Quando estamos pensando em fazer um curso superior, é comum nos depararmos com nomenclaturas diferentes para as instituições de ensino. Afinal, qual a diferença entre faculdade ou universidade? Na prática, escolher entre uma outra pode influenciar na sua vida profissional.

Grosso modo, são poucas diferenças. Vale destacar, porém, que a principal delas é na quantidade e variedade de cursos oferecidos, além de infraestrutura, por exemplo. Porém, ambas podem ter opções excelentes, com qualidade para serem a base da sua carreira profissional.

Ainda assim, precisamos saber a diferença entre faculdade e universidade. Para isso, separamos um guia com as principais características dos dois tipos de instituições de ensino superior e apontamos qual a melhor opção para você.

Leia também: Quais tipos de faculdades existem? Entenda aqui!

Faculdade: principais características

Uma faculdade costuma estar relacionada à uma área de conhecimento. Assim, essa instituição pode oferecer cursos no segmento de Ciências Exatas, ou focar em um curso apenas, como Direito. E essa é a principal característica dela: a atenção está em uma área específica e não em várias.

Por isso, a faculdade tende a oferecer uma quantidade menor de opções de graduação. Outro diferencial são as atividades obrigatórias. Nesse caso, o foco é o mercado de trabalho. Assim, a faculdade não precisa oferecer ações de extensão ou mesmo a produção de pesquisa. Não significa que não possa ter esses elementos, mas não é uma necessidade determinada pelo Ministério da Educação (MEC).

Cursos e corpo docente

O MEC, aliás, deve aprovar a criação de cursos caso a instituição seja considerada uma faculdade. Isso acontece independente da modalidade da graduação. Ou seja, presencial ou EaD, ela precisa pedir a autorização ao órgão público. No caso do corpo docente, um terço dele precisa ter titulação de especialista.

Entenda como funciona uma universidade

Uma universidade é mais ampla e oferece cursos das mais diversas linhas. Lá, você pode escolher entre Psicologia, Educação Física, Engenharia de Produção ou Jornalismo, por exemplo. Não existe apenas uma área de conhecimento.

Como essa base de cursos é maior, a instituição precisa oferecer atividades de extensão e fomentar a pesquisa. O MEC acredita que uma universidade deve desenvolver conteúdo relevante para a sociedade, por isso fazer pesquisa é tão importante.

Isso vem acompanhado de outra obrigatoriedade: ter, no mínimo, quatro pós-graduações stricto sensu, com uma delas de doutorado.

Cursos e corpo docente

A universidade tem mais autonomia na hora de criar novos cursos. Por isso, não precisam pedir autorização ao MEC e podem iniciar graduações por conta. Porém, a régua sobe quanto à especialidade dos professores: um terço deles precisa ser de doutores ou mestres e os profissionais devem ter dedicação integral ao trabalho.

Faculdade ou universidade: diferenças e similaridades

No geral, ambas podem ser públicas ou privadas. Tudo depende da forma com que cada instituição foi fundada. Isso lembra uma coisa bem importante: a qualidade de ensino depende da avaliação do Enade e de outros aspectos. Ser uma universidade não garante, necessariamente, um ensino melhor comparado ao de uma faculdade. Por isso, repare nas notas dos órgãos públicos e relatos de alunos.

Quer um exemplo prático? O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) é uma das faculdades mais renomadas e importantes do Brasil. E é isso mesmo, é uma faculdade. Como é especializado na área da engenharia, especialmente a aeronáutica, o ITA não pode ser considerado uma universidade, e isso não influencia na qualidade dos cursos.

Então quer dizer que o diploma tem o mesmo valor, independente da instituição? Sim! O seu desempenho e a forma de lidar com os desafios do curso acabam pesando mais, além das produções e atividades realizadas durante a graduação.

Faculdade ou universidade: algumas diferenças

Porém, é óbvio que por ter mais diversidade, a universidade acaba oferendo mais elementos para uma vida acadêmica mais rica. Você tem um melhor networking com pessoas de outras áreas e acesso a eventos maiores. Assim consegue mais contatos e possibilidades de trabalho para o futuro.

A estrutura também é diferente. Como tem mais alunos, a universidade pode contar com um número maior de salas e laboratórios, além de auditórios para eventos. Mas isso não é regra, apenas uma tendência.

Mas e o Centro Universitário?

Bom, nesse caso o Centro Universitário oferece mais opções de cursos em diversas áreas de conhecimento se comparado à uma faculdade. Porém, ele não tem a estrutura de uma universidade e não conta com tantos professores especialistas.

Outra coisa: um Centro Universitário tem autonomia na hora de formar um curso, ou seja, não precisa pedir permissão ao governo. Com isso, podem oferecer alternativas de ótima qualidade e ser uma excelente opção.

Leia mais: 6 caminhos para conseguir bolsas de estudo para faculdade

A Estácio é uma faculdade ou universidade?

A Universidade Estácio de Sá foi fundada há mais de 50 anos na cidade do Rio de Janeiro. Como muitas outras universidades, ela iniciou oferecendo apenas um curso, o de Direito. Atualmente, é uma das maiores quando o assunto é curso superior, com mais de 70 unidades no Brasil e 300 mil alunos matriculados.

Como possui diversas unidades, a Estácio concentra faculdades, universidades e centros universitários. Por isso, dá pra considerar que ela tem de tudo um pouco. Porém, a primeira e maior unidade é uma universidade.

Para ter certeza, é bom acessar o site da instituição e escolher qual sede você vai estudar. Assim, o aluno saberá qual o tipo e pode selecionar o curso desejado. Vale lembrar que a Estácio tem unidades extremamente bem avaliadas pelo MEC.

Benefícios Estácio

Uma universidade com 50 anos no mercado só pode ser referência em educação, não acha? Pois a Estácio oferece muitas vantagens aos alunos. Além de ser extremamente respeitada, a instituição possui infraestrutura completa, com modernos laboratórios, bibliotecas e auditórios amplos.

Outra vantagem é a possibilidade de conseguir diversas bolsas de estudo. Dependendo da forma de ingresso, você tem acesso até 70% de desconto durante todo o curso e pode conquistar o sonho de um diploma de graduação, sem precisar desembolsar muito dinheiro.

Modalidades Estácio

Para se tornar aluno, você tem quatro opções. A primeira é a já tradicional aula presencial: com ela você conta com toda a infraestrutura de uma unidade e pode ter aquele contato direto com professores e outros estudantes. A segunda opção é o EaD. Nele você assiste as aulas de casa e avança com as matérias no seu tempo.

Se você quiser optar por modelos híbridos, a Estácio também disponibiliza essas opções. Com o Flex, por exemplo, você tem a maioria das aulas de forma remota e vai à sede apenas quando acontecerem práticas. Outra opção é a semipresencial, quando o aluno precisa ir à unidade duas vezes na semana.

Independente da sua escolha, a Estácio possui cursos aprovados pelo MEC e que vão lhe ajudar a entrar no mercado de trabalho com experiência e conhecimento.

Conheça alguns cursos da Estácio

  • Administração;
  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas;
  • Arquitetura e Urbanismo;
  • Automação Industrial;
  • Ciências Aeronáuticas;
  • Ciências Biológicas;
  • Cinema e Audiovisual;
  • Comércio Exterior;
  • Design de Interiores;
  • Educação Física;
  • Enfermagem;
  • Engenharia de Produção;
  • Farmácia;
  • Gastronomia;
  • História;
  • Jogos Digitais;
  • Jornalismo;
  • Medicina Veterinária;
  • Pedagogia;
  • Publicidade e Propaganda;
  • Turismo.

Leia também: Graduação na Estácio vale a pena? Veja a avaliação dos cursos!

Faculdade ou universidade: qual vai escolher?

Mesmo sendo importante saber se a instituição é faculdade ou universidade, o mais crucial é escolher um curso bem avaliado, assim como o local onde vai estudar. Mesmo assim, considere algumas diferenças: a universidade é maior e pode te oferecer mais possibilidades profissionais, dependendo da instituição.

Mas faça a escolha com calma. Muitos fatores devem ser considerados na hora de definir um curso e onde vai estudar. É perto de casa? É público ou particular? O curso tem boa avaliação do MEC ou não? Esse tipo de condição precisa ser levado em consideração também.

Continue lendo os textos do nosso blog e fique por dentro das novidades sobre vestibular, universidades e outros assuntos relacionados ao ensino superior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui