Você pode ter o melhor produto do mundo ou o serviço de maior qualidade, entretanto, se sua empresa não tiver seu fluxo de caixa em dia, seus pagamentos e recebimentos bem organizados e bem feitos, nada disso adianta. Essa é a importância da gestão financeira dentro de uma empresa, órgão público ou qualquer organização. Se você tem afinidade por essa área, a Estácio tem o curso certo para começar.

Em resumo, a gestão financeira é muito mais do que lidar só com números. É saber fazer planejamento, ter conhecimento de mercado, saber lidar com sua equipe, além de, sobretudo, ter muito conhecimento na área. É justamente aí que um bom curso na área pode ajudar, como o ofertado pela Estácio.

Ficou interessado? Confira todos os detalhes sobre a importância da gestão financeira para as organizações. Além disso, conheça o curso de gestão financeira da Estácio, as disciplinas, áreas de atuação e como está o mercado de trabalho.

MATRICULE-SE NO CURSO DE GESTÃO FINANCEIRA DA ESTÁCIO

Leia também: Finanças pessoais: 6 dicas que vão ajudar você com a sua mensalidade

O que é gestão financeira

Gestão financeira é um conjunto de ações administrativas que serve para planejar, analisar e controlar as atividades financeiras de uma empresa. Essas atividades se referem a todos os tipos de investimentos, despesas fixas e variáveis, lucros, empréstimos, financiamentos e, igualmente, o valor patrimonial da empresa.

Todas essas ações administrativas são de suma importância para que a organização tenha bons resultados. Isso acontece pois assim a empresa estabelece metas, estipula prazos e analisa seus resultados para saber se estão de acordo com o que estava planejado.

Etapas da gestão financeira

A gestão financeira de uma empresa é dividida em cinco etapas. Todas elas são importantes também em outros departamentos da empresa. São elas:

  • Planejamento: essa etapa verifica a situação financeira atual da empresa, identifica as futuras oportunidades e então, elabora as metas e faz a projeção. Existem 3 tipos de planejamento: estratégico, que planeja a longo prazo, tático, no médio prazo e operacional, que faz o planejamento no curto prazo;
  • Direção: essa etapa definição de quem vai liderar no processo de gestão. Aqui entra o papel do gestor financeiro que é quem tem o conhecimento para tal tarefa;
  • Comunicação: comunica as decisões para o restante da equipe;
  • Controle: verifica os processos que foram executados, faz uma manutenção preventiva para que, posteriormente, não haja erros e retrabalhos;
  • Avaliação: como o próprio nome já diz, avalia os resultados. É nessa etapa que se tem a resposta se o planejamento foi bem executado.

Funções da gestão financeira

Como já mencionamos, a importância da gestão financeira é que a empresa tenha bons resultados. Para isso, deve-se aproveitar os recursos da melhor maneira possível.

As principais funções da gestão financeira são:

  • Planejamento e análise financeira: como já dissemos nas etapas da gestão financeira, o planejamento determina quais serão as tarefas a serem executadas e as expectativas de futuro. É a hora de fazer o orçamento;
  • Aplicação dos recursos financeiros: previsão de quanto a empresa vai precisar gastar tanto para colocar o planejamento em prática, quanto para outros tipos de projetos;
  • Controle de contas a pagar e receber: é o mesmo que controlar receitas e despesas, gerenciando inclusive aplicações e dívidas. Pode ser influenciado pelas legislações tributárias;
  • Análise de crédito e cobrança: são ações que minimizam os riscos da empresa e precisam de profunda análise;
  • Administração de fluxo de caixa: é o mesmo que receitas e despesas, porém para os gastos do dia-a-dia da organização. Avalia as origens de forma mais estruturada. Hoje os sistemas ERP (Enterprise Resource Planning, em inglês) facilitam muito esse trabalho com o auxílio da tecnologia.

A importância da gestão financeira na empresa

A gestão financeira é fundamental para qualquer empresa porque é responsável por planejar e controlar o uso dos seus recursos. Todas os setores da empresa são influenciados, já que é ela quem faz o orçamento da empresa e define para onde vão esses recursos.

Afinal, o lucro, que é o que almeja toda empresa, é definido também pela gestão financeira. Todas as estratégias elaboradas pela pessoa que faz a gestão influenciam a forma como será usado o dinheiro.

A importância da gestão financeira deve ser alinhada com o propósito da empresa, além do seu processo organizacional. Deve ser coerente com o que pensam as pessoas que trabalham nela. Ou melhor, as pessoas devem estar conectadas ao propósito, pois só assim poderão fazer uma boa gestão.

Má gestão financeira atrapalha os negócios

Muitas vezes as empresas não tem nem ideia de quanto estão ganhando e gastando, ou as decisões sobre aplicações e investimentos são feitas de forma errada. Esses são apenas exemplos de uma má gestão financeira. Tanto esses exemplos, assim como outros, são causados por falta de informações, análises erradas, planejamento errado, entre outros fatores. Essa é também a importância da Gestão Financeira.

Para uma boa gestão Financeira, é necessário contratar profissionais que estejam qualificado para essas atividades. A Estácio tem um Curso de Gestão Financeira, assim vamos falar sobre ele agora:

Curso de Gestão Financeira da Estácio

O curso de Gestão Financeira da Estácio, é um curso de tecnologia que tem duração de 2 anos e está disponível nas modalidades presencial e a distância.

A grade curricular do curso acompanha as mudanças das políticas econômicas do país e os consequentes reflexo na área financeira. Os temas apresentados em sala de aula são atuais e auxiliam na construção de um profissional eficiente no planejamento financeiro de uma empresa, na organização e na aplicação de recursos.

Grade curricular

Existem algumas diferenças entre as grades curriculares das modalidades presencial e à distância, sendo que algumas disciplinas são comuns entre as duas:

Disciplinas do curso presencial

  • Introdução às Finanças;
  • Matemática Empresarial;
  • Princípios de Gestão;
  • Economia Empresarial;
  • Pensamento Computacional;
  • Contabilidade Tributária II;
  • Gestão de Práticas Trabalhistas;
  • Gestão de Sistemas de Informação;
  • Inovação Tecnológica e Empreendedorismo;
  • Gestão Financeira;
  • Governança Corporativa, Risco e Compliance;
  • Raciocínio Lógico e Analítico.

Disciplinas do curso à distância

  • Bases de Gestão;
  • Bases Matemáticas;
  • Finanças nas Organizações;
  • Fundamentos de Economia;
  • Análise de Demonstrações Financeiras;
  • Gestão do Capital de Giro;
  • Análise de Investimentos;
  • Controladoria;
  • Derivativos Financeiros;
  • Fundamentos e Ferramentas da Qualidade;
  • Gerenciamento de Projetos;
  • Gerenciamento Orçamentário;
  • Gestão de Processos;
  • Mercado de Ações;
  • Responsabilidade Social e Sustentabilidade.

Disciplinas das duas modalidades

  • Comportamento Organizacional;
  • Planejamento de Carreira e Sucesso Profissional;
  • Contabilidade Geral;
  • Matemática Financeira;
  • Contabilidade Gerencial;
  • Contabilidade Tributária I;
  • Estatística e Probabilidade;
  • Mercado Financeiro;
  • Planejamento e Controle Financeiro;
  • Operações Bancárias;
  • Contabilidade e Análise de Custos;
  • Tópicos em Libras: Surdez e Inclusão.

Habilidades necessárias para o profissional de gestão financeira

Uma pessoa que esteja alinhada com a profissão também faz parte da importância da gestão financeira. Um bom profissional precisa de constante atualização dos seus conhecimentos e dedicação à área. Entretanto, algumas habilidades são importantes para que ele possa desempenhar bem o seu papel.
Algumas dessas habilidades necessárias são: boa relação com os números, responsabilidade, ética, saber liderar, trabalhar bem em equipe, boa comunicação, proatividade e visão estratégica.

Como é o mercado de trabalho

O mercado de trabalho para o profissional de gestão financeira é bem variado. Pode atuar nas finanças corporativas, gestão de tesouraria, análise de crédito e gerência financeira. Encontram espaço tanto em empresas de pequeno, médio, quanto grande porte e similarmente nos segmentos comercial, industrial e do terceiro setor, com foco na área de gestão financeira.

É um mercado em expansão, já que todas as organizações, independente de serem privadas ou públicas, precisam de um bom gestor financeiro.

Quanto ganha um gestor financeiro

De acordo com o site salario.com.br, um tecnólogo em gestão financeira ganha em média R$ 6.270,71 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais. Isso de acordo com dados oficiais do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

O piso salarial está R$ 5.723,21 e o teto, que faz a média dos melhores salários da categoria, pode chegar a R$ 21.186,55.

Primeiramente, a área que melhor paga esse tipo de profissional é a de bancos múltiplos com carteira comercial, com teto salarial de R$ 21.819,14, seguida de serviços combinados de escritório e apoio administrativo, com teto de R$ 15.823,73.

Agora que você já sabe a importância da Gestão Financeira e ficou interessado nesse ramo de trabalho, ou que já trabalha nessa área mas precisa se tornar um profissional mais bem qualificado, matricule-se agora no Curso de Gestão Financeira da Estácio e esteja pronto para o mercado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui