Está procurando uma carreira que se encaixe no seu perfil analítico e organizado? Tem facilidade e gosto pelos números? Precisa então conhecer a Faculdade de Gestão Financeira. A Estácio, por exemplo, oferece um excelente curso nessa área para quem busca uma qualificação de primeira linha e boa colocação no mercado de trabalho.

A Faculdade de Gestão Financeira habilita profissionais para gerenciar o departamento financeiro de uma empresa, além de muitas outras funções. Com o mercado no segmento de finanças é sempre crescente, escolher essa graduação pode abrir muitas portas.

Ficou curioso e deseja saber mais? Continue acompanhando.

Leia mais: Entenda a importância da gestão financeira para as organizações

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Como é a faculdade de Gestão Financeira

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais que são definidas pelo MEC – Ministério da Educação, o curso de Gestão Financeira também é conhecido como Auditoria Fiscal e Tributária e está na categoria dos cursos tecnólogos de Gestão e Negócios.

O curso tem duração média de dois anos e fica a critério da instituição ter atividades complementares, estágio e trabalho de conclusão de curso. Além disso, precisa apresentar não apenas conteúdos gerais, como também específicos da área de Gestão Financeira e Orçamentária.

Algumas das área de atuação do profissional de Gestão Financeira

O estudante que optar pela Faculdade de Gestão financeira, aprenderá, principalmente, a fazer o planejamento financeiro de uma organização. Além disso será responsável pela organização, captação e aplicação de recursos.

O profissional também aprenderá a analisar o mercado e, dessa maneira, sugerir alterações e procedimentos para melhorarem o desempenho da empresa. Analisar créditos e demonstrativos contábeis, avaliação de estoques, faturamento e fluxo de caixa, também fazem parte das habilitações do profissional.

Ficou interessado nesse ramo? Pois saiba que a Estácio possui um curso tecnólogo de Gestão Financeira que se encaixa na sua realidade. Conheça agora.

Faculdade de Gestão Financeira da Estácio

O curso de Gestão Financeira da Estácio acompanha as mudanças políticas e econômicas do país. Dessa maneira, pelo reflexo na área financeira, a grade curricular é adaptada para a nossa realidade.

É um curso tecnólogo, com duração de dois anos e que pode ser feito não apenas presencialmente, como também à distância.

Os temas que são apresentados durante as aulas são atuais e auxiliam na construção de um profissional que seja eficiente no planejamento financeiro de uma empresa. Além disso, habilita os estudantes a organizar a aplicar recursos financeiros.

Conheça a grade curricular do Curso de Gestão Financeira da Estácio.

Grade Curricular

Durante os quatro períodos da Faculdade de Gestão Financeira da Estácio você terá as seguintes disciplinas:

1º Período

  • Economia Empresarial;
  • Fundamentos das Ciências Sociais;
  • Fundamentos de Matemática;
  • Introdução à Contabilidade;
  • Língua Portuguesa;
  • Princípios de Gestão;

2º Período

  • Comportamento Organizacional;
  • Comunicação Contemporânea;
  • Contabilidade Geral;
  • Filosofia, Ética e Cidadania;
  • Legislação Fiscal, Trabalhista e Previdenciária;
  • Matemática para Negócios;

3º Período

  • Análise de Demonstrações Financeiras;
  • Análise de Investimentos;
  • Contabilidade Gerencial;
  • Disciplina Eletiva;
  • Estatística e Probabilidade;
  • Gerenciamento Orçamentário;
  • Mercado Financeiro;

4º Período

  • Análise e Avaliação de Operações Bancárias;
  • Avaliação de Empresas;
  • Gestão do Capital de Giro;
  • Métodos Quantitativos;
  • Planejamento e Controle Financeiro;
  • Planejamento e Gestão Tributária;
  • Sistema Financeiro Nacional.

Leia também: Finanças pessoais: 6 dicas que vão ajudar você com a sua mensalidade

Como é a profissão de Gestão Financeira

A profissão de Gestão Financeira é de extrema importância para o crescimento e estabilidade das organizações, mas também o profissional que atua nesta área, tem um cargo de muita responsabilidade.

Isso porque mesmo em momentos de crise e instabilidade econômica, a profissão não só sofre menos que as demais por encontrar sempre um espaço no mercado, como também se torna mais do que necessária em períodos desse tipo.

Dessa maneira, o profissional de Gestão Financeira que realiza seu trabalho de maneira eficiente, faz com que a organização sofra o mínimo possível em um crise e tenha capacidade de se recuperar mais facilmente.

Desde 2009, o tecnólogo em Gestão Financeira formado tem o direito de fazer seu registro no Conselho Regional de Administração.

Seguem alguns dos cargos que o gestor financeiro pode atuar:

  • Analista Financeiro, ou de Crédito, ou de Investimentos, ou de Mercado Financeiro, ou de Recursos Financeiros, ou de Desempenho Financeiro;
  • Assistente Financeiro;
  • Avaliação e Captação de Recursos Financeiros ou de Indicação de Produtos de Investimento no Mercado Financeiro;
  • Consultor Financeiro;
  • Controladoria;
  • Controle de Liquidez;
  • Gerente de Contas, de Contas a Pagar, de Contas a Receber, de Processos, de Patrimônio, de Recursos, de Finanças;
  • Orçamentista;
  • Supervisor de Operações Financeiras.

Mercado de trabalho

O profissional que se forma na Faculdade de Gestão Financeira pode atuar nas finanças corporativas, gestão de tesouraria, análise de crédito e gerência financeira.

Além disso, os tecnólogos em Gestão Financeira podem atuar em empresas de pequeno, médio e grande portes nos segmentos comercial, industrial e do terceiro setor, com foco na área de gestão financeira. Pode atuar em multinacionais também.

É uma carreira que pode ser bem promissora, além dos salários serem atrativos. É um mercado que está em expansão, pois empresas de todos os tamanhos precisam de profissionais preparados e capacitados para gerirem suas finanças.

Leia também: Estácio Graduação Flex: 6 cursos de exatas nessa modalidade

Perfil profissional de quem quer fazer a faculdade de Gestão Financeira

Se você deseja ingressar na Faculdade de Gestão Financeira, precisa ter algumas características essenciais para poder se dar bem durante a graduação e, consequentemente, a profissão.

É preciso ter capacidade analítica, raciocínio lógico e ser crítico, afinal o profissional vai ser responsável por fazer análise de mercado e avaliar a viabilidade econômico financeira de uma empresa. Responsabilidade social e ética, afinal de contas vai lidar com todo o dinheiro de uma corporação.

Ter uma visão global e sistêmica da organização e do mercado que ela atua, para entender o funcionamento da empresa como um todo e saber direcionar os recursos para onde eles são realmente necessários. Além de ter um pensamento estratégico.

Estar em constante atualização também é requerido, afinal a situação econômica do país muda constantemente, para isso é preciso ser flexível e adaptável às mudanças tanto organizacionais quanto tecnológicas e de mercado.

É preciso gostar de números!

Ter boa relação com os números, saber liderar, se comunicar bem tanto oral quanto escrita, trabalhar em equipe também são interessantes para complementar o perfil.

Além disso, precisa ser organizado e saber administrar seu tempo. Pró-atividade também é esperada desse profissional, afinal é necessário muita atitude para aumentar a produtividade de uma empresa.

E por fim, precisa ser negociador e saber pesquisar opções para lutar pelo melhor para a empresa. Saber avaliar os riscos também é fundamental.

Salário do tecnólogo em Gestão Financeira

De acordo com o site salario.com.br, junto a dados do Novo CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, eSocial e Empregador WEb, o salário médio de um tecnólogo em Gestão Financeira é R$ 5.448,89 para uma jornada de 43 horas semanais.

O piso salarial de 2020, por conta de acordos, convenções coletivas e dissídios de profissionais com carteira assinada em regime CLT é de R$ 4.973,14 e o teto, de R$ 15.134,40.

O setor que paga os salários mais altos é o de atividades de consultoria em gestão empresarial, com um teto salarial de R$ 14.723,71, seguido de serviços combinados de escritório e apoio administrativo, com um teto de R$ 12.510,07 e construção de edifícios com um teto de R$ 6.676,00.

Já as cidades que tem os melhores salários são, primeiramente São Paulo capital, com um teto de R$ 16.014,50, seguido de Barueri, também em São Paulo, com um teto de R$ 15.067,81 e Campinas, também no Estado de São Paulo, com um teto de R$ 10.727,24.

UTILIZE SUA NOTA DO ENEM PARA ENTRAR EM UM CURSO DA ESTÁCIO!

Leia também: EaD Flex Estácio: 6 cursos de gestão a quem quer empreender

Agora que você já sabe tudo sobre a Faculdade de Gestão Financeira, opte por entrar nesse mercado através do curso que a Estácio oferece. Dessa forma faça agora mesmo a sua inscrição na Estácio e conheça todas as maneiras de ingresso, inclusive como ganhar bolsas de estudo!

Continue acompanhando o nosso blog para mais dicas como essas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui