Com certeza, todo mundo conhece alguém que faça o curso de Direito, ou alguém que queira fazer – isso se essa pessoa não for você. É um curso extremamente popular no Brasil. Isso, no entanto, não impede que as pessoas tenham uma visão limitada sobre a profissão, ignorando muitas áreas de atuação dentro desse campo e, com isso, um mundo de oportunidades.

A razão para esta graduação ser tão requisitada é, entre outras coisas, o retorno financeiro. Um advogado, juiz ou promotor ganha extremamente bem comparado com a renda média levando em conta as outras áreas. Porém, como muita gente tenta as áreas mais conhecidas, como o Direito Penal, a fila para conseguir um emprego pode ficar grande.

Assim, é importante saber quais as áreas de atuação no Direito para poder escolher. Esse pode ser, inclusive, um caminho para a pós-graduação. Além disso, fazendo essa decisão, você pode focar seus estudos para determinado nicho do mercado na própria faculdade.

Saiba mais: Bolsa Estácio: 4 passos para conseguir estudar com desconto

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Áreas do Direito tradicionais

Quem está começando a pesquisar sobre o Direito já deve ter uma noção do que é a profissão. Afinal, quase ninguém passa a vida sem conhecer algum profissional dessa área. Além disso, eles estão em todo lugar, seja na TV, em seriados, filmes ou na literatura. Ainda assim, convém apresentar rapidamente três áreas das mais comuns nessa profissão.

Direito Penal

Trabalha com crimes e contravenções de forma geral. Não tem muito mistério, você defende, julga ou acusa pessoas físicas e jurídicas.

Direito Civil

É a área que mais emprega profissionais do Direito. Lida com questões contratuais sobre propriedade, família e responsabilidade civil. É uma área imensa, com espaço para você se especializar em um campo de atuação dentro dela.

Direito Trabalhista

Trata de legislação trabalhista, simples assim. Além dos advogados, juízes e promotores, também é possível prestar consultorias para empresas, ou atuar nos setores de recursos humanos.

Áreas do Direito em alta

Para praticamente qualquer situação na sociedade existe alguma forma de lei ou regulação. Onde existe lei, existe Direito e, consequentemente, advogados, juízes, promotores ou consultores. Assim, o Direito é tão diverso quanto a própria sociedade – isso é um bom sinal para quem quer fazer o curso.

No entanto, as pessoas em geral não têm ideia disso. E é aí que está a oportunidade: você pode descobrir mercados onde faltam profissionais, conseguindo empregos mais fáceis e aumentando ainda mais sua renda.

Direito ambiental

O aquecimento global e preocupações ambientais em geral estão aí, criando cada vez mais ansiedade sobre tudo que tem a ver com a natureza. Isso significa mais leis e, também, mais profissionais do Direito atuando em órgãos do governo, empresas e ONGs.

Direito da Tecnologia da Informação

Se você pensou que o Direito é uma área avessa às Tecnologias da Informação, então troque de ideia. Isso porque os problemas legais envolvendo esses recursos são cada vez maiores, com leis ficando desatualizadas em questão de um ou dois anos. Ou seja, existe uma demanda cada vez maior por advogados com formação nessa área, tanto no setor público, privado como no terceiro setor.

Direito Tributário

Uma condição muito comum com empresas é a dificuldade de deixar os tributos em dia. Seja porque eles pesam no orçamento, gerando juros, ou porque a burocracia é simplesmente difícil demais. Aí que entra o profissional do Direito que, se resolver esse problema, vai conseguir um posto muito valioso no mercado de trabalho.

Leia mais: Estácio Enem: como conseguir bolsa com a nota da prova?

UTILIZE SUA NOTA DO ENEM PARA ENTRAR EM UM CURSO DA ESTÁCIO!

Áreas do Direito: público, privado e terceiro setor

Outra forma interessante de olhar o Direito é por áreas de atuação nos setores da sociedade. Afinal, decidir com qual deles você vai atuar pode ser tão importante quanto escolher entre direito trabalhista ou ambiental, por exemplo.

No setor público encontramos diversas vagas muito bem pagas, com estabilidade e benefícios. Porém, concursos públicos com quantidades grandes de candidatos por vaga, principalmente nas capitais. Não se trata, no entanto, de uma escolha ruim no longo prazo, mas é indicado pensar em alternativas do que fazer até passar em um concurso.

No privado temos a maior parte das vagas. Nem todas, no entanto, vão ser fáceis de conseguir. Diferente do setor público, que depende mais dos concursos, aqui as chamadas soft skills (comunicação, proatividade, criatividade) e contatos vão importar mais. Aproveitar para construir ambos na faculdade vai ajudar muito.

As organizações do terceiro setor também estão crescimento, ainda que em geral elas estejam ligadas ao público ou privado de alguma forma. Vale a pena construir contatos se você planeja ir para alguma delas.

Se você está procurando uma carreira e quer saber mais sobre educação, graduações disponíveis e tudo mais, continue acompanhando nosso blog. Aqui damos as dicas que você precisa para construir uma jornada de sucesso!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui