Popularmente conhecido como Enem, o Exame Nacional do Ensino Médio é atualmente a maior avaliação educacional aplicada no país. Anualmente, milhões de estudantes se inscrevem e realizam a prova, buscando o ingresso em um curso superior. Mas você sabe exatamente para que serve o Enem? 

A nota do Enem pode ser usada integralmente ou de forma parcial em praticamente todas as universidades públicas e particulares do país. Além disso, ainda há a possibilidade de utilizar o exame para cursos de graduação específicos em Portugal.

Se você quer entender melhor para que serve o Enem e como aproveitar sua nota da melhor maneira possível, acompanhe o texto a seguir.

Leia também: Vai fazer EAD? Confira como aproveitar a nota do Enem!

Como funcionam as provas do Enem

Segundo o Ministério da Educação, o Exame Nacional do Ensino Médio tem como objetivo avaliar a capacidade de raciocínio do estudante, através de questões que abordam conteúdos vistos em aula ao longo dos ensinos fundamental e médio. Na prática, o Enem serve principalmente para auxiliar estudantes de todo o país a iniciarem seus estudos em um curso superior.

Qualquer pessoa com nível escolar de ensino médio pode realizar as provas, inclusive alunos que ainda estejam cursando o primeiro ou segundo ano. A inscrição deve ser feita no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, mais conhecido como Inep. O prazo para as inscrições costuma acontecer no primeiro semestre, entre abril e maio.

O Enem é feito em dois dias e possui ao todo 180 questões. Estas, são divididas da seguinte forma:

1. Linguagens, códigos e suas tecnologias

Nessa parte da prova encontram-se as questões de Língua Portuguesa, Literatura, Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação. Além disso, há também questões de Língua Estrangeira, em que o estudante pode optar por fazer em Inglês ou Espanhol.

2. Ciências humanas

Aqui, o estudante terá que responder perguntas sobre História, Geografia, Filosofia e Sociologia.

3. Ciências da Natureza

Os conteúdos de Física, Química e Biologia são apresentados nessa parte da prova, podendo haver questões interdisciplinares com duas ou mais matérias envolvidas.

4. Matemática

Resumidamente, aqui é onde são vistas questões de matemática e lógica, de qualquer frente da disciplina. Ou seja, as perguntas podem estar relacionadas com problemas equacionais, geométricos, estatísticos, de porcentagens ou funções.

5. Redação

A redação é composta por um tema específico, escolhido anualmente. Em geral, os temas tendem a estar relacionados a acontecimentos relevantes dos últimos tempos, principalmente voltados a problemas sociais. É possível se organizar para a prova e estar preparado com algumas dicas simples. Veja mais clicando aqui.

Como a nota do Enem é composta?

A nota final do Enem é composta pela média de pontos obtidos nas 4 frentes da prova mais a redação. Mas ao contrário do que se pode imaginar, nem todas as questões não possuem o mesmo valor. 

O exame utiliza a Teoria da Resposta ao Item (TRI) para definir a pontuação final de cada candidato. A TRI auxilia na hora de saber se o concorrente acertou a questão porque sabia a resposta ou se houve um possível chute.

A pontuação de cada questão varia de acordo com seu grau de dificuldade. Por isso, algumas têm peso maior que outras. Aquelas que possuem maior índice de acerto geral são consideradas mais fáceis, logo, possuem uma pontuação menos expressiva. Assim, aquelas que possuem um maior índice de erros, são de maior valor por serem consideradas mais difíceis. 

5 formas de usar o Enem

Com tantos detalhes, é normal que o estudante se questione sobre a necessidade de realizar a prova ao fim do ensino médio. Agora que você já sabe como é a prova, vamos ver para que serve o Enem na prática e onde a sua nota pode ser aplicada. 

Sisu

O Sistema de Seleção Unificada, mais conhecido como Sisu, é uma forma de vestibular unificado aceito pela maioria das universidades federais do país. Trata-se de uma plataforma online, onde os estudantes que realizaram a última edição do Enem podem verificar vagas e se candidatar para o curso desejado em qualquer instituição pública participante.

As inscrições para o Sisu abrem duas vezes ao ano, no início de cada semestre. O estudante pode se inscrever de forma gratuita, desde que não tenha zerado a redação no exame. As universidades disponibilizam as vagas para os diferentes cursos dentro da plataforma e a classificação de cada estudante é feita através da nota do Enem. Em alguns casos específicos, as instituições de ensino podem cobrar uma pontuação mínima para a validar a inscrição.

Os estudantes não classificados na primeira chamada para os cursos pretendidos têm uma segunda chance, podendo optar por participar da lista de espera. 

ProUni

Se você acha que a sua nota do Enem serve apenas para ingressar em universidades públicas, está muito enganado. O ProUni é um programa desenvolvido pelo Governo Federal com a intenção de garantir a oportunidade de ensino superior para jovens de baixa renda.

O programa consiste em oferecer bolsas integrais ou parciais de acordo com a pontuação que o estudante obtém no Enem. As notas são utilizadas para definir a porcentagem de bolsa possível na instituição de ensino desejada.

Assim como no Sisu, as inscrições para o ProUni podem ser feitas de forma gratuita no primeiro e no segundo semestre. A particularidade do programa é que o estudante precisa, necessariamente, tirar ao menos 450 pontos na prova. Além disso, também não pode ter zerado a redação e devem obrigatoriamente, se enquadrar em uma das situações abaixo:

  • ter cursado integralmente o ensino médio em escola pública;
  • ter cursado integralmente ou parcialmente o ensino médio em colégio particular com 100% de bolsa de estudos;
  • ser uma pessoa com deficiência;
  • possuir renda familiar de até um salário mínimo e meio para bolsas integrais e o dobro para parciais.

Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies ) também é um projeto do governo, que busca ajudar os estudantes a ter acesso ao ensino superior. Ele funciona exatamente como financiamento, onde o aluno pode estudar primeiro e pagar o curso após concluir a graduação. 

O site do programa abre inscrições duas vezes por ano e é possível realizar o pedido de forma gratuita. Para estar apto a participar, o estudante precisa:

  • ter realizado o uma prova do Enem, podendo ser qualquer edição a partir de 2010;
  • ter alcançado ao menos 450 pontos e não ter zerado a redação na edição escolhida.

Além disso, o estudante também precisa cumprir alguns requisitos de renda. O programa oferece duas modalidades, a primeira para quem tem até 3 salários mínimos mensais por pessoa e a segunda para quem possui renda de mais de 3 e até 5 salários mínimos por pessoa dentro de casa.

O financiamento inclui pagamento da mensalidade, compra de material didático e custeamento de possíveis taxas ao longo da graduação.

Complementar o vestibular

Além do Sisu, algumas instituições de ensino também aceitam a nota do Enem como forma parcial para compor a nota geral do vestibular próprio. Nesse caso, é necessário procurar pelas regras da universidade pretendida, como funciona essa junção de notas. 

Os critérios para o ingresso do estudante variam de instituição para instituição, podendo a nota do Enem servir para compor até 50% da nota final.

Universidades Portuguesas

Para quem deseja sair do Brasil e estudar em outro país, fazer o Enem também pode ser muito útil. Isso porque o Inep fechou um acordo com diversas universidades de Coimbra e Algarve, em Portugal. Desde 2014 é possível utilizar a nota do Enem para substituir ou complementar a nota do vestibular tradicional. 

No site do Ministério da Educação (MEC) ainda é possível encontrar outros programas disponíveis que reduzem o valor da anuidade para estudantes brasileiros que alcancem as melhores colocações no Enem.

Na Estácio, o estudante pode utilizar a nota do Enem tanto no Fies, quanto no ProUni. Para mais informações acesse nosso site e veja para que serve o Enem e qual a melhor forma para você utilizar a nota!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui