Cursar Direito é o sonho de muitos estudantes, porém a graduação de Direito em EAD ainda não é realidade. O pedido de credenciamento e autorização de cursos online estão parados há mais de 11 anos no Ministério da Educação, o MEC. Contudo, alguns movimentos para apressar esse fato fazem-se presentes.

Dessa forma, preparamos um texto com informações relevantes para quem sonha em fazer uma graduação de Direito a distância.

Portanto, atente-se e defina o que é melhor: aguardar ou fazer o curso de Direito na modalidade presencial.

Leia mais: Descubra as 9 pós em Direito mais procuradas do mercado

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Cursos de direito EAD

A demanda crescente pelo curso de Direito força as universidades a disponibilizarem a modalidade a distância, ainda mais frente ao quadro de pandemia existente atualmente.

Por outro lado, a opção de curso EAD é tendência mundial por trazer maior flexibilidade e autonomia para o aluno, já que este pode conciliar aulas com outro afazeres. Além disso, a facilidade de ter professores nomeados para ministrarem as aulas que normalmente moram em outras cidades.

Nessa linha, as universidades já iniciaram os pedidos para o MEC a fim de obter autorização para abertura de curso EAD. Sabe-se que o primeiro registro de protocolo na instituição responsável por essas solicitações foi da faculdade de Direito da PUC Minas, em 2009.

Entretanto, a universidade obteve resposta 3 anos após com uma visita técnica do MEC à faculdade e mais nenhum retorno.

Em 2019, uma nova luz surge com um comunicado enviado pelo MEC às universidades que haviam feito a solicitação dizendo que as propostas tinham sido pré-selecionadas.

Mas vamos entender um pouco mais desse movimento!

OAB não apoia curso de direito EAD

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a qual representa a classe, não aprova a abertura de cursos de Direito EAD.

Isso porque eles consideram existir uma gama de profissionais formados com baixa qualidade que não conseguem passar em concursos públicos. Muitos, inclusive, sequer passam no exame da Ordem.

Nesse sentido, a OAB protocolou em 28 de fevereiro de 2020, na 7ª Vara Cível da Justiça Federal do Distrito Federal, um pedido para suspender o credenciamento e a autorização de cursos de Direito EAD.

Corroborando, o Brasil representa o país com mais advogados no mundo, com 1,2 milhão de profissionais. Se fizermos uma análise, há um advogado a cada 174 habitantes, número superior aos EUA, que tem uma proporção de 246 pessoas, e ao Reino Unido, com um a cada 354.

Assim, a OAB alega, ainda, falta de regulamentação específica que autorize a oferta de cursos e da incompatibilidade das diretrizes curriculares do Direito com o EAD.

Aliado a isso, acreditam que a oferta de cursos a distância amplia a oferta de ensino mas acaba ignorando o padrão mínimo de qualidade. De certa forma, as justificativas e posicionamento perante a justiça vêm atrasando os processos em andamento no MEC.

Além disso, o pedido de suspenção da autorização de novos cursos de Direito e a expansão de vagas em instituições privadas, tanto no ensino presencial quanto na EAD, foi negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Posição das IES

As Instituições de Ensino Superior – IES oferecem serviços de educação superior, como cursos de graduação, pós-graduação e de extensão em várias modalidades: faculdades, universidades, centros universitários, IES privadas, públicas, entre outras.

Como forma de argumentar contra a má qualidade dos cursos EAD disponibilizados, o professor João Vianney Valle dos Santos, conselheiro da Associação Brasileira de Educação a Distância – Abed, fez uma análise de dados comparativos entre cursos presenciais e EAD.

Temos então, para o critério de avaliação dos conhecimento específicos os resultados do ensino presencial e do EAD, que são idênticos: 41,77%. Em Formação Geral, estudantes EAD obtiveram 43,8%, nota muito próxima aos 44,51% dos alunos de cursos presenciais.

A saber: as provas aplicadas são as mesmas para os ingressos nas duas modalidades de ensino. Dessa forma, o professor acredita que os argumentos não são válidos e diz tratar de um “corporativismo que não encontra eco na modernidade”.

Além disso, havia um único curso de Direito a distância autorizado no Brasil, na Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), em 2007, que na época estava vinculada ao sistema estadual de educação, o que lhe permitiu oferecer a graduação na modalidade a distância. Hoje não mais oferecido!

Oferta de cursos de direito EAD

Notícias recentes, de outubro de 2020, revelam abertura de vagas para a primeira graduação em Direito EAD oferecidas pela PUC Minas. Assim, o curso disponibilizará 200 vagas para o primeiro semestre de 2021 e mais 175 para o segundo.

Tal decisão baseia-se na portaria n 279, de 29 de setembro de 2020, da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior – SERES, que estabelece prazos para que o próprio MEC cumpra os atos regulatórios de autorização e reconhecimento de cursos superiores.

Assim, será a única faculdade de direito EAD com 100% a distância do Brasil, mesmo sem possuir a autorização do curso junto ao Ministério da Educação.

Por isso, fique atento! Graduar-se e não obter o diploma é um risco que ninguém quer correr.

Dessa forma, vamos falar um pouco mais sobre o curso de Direito presencial da Estácio para que você conheça um pouco mais.

Como é o curso de Direito da Estácio?

O curso oferece disciplinas capazes de habilitar profissionais conscientes e responsáveis para lidar com os regramentos jurídicos vigentes em um país ou região.

Mas cabe ao aluno a responsabilidade estudar e se dedicar. A faculdade de Direito da Estácio exige uma considerável carga de leitura, capacidade de argumentação, raciocínio ágil e uma visão de mundo abrangente.

Após concluídos os 10 semestres da graduação o alunos bacharéis podem atuar como advogados, juízes, procuradores, promotores, delegados, entre outros cargos exclusivamente conquistados através de concursos públicos. O leque de opções é bastante variado.

Curso de graduação em Direito da Estácio: formas de ingresso

Se você possui boa comunicação, gosta de ler e escrever, tem facilidade de concentração e possui características de conciliador, pode ser um forte candidato a cursar um faculdade de Direito na Estácio.

Então, veja como ingressar em uma das faculdades de Ddireito mais bem conceituadas pelo MEC.

Enem

Com a nota obtida no Enem de qualquer ano você poderá obter descontos de até 100% da mensalidade no primeiro semestre e até 60% no resto do curso!

Basta ter o desempenho mínimo exigido e apresentar a documentação necessária no ato da matrícula.

Vestibular On-line

Nesse caso, para ingresso faz-se necessário a realização de uma prova online e gratuita com objetivo de medir conhecimentos básicos. E dependendo do seu desempenho poderá render uma bolsa de 50% em todo o curso. 

Transferência

Caso você faça um curso em outra faculdade poderá pedir transferência externa para cursar graduação na Estácio.

É possível fazer uma validação das disciplinas realizadas para que você dê continuidade ao curso. Aqui, além disso, você poderá obter descontos até 50% na mensalidade e ainda aproveita a melhor metodologia de ensino!

Segunda graduação

Nessa forma de ingresso você não precisa passar por provas. Basta levar seu diploma para a Estácio e garantir um vaga em um segundo curso de graduação com a possibilidade de obter uma bolsa de até 50%.

UTILIZE SUA NOTA DO ENEM PARA ENTRAR EM UM CURSO DA ESTÁCIO!

Leia também: Livros para estudantes de Direito: 10 obras essenciais!

Com a falta da regularização do Direito EaD, venha para a Estácio!

Por mais que essa modalidade de ensino esteja cada vez mais em alta, quando nos referimos ao curso de Direito EAD nada está regularizado até o momento. Sendo assim, como mencionamos, não se arrisque a se graduar e não obter o diploma.

Para não ficar com essa dúvida, procure informação do curso de graduação de Direito presencial da Estácio.

Aqui você conquista um diploma de graduação com equipe especializada e técnicas fundamentais para o bom desenvolvimento profissional.

Venha para a faculdade Estácio!

E continue acompanhando o nosso blog para mais dicas como essas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui