O fisioterapeuta tem sido um profissional cada vez mais procurado e reconhecido no mercado de trabalho. Com a pandemia do Coronavírus o seu papel na área da saúde valorizou-se ainda mais visto que muitos pacientes precisam de reabilitações motoras e pulmonares após enfrentarem a doença. Uma pergunta comum de quem está de olho na profissão é quanto ganha um fisioterapeuta.

Com o aumento da procura por estes profissionais o valor da remuneração acaba passando por reajustes também. Portanto, investir em uma graduação em Fisioterapia tem se tornado também um caminho para quem sonha em trabalhar na área e quer ter uma carreira bem sucedida.

Neste conteúdo, vamos falar sobre a Fisioterapia, quanto ganha um fisioterapeuta e como é a graduação.

Acompanhe!

MATRICULE-SE NO CURSO DE FISIOTERAPIA DA ESTÁCIO!

Leia também: Como começar a empreender: 7 dicas para montar o seu negócio

O que faz um fisioterapeuta?

O fisioterapeuta é capacitado para trabalhar com o desenvolvimento e manutenção das funções motoras. Se você tem interesse em seguir carreira na área saiba que é importante ter a vontade de trabalhar com público e afinidade com as disciplinas de ciências biológicas e saúde.

O fisioterapeuta faz o diagnóstico de lesões em conjunto com outros profissionais da saúde. É capacitado para prescrever e executar os tratamentos necessários para o paciente, que envolvem exercícios físicos e aplicação de massagens. Assim como atividade física na água (hidroterapia) ou tratamento à base de frio ou calor.

Quais são as áreas de atuação?

Há uma diversidade de áreas e locais de atuação para o profissional de Fisioterapia, como clínicas, consultórios, centros de reabilitação, hospitais, consultórios próprios. Se você está planejando fazer uma graduação, após formado poderá trabalhar com saúde pública, na vigilância sanitária, com fisioterapia do trabalho.

É possível ainda realizar atendimentos domiciliares, dar aulas de pilates ou até mesmo atuar como pesquisador e professor de ensino superior. Veja a seguir algumas das áreas que você pode escolher:

  • Ortopedia e traumatologia: atendimento aos pacientes com traumas, luxações ou fraturas;
  • Fisioterapia desportiva: acompanhar equipes esportivas em torneios para prevenir e ajudar na prevenção e recuperação de lesões;
  • Saúde preventiva: exercícios para correção postural, relaxamento muscular e alongamento para prevenir que lesões aconteçam;
  • Fisioterapia do trabalho: ajuda profissionais a manter a saúde durante o exercício da sua atividade profissional;
  • Indústria de equipamentos e próteses: atua no desenvolvimento de aparelhos utilizados durante as sessões de fisioterapia, próteses para correção postural ou substituição de membros.

Quanto ganha um fisioterapeuta?

Agora que você já sabe o que faz um fisioterapeuta e onde pode trabalhar, vamos falar das faixas salariais desta profissão. O salário médio de início de carreira do fisioterapeuta era de R$ 2.605,89, em 2019, segundo o site Salário, que trabalha com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). Assim como o teto salarial girava em torno de R$ 3.938,11.

Já de acordo com pesquisa Catho, o salário inicial de um fisioterapeuta é de R$ 2,2 mil para uma jornada de 30 horas por semana. De acordo com o site vagas.com.br, o fisioterapeuta que atua com a parte respiratória pode ganhar até R$ 3.286 de salário. E o fisioterapeuta hospitalar pode ganhar um salário de R$ 3.043,00 mensais, porém os mais experientes podem ter remunerações superiores a R$ 5.000.

Os salários variam bastante conforme a especialidade dentro da área e local de atuação no País. E essas remunerações tendem a aumentar no decorrer da carreira e com a realização de cursos de especialização e pós-graduações. Há, inclusive, um projeto de lei (PL 1.731/2021) em tramitação para que fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais tenham um piso salarial fixado em R$ 4.800.

Como é a faculdade de Fisioterapia?

Para garantir ótimos salários a escolha da universidade sempre acaba sendo um diferencial, pois o ensino precisa ser de qualidade e a instituição reconhecida pelo MEC. A Estácio tem ensino de excelência e oferece o curso de Fisioterapia em diversas de suas unidades. O curso tem a duração média de 5 anos, que lhe garantirá o diploma de bacharel em Fisioterapia.

Nas disciplinas mais gerais você estudará anatomia, biologia, saúde pública e fisiologia humana. Na parte específica da faculdade podemos destacar as áreas de ortopedia, cardiologia, traumatologia, neurologia, pneumologia.

Tem muita teoria, mas também aulas práticas em laboratórios, além de estágios obrigatórios para que você adquira o máximo de experiência na área.

Como ingressar no curso de Fisioterapia da Estácio

Se o curso de Fisioterapia for a sua primeira graduação há duas formas de ingressar na Estácio. Você pode fazer o Vestibular Estácio ou utilizar a sua nota do Exame Nacional do Ensino Médio. Caso você já esteja em outra universidade pode optar por uma transferência externa, com a validação de disciplinas já cursadas.

Agora se você já tem uma graduação e está em busca da segunda, não precisa fazer um novo vestibular. É só acessar o portal Estácio de matrículas e começar a estudar na sua segunda graduação.

Leia também: Carreira para quem quer atuar com fisioterapia respiratória

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Quanto ganha um fisioterapeuta: o que você achou dos valores?

Gostou de saber quanto ganha um fisioterapeuta e tudo mais sobre esta profissão e o seu curso superior? Agora é decidir pela matrícula e dar o start para realizar o sonho de se tornar um fisioterapeuta de sucesso!

Continue de olho nosso blog e conheça mais a fundo outros cursos da área da saúde. Até a próxima leitura!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui