Clínicas e hospitais possuem um papel primordial no funcionamento da sociedade, por garantirem saúde às pessoas. Porém, nunca devemos esquecer que existe um trabalho de gerenciamento nessas instituições, as quais podem ser empresas com foco na geração de renda. Nesse cenário entra a área de Gestão em Saúde.

Unindo conceitos de economia, administração e saúde, essa área é essencial na boa gestão dos recursos e ações de uma clínica ou hospital. Com isso, o trabalho do gestor é importantíssimo para que os pacientes e funcionários tenham uma boa experiência no local.

No mais, é possível estudar para atuar em Gestão em Saúde, a partir de uma graduação ou mesmo em uma especialização. Ficou interessado? Continue lendo e veja um pouco mais sobre a área e quais cursos fazer para seguir essa linha.

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Saiba mais: Psicopedagogia Estácio: conheça o curso e a área de atuação

O que é Gestão em Saúde?

Apesar de oferecerem serviços de saúde, as clínicas e hospitais também são empresas, com necessidade de uma boa gestão. Nesse caso, as instituições possuem uma responsabilidade bem grande em tratar os pacientes, mas também focam na geração de renda.

Com isso, é preciso encontrar meios de garantir uma boa experiência aos pacientes, ao mesmo tempo em que as finanças e políticas dentro da empresa estejam funcionando bem. Aí entra o papel do gestor de saúde.

Ele cuida do planejamento, organização e direção da empresa, focando na boa gestão dos recursos. Além disso, o profissional também administra os recursos humanos, sanitários e logísticos do estabelecimento. No fim, o gestor cuida da administração da organização, garantindo que todos os procedimentos ocorram de forma eficiente.

É papel do gestor de saúde:

  • Acompanhar a execução de serviços de terceiros;
  • Desenvolver políticas para o bem estar dos profissionais;
  • Gerenciar despesas e receitas da clínica;
  • Gerenciar serviços e processos de trabalho em unidades de saúde;
  • Participar do planejamento, avaliação e controle de políticas de saúde;
  • Previsão e provisão de estoque.

Qual o perfil do profissional?

Geralmente quem já está na área da saúde atua como gestor, por ter os conhecimentos de como um centro hospitalar precisa funcionar. Por isso, formados em Medicina, Enfermagem e Biomedicina resultam em excelentes gestores de saúde. Porém, quem é graduado na parte administrativa também pode se dar bem.

No fim, o profissional precisa ser bem organizado e saber definir metas. Além disso, conhecimentos de economia e logística também são muito importantes nesse trabalho, assim como um bom tato no relacionamento com outros profissionais.

Por isso, podemos dizer que o Gestor em Saúde é um profissional multifacetado e com diversas qualidades.

Qual curso fazer em Gestão em Saúde?

A parte boa da Gestão em Saúde é a possibilidade de atuar na área fazendo uma graduação ou uma especialização. A primeira geralmente aparece no modelo tecnólogo, com duração de dois anos e foco no estudo para o mercado de trabalho. Dessa forma, você sai pronto para atuar em clínicas e hospitais.

Já a segunda é uma pós-graduação lato sensu, com duração de um ano e meio. Profissionais já graduados na área da saúde ou administração podem escolher essa opção. A ideia aqui é aprofundar e apresentar temáticas relevantes para o segmento, unindo conceitos importantes para a Gestão em Saúde.

Convenhamos, ter duas opções para atuar num segmento tão requisitado é ótimo. Claro, é importante escolher um curso aprovado pelo Ministério da Educação (MEC) e com bons professores e grade curricular.

Vale a pena lembrar que a área da saúde sempre possui um mercado bem aquecido, com boas possibilidades de emprego. Mesmo não atuando diretamente com pacientes, o gestor é bastante requisitado, pelo papel central em uma empresa.

Gestão de Saúde e Administração Hospitalar da Estácio

Uma das boas opções de curso é o MBA em Gestão de Saúde e Administração Hospitalar da Estácio. Nele, os alunos entram em contato com conteúdos relevantes para se tornarem coordenadores, supervisores e diretores. O curso tem como objetivo formar profissionais com conhecimentos variados, especialmente nos processos administrativos hospitalares.

A especialização da Estácio dura um ano e meio e pode ser feita de forma presencial. O público-alvo engloba formados em Enfermagem, Psicologia, Medicina e Administração.

Grade Curricular

  • Auditoria em Saúde;
  • Consultoria;
  • Design Thinking;
  • Diretrizes Estratégicas Mercadológicas em Saúde;
  • Economia e Finanças em Saúde;
  • Estratégia Empresarial;
  • Ferramentas de inteligência de negócios;
  • Finanças Empresariais;
  • Gestão de equipe e liderança;
  • Gestão de gente em Saúde;
  • Humanização e cuidado em Saúde;
  • Logística Hospitalar;
  • Marketing Estratégico;
  • Modelos de Gestão Contemporânea;
  • Organização de Unidades de Saúde;
  • Orientação de carreira com Coaching;
  • Planejamento Estratégico;
  • Politicas e Legislação em Saúde;
  • Qualidade nos Serviços de Saúde;
  • Tecnologias da Infor. e Comunicação.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO NA PÓS-GRADUAÇÃO DA ESTÁCIO E CRESÇA NA CARREIRA

Leia também: Gestão em e-commerce Estácio: veja o que estuda e o mercado

Já decidiu sobre qual curso fazer?

Com certeza ficou bem mais fácil de entender tudo sobre essa área e como ela é importante nas clínicas, hospitais e centros de saúde que frequentamos. Afinal, a gestão nesses locais também precisa ser eficiente. Mas e aí, vai fazer o curso para atuar na área? É só correr e fazer a matrícula!

Se o nosso texto te ajudou, continue lendo as produções do nosso blog e siga bem informado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui