Antes de tudo é preciso entender que a Gerontologia vai muito além de cuidar da saúde dos idosos. Os profissionais formados nessa área têm a missão e, principalmente, a responsabilidade de enxergar o idoso de forma completa e tratar de suas necessidades. Assim, é preciso passar por uma especialização em sala de aula. O tecnólogo em Gerontologia foi desenvolvido exatamente com essa finalidade. É um curso mais rápido, com cerca de dois anos, e capaz de tratar de todas as áreas do conhecimento.

Além disso, para ficar um pouco mais claro, entenda que durante a formação em Gerontologia você vai aprender sobre psicologia, saúde, direito, terapia e muito mais. O salário até que é vantajoso e o mercado de trabalho costuma empregar os profissionais. No entanto, como está o futuro da profissão de Gerontologia? De quanto é a remuneração e quais os detalhes que você vai aprender em sala de aula? Para saber tudo isso você precisa ler este texto até o final.

Sobre a área de Gerontologia

Você já teve uma boa introdução sobre o curso de Gerontologia. Então, antes de avançar nesse tema, vamos entender melhor sobre a área. De forma geral, um profissional da Gerontologia atua de forma completa e generalista. Isso significa que a formação é mais abrangente, mas que também existe a necessidade de trabalhar em equipe, com diferentes profissionais, para atender à demanda dos idosos.

Para ser um bom profissional de Gerontologia é preciso adquirir um conhecimento teórico-prático sobre os aspectos biopsicossociais envolvidos no processo de envelhecimento. Então, com isso em mente, o profissional pode compreender, criar, planejar, desenvolver e avaliar formas de ajudar os idosos e também os seus cuidadores familiares em um processo de envelhecimento mais saudável e feliz.

Como profissional em Gerontologia a sua missão será entender e observar o envelhecimento do corpo humano. Mas não considerando apenas a área da saúde. É preciso identificar as dimensões sociais, biológicas e psicológicas. Tudo isso você aprende no tecnólogo em Gerontologia, de que vamos falar daqui a pouco com mais detalhes. Além disso, vamos explicar para você como está o mercado de trabalho.

Só que antes entenda que com a formação você terá capacitação e a obrigação de entender e também atuar no combate ao preconceito e a atos considerados inapropriados de famílias e organizações assistenciais.

Curso de Gerontologia

Tem muito mais coisa para você entender sobre a área de Gerontologia, mas antes vamos conhecer melhor sobre o curso. Assim, você consegue ter uma ótima noção se ele se encaixa no seu perfil pessoal e no que você busca como atuação no mercado de trabalho.

A Gerontologia é um curso tecnólogo. Isso significa que a duração é mais curta, de aproximadamente dois anos, e voltada para o mercado de trabalho. As disciplinas da Gerontologia são bem abrangentes, até para você ter subsídio suficiente para dar conta de toda a demanda citada até aqui. Então, veja as principais disciplinas:

  • Aspectos antropológicos e sociológicos da educação
  • Língua portuguesa
  • Meio ambiente e sustentabilidade
  • Planejamento de carreira e sucesso profissional
  • Tecnologia da informação e comunicação
  • Atividade física e envelhecimento
  • Educação, sexualidade e gênero
  • Gestão social
  • Psicologia das interações humanas
  • Tópicos em libras: surdez e inclusão
  • Andragogia: atitudes e técnicas
  • Aspectos psicológicos do envelhecimento
  • Empreendedorismo e inovação
  • Envelhecimento como processo social
  • Envelhecimento: desafios do convívio familiar e social

É importante destacar que se você escolher o curso de Gerontologia da Estácio, por exemplo, poderá optar pela modalidade presencial ou EaD. Significa que é possível investir na sua formação profissional sem deixar de lado o que também é importante na sua rotina.

Como está o mercado da Gerontologia?

Se você gostou do curso, identificou-se com as disciplinas e cogita entrar no mercado de trabalho da Gerontologia, temos boas notícias. A área está em constante crescimento. Só que para isso é preciso primeiro se qualificar e investir no seu futuro profissional de forma organizada e consciente.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o número de pessoas com idade superior a 60 anos chegará a 2 bilhões até 2050. Dessa forma, leve em consideração que o número de pacientes para um profissional de Gerontologia deve aumentar a cada ano. Afinal, eles devem representar um quinto da população mundial.

Segundo dados do Ministério da Saúde, o Brasil, em 2016, tinha a quinta maior população idosa do mundo, e, em 2030, o número de idosos ultrapassará o total de crianças entre zero e 14 anos. Veja que rapidamente o seu campo de atuação deve aumentar, inclusive em território nacional. Assim, considerando todos esses dados, é possível afirmar que a Gerontologia é uma atividade com muito futuro profissional.

Diferença entre Gerontologia e Geriatria

Não são a mesma coisa. Essa é a primeira realidade que você precisa saber. A Geriatria é uma área dentro da Medicina. Assim, é preciso concluir a medicina para poder atuar. Afinal, o médico cuida especificamente das doenças presentes nos idosos. Ele se torna especialista após ter feito residência médica.

Já a Gerontologia estuda o processo de envelhecimento. Dessa forma, você não precisa fazer um curso de medicina para conseguir atuar na área. A sua função será garantir melhor qualidade de vida do paciente, cuidando da saúde, das questões sociais e também psicológicas. De forma geral, você precisa adquirir conhecimentos de Psicologia, Serviço Social, Nutrição, Terapia Ocupacional e Direito.

Mercado de trabalho

Se você escolher a formação em Gerontologia na Estácio, por exemplo, você já sai na frente dos concorrentes. É que a faculdade oferece cerca de 260 vagas de estágios e empregos para os alunos. Assim, você pode ter contato com o mercado de trabalho mesmo durante o seu período de formação. Então, ao final da graduação, terá mais conhecimento para ter acesso às melhores oportunidades profissionais.

Veja algumas das áreas em que você pode atuar:

Apoio familiar

Você pode fazer o intermédio, aconselhamento e orientação de toda a família que convive com uma pessoa idosa. Explicar as características e inserir na rotina das pessoas essa convivência.

Atendimento

Montar, interagir e supervisionar equipes multiprofissionais em hospitais e clínicas geriátricas. Sua missão será fazer com que todos tenham uma visão geral sobre a Gerontologia e o paciente no seu contexto social

Capacitação

Ao concluir o seu curso e ficar mais experiente na área de Gerontologia, você pode formar outros cuidadores.

Gestão

Dá para trabalhar na administração de instituições que prestam serviços à população idosa. Sempre focado na gestão, mas também no atendimento aos pacientes e suas necessidades.

Planejamento

Elaborar, promover e coordenar ações para informar a população. Você será o profissional responsável por identificar possibilidades de informações para a comunidade.

Docência e pesquisa

Ao finalizar o seu curso de Gerontologia dá para orientar projetos de pesquisa e ministrar aulas teóricas e práticas.

Em todos esses casos você encontra oportunidades profissionais em organizações/instituições privadas e públicas que atuam com o público da terceira idade: saúde, educação, turismo, hospitalidade e lazer. Também dá para encontrar vagas de trabalho em ambulatórios, clínicas especializadas, ONGs, órgãos de assistência social, hospitais, casas de apoio a idosos, centros de saúde e convivência, além de atendimentos domiciliares.

Salário

O salário varia bastante e depende muito da sua especialidade e escolha de atuação. Afinal, você pode trabalhar como prestador de serviços ou mesmo com um profissional registrado. Para ter uma ideia, um profissional de Gerontologia ganha em média R$ 6.492,51 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 26 horas semanais. Os dados são do site Salario.com.br junto a dados oficiais do CAGED.

A faixa salarial do profissional de Gerontologia fica entre R$ 5.925,64 (média do piso salarial 2020 de acordos, convenções coletivas e dissídios), R$ 6.583,00 (salário mediana da pesquisa) e o teto salarial de R$ 9.811,68. Em todos os casos estamos sempre considerando os profissionais com carteira assinada.

Veja mais possibilidades de remuneração:

Em pequenas empresas

Inicial: R$ 2.331,29

Médio: R$ 4.097,00

Em empresas de médio porte

Médio: R$ 8.269,14

Gostou das dicas sobre o curso de Gerontologia? Então, acesse o nosso blog e tenha acesso a outros conteúdos que podem apoiar você no desenvolvimento da carreira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui