Antes de descobrir exatamente qual curso combina mais com o seu perfil profissional, que tal entender se o seu objetivo de carreira e as suas características pessoais fazem mais sentido com a licenciatura, com o bacharelado ou com o tecnólogo? Definindo isso, já será possível riscar diversos cursos da lista — e essa tarefa não é tão difícil assim!

Você certamente sabe se quer direcionar sua vida profissional ao ensino e à pesquisa. Se não for esse o caso, tente pensar se prefere uma graduação que irá prepará-lo para um leque mais amplo de oportunidades — onde será preciso investir em cursos específicos ao decidir por uma área — ou se quer sair da faculdade preparado para o mercado de trabalho, em um ramo definido. Refletindo sobre esses pontos, já dá para ter uma boa noção de qual o melhor modelo de curso para o seu perfil profissional.

Perfil profissional: como escolher entre licenciatura, bacharelado e curso tecnólogo

1. Licenciatura

Não é difícil identificar quais colegas de turma têm perfil profissional para serem professores. São aqueles que estão sempre dispostos a auxiliar quem tem mais dificuldade e não apenas oferecem suas anotações e provas, mas explicam o conteúdo com uma didática comparável a dos docentes. Muitas vezes, eles viram professores particulares ainda durante o ensino médio, dando aula de disciplinas específicas para os alunos da mesma classe e aos que estão em séries anteriores.

Vale lembrar que para ser um bom professor de matemática, por exemplo, não é suficiente apenas ter facilidade na disciplina e dominar toda a matéria. É preciso, ainda, conseguir repassar esse conhecimento.

Além disso, quem vai seguir a carreira na licenciatura precisa gostar de estudar. É fundamental que o professor se atualize constantemente, afinal, as ciências e normas continuam mudando após terminar a faculdade. Essa atualização também deve ser aplicada ao uso de tecnologias, visando oferecer aulas mais atrativas.

Para dar conta do dia a dia em sala de aula, também é necessário ter resiliência — afinal, trabalhar com crianças e adolescentes pode ser desafiador — e energia de sobra, já que esse profissional passa a maior parte do tempo em pé (e falando).

2. Bacharelado

O perfil profissional dos estudantes que optam pelo bacharelado tende a variar bastante, uma vez que as práticas dessas carreiras — como Administração, Química e Jornalismo — são bem diferentes entre si.

Diferentemente da licenciatura, o bacharel não se aprofunda tanto na parte teórica da profissão que escolheu durante a faculdade. Ele tem, sim, uma base teórica sólida, mas uma grande parcela do curso pode ser prática, preparando o acadêmico para o dia a dia da profissão.

O bacharelado é indicado para quem quer trabalhar na indústria, comércio ou com serviços em vez de atuar em sala de aula. É ideal para quem gosta mais de “colocar a mão na massa” e não pretende dedicar sua vida profissional aos estudos e à pesquisa.

3. Tecnólogo

Para quem tem um perfil profissional mais prático, o tecnólogo pode ser uma boa alternativa. Esse tipo de graduação normalmente pode ser concluído em menos tempo se comparado à licenciatura e ao bacharelado. Ele é uma formação específica para determinada profissão, geralmente com alta demanda no mercado de trabalho.

Por exemplo: se você fizer um curso de Ciência da Computação, de quatro anos, poderá trabalhar em diversas áreas ligadas à TI, incluindo a de redes de computadores. Mas se há certeza de que é nesse nicho em que quer atuar, é possível partir diretamente para um tecnólogo em Redes de Computadores, que será focado no que o mercado precisa e que possui duração de dois anos e meio.

O que achou deste post? Conseguiu identificar se o melhor tipo de curso para você é a licenciatura, o bacharelado ou o tecnólogo? Então agora é hora de escolher a graduação! Navegue em nosso blog e confira diversos conteúdos sobre cursos das mais diferentes áreas. Até a próxima!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui