Quando se fala em segurança pública, logo a relacionamos à profissão do policial. Não que esteja errado, mas a atuação no combate à violência e na garantia da paz é bem mais ampla. Não é à toa que instituições de ensino superior oferecem graduação em Segurança Pública. É o caso da Estácio de Sá, que oferece o curso em nível tecnólogo com duração de dois anos.

A responsabilidade da segurança pública é do governo federal e estadual. Porém, para que medidas eficientes sejam aplicadas frente aos desafios da sociedade contemporânea, é necessário conhecimento amplo em cultura de lei, cultura de paz e direitos humanos. Ou seja, ser graduado em segurança pública possibilita pensar em novas políticas públicas voltadas à segurança da sociedade.

Outra forma de aproveitamento do curso é para quem tem interesse em atuar como bombeiro, policial e agente penitenciário ou para quem já trabalha nessa área. As disciplinas da graduação incluem teoria e prática de abordagens sociopsicológicas e como lidar com situações complexas, riscos e incertezas, além de servir como reciclagem para quem já atua na área. 

Neste post vamos falar mais sobre o curso de Segurança Pública oferecido pela Estácio, grade curricular e as melhores oportunidades de trabalho para quem quer seguir essa carreira.

CONHEÇA O CURSO DE SEGURANÇA PÚBLICA DA ESTÁCIO

Curso tecnológico em Segurança Pública

Diferente do bacharelado, o curso tecnológico é voltado aos que de fato atuam na segurança pública, como profissionais do Corpo de Bombeiros, das polícias federais e estaduais e das guardas municipais, além de agentes penitenciários. O objetivo é ensinar estratégias de resolução de conflitos com base na cultura da paz.

Assim, a grade curricular é baseada em disciplinas da área de humanas e sociais. Entretanto, o foco é na parte prática, com menos pesquisa e mais aplicação dos estudos no planejamento, na coordenação e execução da segurança pública.

As disciplinas do curso

O estudante tem aulas de Direito, Gestão, Segurança e Ordem Pública e muito mais. Confira a grade curricular do curso tecnológico de Segurança Pública.

  • Contabilidade Básica
  • Gestão integrada de RH
  • Introdução à administração
  • Matemática para negócios
  • Planejamento de carreira e sucesso profissional
  • Abordagem sociopsicológica da violência e do crime
  • Criminologia
  • Fundamentos dos estudos jurídicos em segurança pública
  • Língua Portuguesa
  • Mobilização comunitária
  • Relações humanas
  • Sistema de segurança pública no Brasil
  • Valorização profissional e saúde do profissional de segurança pública
  • Análise de cenários e riscos
  • Fundamentos da gestão integrada e comunitária
  • Gestão de conflitos e eventos críticos
  • Governos e gestão: estrutura do setor público
  • Metodologia científica
  • Preservação e valorização da prova
  • Seminários integrados em segurança pública
  • Tecnologia, informação e comunicação em segurança pública
  • Tópicos em libras: surdez e inclusão
  • Uso legítimo da força
  • Ética e cidadania
  • Fundamentos das ciências sociais
  • Prática de pesquisa em segurança pública
  • Prevenção e mediação de conflitos
  • Primeiros socorros
  • Psicologia social I
  • Tópicos especiais em segurança pública

Ao final do curso é obrigatória a apresentação de um trabalho de conclusão de curso (TCC).

Como ingressar no curso

O curso tecnológico de Segurança Pública da Estácio de Sá é oferecido na modalidade EaD (Ensino a Distância). Assim, aumenta a possibilidade de ingresso na graduação, pois pode ser feito de qualquer lugar do país, da comodidade de casa e no horário que você estipular. Toda a flexibilidade para estudar onde e quando quiser, com aulas 100% online.

Para ingressar no curso é necessário fazer uma prova online e obter nota igual ou maior que 6,0.

A nota será composta pela soma do resultado na prova, que vale 9,0, com a nota de participação nos fóruns de discussão, que valem até 1,0 ponto, e a nota da avaliação parcial, que vale até 2,0 pontos extras; a nota é limitada a 10 pontos máximos.

A nota do Enem também pode ser utilizada no ingresso do curso. Você pode conseguir uma bolsa de estudos que varia conforme a nota da prova. O mínimo de bolsa oferecida por essa modalidade é de 40% para todo o curso, podendo chegar a 100% no primeiro semestre + 50% nos demais conforme a pontuação. Portanto, quanto melhor for a sua nota, maior será seu desconto.

No entanto, se você já fez uma graduação e quer voltar para a faculdade, também pode ter vantagens no curso da Estácio. Dá para conseguir um desconto de até 40% de bolsa durante todo o curso.

Lembramos que o candidato necessita possuir diploma do Ensino Médio.

Leia também: EAD Estácio: 5 dicas para encontrar o seu curso a distância.

Perfil profissional

Trabalhar com segurança pública não é para qualquer um. Quem tem vontade de atuar na parte operativa como policial ou agente penitenciário tem de saber lidar com ambientes de muito estresse e nada seguros. É preciso ter uma visão sistêmica do assunto e entender as necessidades e desafios da sociedade atual. 

Para isso é importante investir no curso de segurança pública, em que todo o conhecimento dos dispositivos administrativos, penais e processuais é abordado, além da técnica para lidar com situações extremas. 

O profissional necessita ter boas condições psicológicas e físicas para atuar na área de segurança, além de habilidade pessoal para saber lidar com as complexas situações do dia a dia.  

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para os graduados em Segurança Pública oferece oportunidades em instituições e órgãos públicos, como Polícia Militar, Civil e Federal. Para entrar nesses setores é necessário prestar concurso.

O tecnólogo em Segurança Pública atua nas áreas de segurança e ordem pública, segurança comunitária, defesa civil, polícia técnico-científica e polícia investigativa.

A maior parte das ofertas de emprego vem de empresas privadas, que estão em alta no país. Conheça as áreas em que você pode seguir carreira:

  • Consultoria: prestar consultoria para empresas privadas e estatais.
  • Forças de segurança pública: atuar nas polícias Militar e Civil. Trabalhar para a Defesa Civil.
  • Planejamento e coordenação: desenvolver planos de ação de segurança e elaborar políticas públicas voltadas à área de segurança.
  • Segurança privada: ocupar o cargo de segurança pessoal, de residências e de imóveis privados.

Áreas de atuação

Pesquisador

Pesquisa e analisa questões relacionadas à mediação de conflitos e medidas efetivas de enfrentamento de situações de violência. Pode trabalhar em setores públicos e privados.

Consultor

Atua na intermediação dos problemas da segurança pública em determinada área. Pode atuar na esfera pública ou privada.

Gestor

Coordenação e gerenciamento de outros profissionais que trabalham direto na segurança pública. Orientação adequada com objetivos e metas em prol da cultura da lei e da paz.

Planejamento

Repasse de conhecimentos e técnicas para capacitação dos profissionais que já atuam na esfera da segurança pública, tais quais policiais, guardas municipais e agentes penitenciários.

Avaliador

Faz avaliação e denota procedimentos a serem realizados e praticados na prevenção de violência.

Executor

É quem atua diretamente como executor em prol da segurança. São eles: policias, guardas municipais, agentes penitenciários e outros cargos ligados a instituições públicas e privadas.

Média salarial

A média salarial de um segurança particular é de R$1.305, dependendo da empresa em questão. Já a média salarial de policial, agente penitenciário e guarda municipal varia de estado para estado. Entretanto, a remuneração em início de carreira varia entre R$1.300 e R$2.000.

Gostou das dicas sobre o curso tecnológico em Segurança Pública?

Você pode ter mais muitas informações sobre essa graduação e conhecer outras opções de cursos oferecidos pela Estácio em nosso blog.

Tudo que você precisa saber para decidir qual carreira seguir e como fazer para se inscrever está lá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui