Existe uma característica que predomina entre quem cogita fazer uma faculdade de Serviço Social: o exercício da empatia. Afinal, nessa profissão, o princípio mais básico é pensar no coletivo, de forma a garantir que os direitos humanos estejam sendo cumpridos. Além disso, o profissional dedicado a essa área estará sempre buscando formas de diminuir as desigualdades sociais.

Reintegrar à sociedade os indivíduos que são excluídos ou marginalizados é um dos principais papéis do assistente social. Para garantir que isso aconteça, o profissional formado nesse curso de graduação precisa entender de legislação, história, psicologia, antropologia, entre diversos outros assuntos.

Neste post, você vai conhecer as disciplinas que integram a faculdade de Serviço Social, o perfil indicado para a área, o mercado de trabalho e as possibilidades para quem segue essa carreira.

CONHEÇA O CURSO DE SERVIÇO SOCIAL DA ESTÁCIO

Como é a faculdade de Serviço Social e as oportunidades para o profissional formado nessa área?

As possibilidades de atuação de um assistente social são diversificadas. Em um hospital, por exemplo, são esses profissionais que entram em contato com os familiares para orientar sobre as responsabilidades e os direitos que eles têm.

Além disso, quem se forma na faculdade de Serviço Social está qualificado para orientar as pessoas sobre em que local elas podem conseguir benefícios como aposentadoria e o salário mínimo mensal garantido pela Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS).

Já no sistema penitenciário, são esses profissionais que relatam ao diretor os problemas e dificuldades dos presos, que promovem a recreação, orientam os assistidos no retorno à liberdade e amparam, quando necessário, a família dos encarcerados.

Assim como as possibilidades de atuação, os estabelecimentos nos quais os profissionais formados na faculdade de Serviço Social podem trabalhar também são diversos. Como comentamos antes, é possível trabalhar em hospitais, assim como em escolas e até mesmo no terceiro setor.

Independentemente do local em que o profissional formado na área vai atuar, de algo ele não pode fugir: lidar com pessoas. Isso porque o dia a dia de um assistente social, não importando sua função ou o local no qual ele atua, se baseará em ouvir e buscar solucionar problemas de outros seres humanos.

Caminhos possíveis para quem se forma na faculdade de Serviço Social

Ficou interessado em saber mais sobre as possibilidades envolvendo o trabalho focado na área de Serviço Social? Então confira alguns dos locais onde os assistentes sociais podem conseguir uma vaga e desenvolver seu trabalho:

Setor público

Os assistentes sociais são necessários nas três esferas da administração pública –

municipal, estadual e federal – para a elaboração de políticas públicas e de programas sociais.

Organizações não Governamentais (ONGs)

Os profissionais da área podem atuar diretamente em ONGs com os mais diversos focos, incluindo atuações visando à promoção da saúde, projetos de educação para crianças de baixa renda, atenção ao idoso, entre outros.

Educação

Na educação privada, os assistentes sociais podem ficar responsáveis pelas bolsas de estudo, pelos financiamentos estudantis e por outros benefícios relacionados com os estudantes.

Saúde

Quando atuam nessa área, os profissionais formados na faculdade de Serviço Social estabelecem contato com as famílias de pacientes, atuam na conscientização e prevenção de doenças, entre outras funções.

Empresas privadas

Ao optar por esse setor da economia, os assistentes sociais podem fazer parte do quadro de colaboradores de empresas de qualquer segmento, promovendo ações de bem-estar, educação e segurança dos demais funcionários da organização.

Faculdade de Serviço Social: mercado de trabalho para quem se forma nesse curso

De acordo com o portal salario.com.br, um assistente social tem remuneração média de R$ 2,7 mil no Brasil, atuando com uma jornada de 32 horas semanais. Os dados analisados tiveram origem nas informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do período de março a outubro de 2019.

O mesmo levantamento mostrou que o perfil predominante na profissão de assistente social é de mulheres que têm, em média, 36 anos. A maior parte dessas profissionais trabalham em pequenas empresas.

A cidade que registrou os maiores salários para os profissionais formados na faculdade de Serviço Social foi o Rio de Janeiro (RJ), onde a média salarial ficou em R$ 3,5 mil. A capital carioca é seguida, no ranking, pelas cidades de Goiânia (GO) e de Brasília (DF).

Conheça a grade curricular da faculdade de Serviço Social

Não dá para negar que a faculdade de Serviço Social é um curso de humanas. A maior parte das disciplinas tem História, Filosofia ou Psicologia como base.

Conheça algumas das principais matérias que compõem a grade curricular dessa graduação na Estácio, a maior instituição de ensino particular do País:

Filosofia e Ética

A disciplina de Filosofia e Ética aborda os períodos filosóficos, suas características e seus principais pensadores. Com essa matéria, estão relacionados aspectos como a ética profissional, a moral, a liberdade, entre outros conceitos que serão importantes para o profissional formado na área.

Política Social

Nessa disciplina são estudadas as políticas públicas que têm como objetivo o bem-estar da população, especialmente de quem tem menor renda.

Essas iniciativas do governo visam à eliminação da pobreza e, consequentemente, ao desenvolvimento econômico e à redução da desigualdade de renda da população.

Essa matéria é importante porque as políticas sociais, muitas vezes, são conduzidas por profissionais formados na faculdade de Serviço Social.

Psicologia Social

Nesse ramo da Psicologia estudam-se os pensamentos, relacionamentos e influências das pessoas. Essa matéria surgiu como um conector da Psicologia com outras ciências sociais, como Sociologia, Ciências Políticas, Antropologia, História e Geografia.

Psicologia Institucional

Essa disciplina prepara o profissional para analisar a estrutura física, os objetivos, as regras, a história e as pessoas que integram uma instituição. Por ter essas características, a Psicologia Institucional se apresenta como uma abordagem da psicanálise.

Antropologia Cultural

O propósito da Antropologia Cultural é estudar o homem e as sociedades a partir da cultura. Preocupa-se, dessa maneira, principalmente com a representação da cultura pela palavra ou pela imagem.

Conheça outras disciplinas que fazem parte da formação do assistente social:

  • Introdução à Questão Social;
  • Organização de Políticas da Saúde;
  • Literatura Portuguesa;
  • Pensamento Político;
  • Sustentabilidade;
  • Legislação Social;
  • História dos Povos Indígenas e Afrodescendentes;
  • Acumulação Capitalista e Questão Social;
  • Orientações para a Prática Profissional;
  • Ética na Saúde;
  • Processo de Trabalho em Serviço Social.

Perfil necessário para quem deseja fazer a faculdade de Serviço Social

Agora que você já conhece um pouco mais sobre esse curso, é hora de entender se você tem o perfil necessário para investir na profissão de assistente social.

Um grande indício de que você irá se apaixonar pela faculdade de Serviço Social é gostar de dedicar o seu tempo a auxiliar os outros na resolução de problemas. E, claro, ter aptidão em solucionar esses desafios.

Um outro ponto importante é gostar de ler e escrever bem. Os assistentes sociais lidam com muitas leis e por vezes atuam na elaboração de projetos. A capacidade de argumentação, necessária para conseguir aprovar cada projeto novo que esse profissional irá propor, também é um fator importante para quem deseja atuar nessa área.

Como os assistentes sociais precisam ter contato com situações difíceis, como doenças, pobreza, abandono e cárcere privado, eles também têm que ter resiliência e conseguir não levar os problemas que encontram em sua rotina de trabalho para casa.

Por fim, é essencial saber trabalhar em equipe, uma vez que os profissionais formados na faculdade de Serviço Social atuam junto a médicos, professores, enfermeiros e pessoas formadas em outras áreas para conseguir entregar o melhor resultado possível aos cidadãos que precisam de ajuda.

Como posso fazer para ingressar na faculdade de Serviço Social?

Na Estácio, existem três maneiras, essencialmente, de se ingressar nesse curso superior. A forma clássica é por meio da realização do Vestibular Estácio. Com essa forma de ingresso, você agenda sua prova no campus em que irá estudar e, ao ser aprovado, pode garantir bolsas de estudos de até 30% durante toda a graduação.

Durante o ano, a universidade também disponibiliza campanhas especiais em que as bolsas de estudo para quem ingressar pelo vestibular podem chegar a 50% para todo o curso e a 100% para o primeiro semestre.

Outra forma de ingresso bastante utilizada prevê a possibilidade de utilizar a sua nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de qualquer ano. A pontuação mínima aceita é de 300 na redação e de 100 nas questões objetivas. Para essa forma de ingresso, é oferecido também o desconto de até 30% para todo o curso, percentual que pode aumentar, durante o ano, em campanhas específicas lançadas pela Estácio.

A terceira forma mais comum de ingresso na faculdade de Serviço Social é, se você já estiver formado no ensino superior, optar pelo ingresso de segunda graduação. Para quem tem esse perfil, não é necessário fazer vestibular ou outras provas.

A vantagem da forma de ingresso por segunda graduação é que você pode aproveitar ao máximo os créditos dos cursos anteriores. Além de reduzir o tempo de conclusão do seu curso, você pode conseguir bolsas de estudo de até 40% até o fim do curso.

Existe ainda uma quarta opção de ingresso na faculdade de Serviço Social da Estácio. Caso você esteja estudando em outra universidade e deseje fazer este curso na Estácio, pode optar pela transferência externa. As bolsas para quem tem esse perfil podem chegar a 50% para todo o curso e a 60% para o primeiro semestre.

Vale lembrar que a faculdade de Serviço Social é ofertada nas modalidades presencial, a distância (EaD) e flex – essa última possibilidade prevê que a maioria das aulas seja feita online e que algumas disciplinas tenham parte do ensino feito em sala de aula.

PAR e DIS: facilidades para quem deseja fazer esse curso de graduação

O PAR e o DIS, exclusivos da Estácio, não são bolsas de estudos, mas podem ajudar quem sonha em fazer a faculdade de Serviço Social a ingressar no ensino superior.

No Parcelamento Facilitado (PAR), o estudante inicia pagando apenas 30% da mensalidade nos dois primeiros períodos e parcela o restante do valor. Esse parcelamento permite, assim, o pagamento do curso no dobro do tempo, sem necessidade de fiador ou de conta em banco.

Já a Diluição Solidária da Estácio (DIS) possibilita que o estudante inicie a faculdade pagando apenas R$ 49 na mensalidade. Dependendo da campanha vigente, o acadêmico poderá pagar esse valor no primeiro mês, nos dois primeiros meses ou até nos três primeiros meses. A diferença do valor pago e do total que corresponde a cada mensalidade é diluída em pequenas parcelas ao longo de todos os semestres do curso de graduação.

O que você achou da faculdade de Serviço Social? Já decidiu se é esse o caminho que você quer trilhar? Caso ainda não tenha certeza, por que não conhecer mais sobre outros cursos de graduação?

Em nosso blog, temos diversos outros conteúdos sobre ensino superior. Algumas faculdades que também podem ser do seu interesse são Pedagogia, Recursos Humanos e Psicologia. Todas essas formações têm alguma similaridade com a faculdade de Serviço Social.

Se você está certo de que o curso de Serviço Social é o ideal, esse é o momento de fazer a sua matrícula! Não deixe de acompanhar nosso blog para conferir nossos materiais com dicas de estudo e produtividade. Até o próximo conteúdo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui