, fechar um negócio ou conquistar um novo emprego? Existem várias maneiras de fazer portfólio, bem como ferramentas indicadas para auxiliar na sua construção. Preparamos um texto com 6 dicas para mostrar seu trabalho através da elaboração de um portfólio.

Portanto, tenha em mente que ele precisa estar bem estruturado de tal forma que seja atrativo à leitura e ao olhar, despertando o interesse em adquirir seu trabalho.

Acompanhe!

Leia mais: Descubra já como fazer um currículo para o primeiro emprego

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

O que é portfólio?

Portfólio, portfolio, portefólio, porta-fólio são maneiras distintas para expressar um conjunto de materiais ou trabalhos elaborados durante sua carreira profissional. Ele evidenciará suas habilidades, competências, qualificações e experiências.

Diz-se ainda que o portfólio representa uma lista de todo o trabalho em andamento na organização, a fim de alcançar os objetivos do negócio. Normalmente denomina-se portfólio de projetos.

Diferentemente do currículo, que dispõe informação sobre seu perfil profissional, o portfólio evidencia todos os trabalhos que você já realizou em sua trajetória profissional.

Conforme seu objetivo profissional, há algumas formas diferentes de fazer seu portfólio, entenda um pouco mais na sequência da leitura.

Portfólio de projetos

A sexta edição do Guia PMBOK®, uma das maiores referências internacionais em gestão de projetos, aborda tal conceito que diz: conjunto de projetos, programas, subportfólios e operações gerenciadas em grupo para alcançar objetivos estratégicos.

Ou seja, portfólio de projetos é como se fosse uma “carteira” com diferentes projetos organizados de tal maneira que o gerente possa avaliar e selecionar os que mais se adequam às estratégias da empresa.

Os tipos de portfólio

Impresso

Pode-se pensar que apresentar um portfólio na versão impressa não é atual, mas pelo contrário. Para alguns profissionais é a forma mais atrativa e visual de mostrar seu trabalho.

A exemplo dos arquitetos que preferem a versão impressa pois conseguem de maneira mais efetiva evidenciar a qualidade dos seus projetos.

Portanto, as imagens no papel geram um maior impacto em comparação com a forma digital, e contribuem positivamente para impressionar o cliente e ocasionar o fechamento do negócio.

Então, atente-se para mostrar algo com qualidade, sem economia na impressão e nem na qualidade do papel utilizado. Pense que esse papel é sua vitrine!

Digital

A forma digital possui algumas vantagens, tais como:

  • Baixo ou nenhum custo;
  • Fácil compartilhamento;
  • Fácil confecção, sendo feito no seu próprio computador.

Contudo, indica-se um portfólio digital para profissionais que já possuem um trabalho digital, ou seja, os designers e redatores web, por exemplo.

Contudo, existem duas maneiras de apresentar um portfólio digital.

PDF

O Portable Document File é universal, ou seja, compatível em todas as máquinas e, por isso, bastante utilizado. Torna-se atraente por gerar um documento leve e contendo inúmeras páginas. Além disso, não perde formatação ao enviar ou imprimir o documento.

Porém, pode apresentar alguma dificuldade em fazê-lo, caso não tenha habilidade com diagramação.

Entretanto, existem no mercado alguns softwares gratuitos e específicos que irão auxiliá-lo nesse processo.

Plataformas online

Existem algumas plataformas online para elaboração do seu portfólio. Como por exemplo, o Behance. Uma plataforma que pertence à Adobe, ideal para quem busca criar algo, principalmente por possuir ferramentas bastante intuitivas e práticas.

Outra plataforma bastante usada é Cargo Colletive por ser simples e funcional.

Já o WordPress apresenta funcionalidade atrativa e intuitiva própria para desenvolver bons conteúdos. Se você é usuário, pode optar pela plataforma Rock Stage para auxiliá-lo no gerenciamento do seu site ou para montar seu portfólio.

Dicas para fazer um excelente portfólio

Não adianta apenas reunir os seus trabalhos e dispor de qualquer maneira. É preciso fazer algo organizado e planejado.

Separamos algumas dicas para auxiliá-lo, seja você um arquiteto, um engenheiro, um pintor ou uma empresa!

1. Estabeleça seu objetivo

Primeiro passo para a construção de um portfólio é definir seu objetivo.

Você deseja alcançar mais clientes? Buscar um novo emprego? Se estudante, buscar uma forma de registrar seu progresso e fazer uma avaliação ao longo do tempo?

Por isso, tenha em mente qual é o objetivo do seu portfólio, visto que será o norte para a sua criação.

2. Dê prioridade aos melhores trabalhos

Em sua carreira deve ter uma infinidade de trabalhos, selecione os principais, ou seja, dê prioridade aos melhores. Mas não se preocupe se está iniciando sua carreira, mostre o que já fez até o momento.

Sabe-se que o currículo deve apresentar informações sucintas sobre sua carreira, na qual nem todas as atividade que fez ou faz tem algum sentido em um processo de recrutamento. Portanto, seja ser claro e objetivo.

Da mesma forma, o portfólio deve seguir uma linha objetiva capaz de apresentar o que você realmente é capaz de fazer. Aqui é necessário evidenciar suas habilidades e competências!

3. O primeiro portfólio

Caso tenha finalizado sua graduação ou seus estudos recentemente, ou ainda, está mudando sua área de atuação, não pense que não há como fazer um portfólio atraente.

Nesses casos, priorize os trabalhos da faculdade, os projetos pessoais, serviços realizados na área, mesmo aqueles que não obtiveram remuneração.

Cabe ressaltar sobre importância de citar os projetos pessoais pois eles possuem traços específicos seus com destaque para suas qualidades e habilidades.

4. Apresente-se

Reserve um espaço, dentro do seu portfólio, para apresentar-se, ou seja, falar algo sobre você.

Geralmente, faz-se uma sessão, que pode se chamar “sobre mim”, na qual deve conter informações sobre sua carreira profissional e suas qualificações.

Nessa sessão, aproveite para descrever sua trajetória. Você pode incluir uma foto e apresentar depoimentos de seus clientes. Dessa forma, seu portfólio vai alinhar com seu marketing pessoal.

Você também poderá inserir um CTA no final do texto, a fim de incentivar o potencial cliente a contratar os seus serviços.

O CTA é um sigla em inglês que significa “call to action”, ou seja, requer a ação imediata dos visitantes, leads ou clientes de determinado site para fazer alguma interação, logo depois de ter visualizado um conteúdo específico.

5. Valorize a simplicidade

Sabe aquele ditado menos é mais? Então, valorize o que tem de mais relevante, organize e apresente de maneira objetiva, limpa e atraente aos olhos.

Tanto serve para os portfólios baseados em imagens quanto aos baseados em textos. No primeiro caso, exagerar pode não atrair o olhar do potencial cliente que fica confuso com tanta informação.

Já nos portfólios baseados em textos, se ao iniciar a leitura houver confusão ou não trouxer a informação desejada, o leitor imediatamente fecha a página e vai em busca de outro site.

Mas não é isso que desejamos. Então capriche no texto e use ferramentas atrativas que retenham a atenção do leitor. Você pode seguir as seguintes dicas:

  • Construa ideias em parágrafos curtos: a forma como você escreve e constrói suas ideias devem ser coesas, coerentes e atrativas, sem rodeios. Desse modo, evite frases e parágrafos extensos, bem como inversões, intercalações e encadeamentos complexos de ideias;
  • Use vocabulário simples: para uma boa comunicação escrita o melhor é fazer uso de palavras simples, sem vocabulário robusto, ao menos que o assunto seja técnico.

6. Fluidez na leitura e a navegação

Aqui a atenção está na escolha de uma boa fonte, que não provoque estranheza, não seja extravagante e não prejudique a leitura e a compreensão. Prefira fontes que facilitem ao máximo a tarefa de quem está avaliando o seu trabalho.

Além disso, organizar o conteúdo por categorias e disponibilizá-las na página principal pode ser um forma bastante atrativa e eficaz na busca pela informação.

Dessa forma, seu portfólio contará com um modelo de navegação parecido com a de um website comum.

UTILIZE SUA NOTA DO ENEM PARA ENTRAR EM UM CURSO DA ESTÁCIO!

Leia também: O que colocar no objetivo do currículo? Tire a dúvida!

Ficou claro como fazer um portfólio? Invista em seus estudos

Um bom portfólio será sua vitrine para atrair possíveis clientes, conseguir um emprego ou um novo trabalho.

Mas antes disso precisa desenvolver habilidades e possuir conhecimento para traçar sua carreira profissional.

Prepare-se para o mercado e matricule-se nos cursos da Estácio, todos de alta qualidade e reconhecidos pelo MEC.

E continue acompanhando o nosso blog para mais dicas como essas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui