Na hora de buscar concentração algumas pessoas recorrem a músicas para estudar. Essa forma de arte sonora aparece como uma solução para reduzir barulhos externos permitindo que o cérebro foque no que está sendo lido ou escrito, por exemplo.

Com certeza, além de uma rotina de estudos bem estruturada, isso pode ajudar. No entanto, não são todas as pessoas que se adaptam ao estudo com o uso da música. Outras também podem ainda não ter encontrado o tipo de música ideal para ouvir enquanto estudam.

Por conta disso, nós separamos neste post as 4 melhores músicas para estudar. Antes, porém, vamos apresentar quais são os benefícios da escuta de músicas durantes os estudos.

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Leia também: 10 aplicativos de estudo para ajudar você nessa missão

Quais os benefícios das músicas para estudar?

Entre os pesquisadores, não existe um consenso sobre o uso de música para estudar. Contudo, existem alguns dados já verificados sobre a escuta de música e suas contribuições para o aprendizado.

Uma pesquisa britânica financiada pelo serviço de streaming Spotify mostrou que alunos que escutaram música clássica durante os estudos tiveram um desempenho 12% melhor do que os demais na prova de matemática.

Entre os motivos apontados para isso está a quantidade de batidas por minuto (bmps) que possuem algumas músicas clássicas. São cerca de 60 a 70 bmps que acabam transmitindo a sensação de relaxamento e calma ao mesmo tempo que mantém a pessoa alerta.

Essa mesma pesquisa ainda mostrou que alguns gêneros musicais se adequam melhor a determinadas disciplinas. É o caso da música pop com 50 a 80 bmps e o estudo de ciências, humanidades e línguas. O pop conduz o cérebro ao pensamento lógico e traz também um efeito calmante.

Uma outra pesquisa realizada em solo francês mostrou que há um favorecimento de concentração em pessoas que utilizam a música durante os estudos. Os dados da Universidade de Caen afirmam que escutar música para estudar também aumenta o tempo que alguém consegue se manter focado.

Leia também: Entenda por que a infraestrutura da Estácio é destaque no país

Veja as 4 melhores músicas para estudar

Você verá a seguir as quatro melhores músicas para estudar baseadas em playlists e nos estudos apresentado anteriormente neste post.

1 – Música clássica

A música clássica no ocidente é uma nomenclatura utilizada para classificar um determinado tipo de música erudita com origem europeia. Os artistas brancos e homens serão seus principais compositores.

Esse gênero musical tem uma tradição de valorização pelas elites intelectuais. Sua apreciação está ligada a uma determinada complexidade das composições e aos espetáculos realizados por orquestras.

Ela vai ser considerada uma boa música para estudar devido principalmente ao seu caráter instrumental e a sua baixa frequência de batidas por minuto.

Por se destacar entre as manifestações de arte na história ocidental, é possível encontrar diversas faixas de música clássica nos serviços de reprodução virtuais. Hoje, as sinfonias de Bach se encontram há poucos cliques de você e podem te trazer a tranquilidade necessária para os estudos.

Se estiver em busca de algo mais nacional, é possível recorrer às composições de Heitor Villa-Lobos. O maestro brasileiro é considerado um dos principais nomes da música erudita local. Natural do Rio de Janeiro, ele fez sua estreia na Semana de Arte Moderna de São Paulo em 1922. Sua composição mais famosa é o “O Trenzinho do Caipira” criada na década de 1930.

2 – Lo-fi Hip Hop

O Lo-fi Hip Hop é um subgênero recente da música Hip Hop. Ele faz parte do Hip Hop Alternativo. Sua sonoridade é marcada pelas batidas eletrônicas tranquilas, muitas músicas também possuem curta duração. Algumas chegam a ter pouco mais de um minuto.

A cultura Hip Hop tem origem afro-americana e caribenha e começou a aparecer no final da década de 1970 nos guetos de Nova York, Estados Unidos. Ela era formada pelo Disco Jockey, também conhecido com DJ, pela dança break, o rap e o grafite.

Nos nossos dias, a cultura Hip Hop representa a cultura negra atual dos Estados Unidos no mundo. A música Hip Hop invadiu as paradas de sucesso de diversos países e produziu seus múltiplos subgêneros como o Lo-fi.

O Lo-fi cresceu, entre outras coisas, por conta da utilização desse tipo de música para estudar e trabalhar. Alguns canais no YouTube reproduzem ao vivo músicas Lo-fi sem pausa. O vídeo costuma apresentar apenas a animação de uma garota em uma mesa estudando com uma janela ao fundo.

As músicas Lo-fi que se encontram em playlists para estudar geralmente não possuem letra. Dessa forma, o instrumental eletrônico ajuda o estudante a voltar sua atenção para o que está lendo. Entretanto, isso não é uma regra rígida do gênero existem faixas de Lo-fi que possuem letra.

Leia também: Criatividade e inovação: conheça cursos que aprimoram essas qualidades

3 – Música acústica

A música acústica é aquela produzida por instrumentos que não são eletrônicos. Dessa forma, é possível pensar em violões, ukulele, piano, violino, alguns outros instrumentos de percussão e de sopro.

A sensação de relaxamento está associada a música acústica e esse é um dos motivos que pode fazer dela uma boa música para estudar. Quando pensamos em música acústica é até possível imaginar um cenário de praia com pessoas tocando violão sentadas na areia em círculo.

O relaxamento que a música acústica traz não está ligado a levar o ouvinte a adormecer. Ao invés de cair no sono, a música acústica pode atuar reduzindo a tensão provocada por inúmeras questões durante os estudos. Dessa forma, o corpo vai estar cada vez mais perto da concentração necessária para um momento de aprendizado bem-sucedido.

4 – Instrumentais com pianos

O piano é um elemento muito presente na música clássica. No entanto, é possível encontrar diversos instrumentais tocados ao piano que pertencem a outros gêneros musicais.

As playlists com músicas tocadas ao piano para estudar buscam em sua maioria provocar a sensação de paz. Estar em paz ou ser levado a sentir um pouco mais pleno através da música pode ajudar o estudante a diminuir suas tensões e voltar sua concentração para o conteúdo estudado.

O piano é um instrumento de origem italiana que foi criado por Bartolomeo Cristofori no início do século XVIII, aproximadamente. Ele é capaz de emitir sons fortes e suaves a partir da diferença de intensidade que o músico usa para tocá-lo.

É o piano um dos principais instrumentos utilizado por nomes consagrados da música branca europeia. São eles: Beethoven, Bach e Mozart. Na música pop do final do século XX o piano se destacou nas mãos de músicos como Elton John. No Brasil, o maestro João Carlos Martins é uma referência enquanto pianista de renome mundial.

Hoje, o piano segue sendo um instrumento relevante em shows de artistas como Alicia Key e Lady Gaga. Ele também chega através das playlists de música para estudar com composições instrumentais originais ou covers de músicas famosas tocadas ao piano.

Quais músicas para estudar são as melhores para você?

Vale lembrar que é preciso que você teste qual gênero musical mais funciona para os seus momentos de estudo. Ou seja, você precisa experimentar e ir percebendo com que músicas seu foco e sua concentração se estabeleceram da melhor forma.

Também é preciso controlar o volume, perceber qual o volume ideal para você. O mais indicado é utilizar um volume mais baixo, como som ambiente. Porém, alguns casos exigirão um isolamento de sons externos. Para isso, talvez você precise aumentar o volume e usar equipamentos de reprodução como fones de ouvido.

UTILIZE SUA NOTA DO ENEM PARA ENTRAR EM UM CURSO DA ESTÁCIO!

Confira playlists com músicas para estudar

Separamos algumas playlists no Spotify com músicas para estudar. Elas vão te ajudar a trilhar seu caminho unindo música e aprendizado. Confira!

Gostou das nossas dicas? Continue acompanhando o nosso blog para se manter sempre atualizado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui