Desde 2020, os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio podem optar por fazer a prova no modelo digital. A ideia é que esse formato seja a regra a partir de 2026, então o Ministério da Educação já está testando como seria a prova. Com isso, muita gente se pergunta qual escolher: Enem digital ou impresso?

Existem alguns detalhes para ficar de olho quando o debate é esse. O primeiro deles é como funciona os dois formatos e se existem diferenças entre um e outro. Além do mais, o Enem digital pode ser feito em todas as cidades?

Neste texto, vamos ver como as duas modalidades funcionam e qual vale mais a pena. No fim, você vai poder escolher entre Enem digital ou impresso. Vamos lá?

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Saiba mais: Tecnologias educacionais: veja como aprender ficou mais fácil

Enem digital ou impresso: como funcionam?

Como comentamos anteriormente, o Ministério da Educação (MEC) pretende utilizar principalmente o formato digital, a partir de 2026. Com isso, entender as bases desse modelo é primordial para os candidatos dos próximos anos.

Ainda assim, vamos relembrar como o impresso funciona. Ele ocorre do modo mais tradicional, você tem acesso às perguntas e responde no papel mesmo, com auxílio de uma caneta. Claro, para isso você precisa ir ao local definido pelo MEC, divide espaço com outros candidatos e é supervisionado por monitores.

No digital, tudo acontece com auxílio de um computador. Assim, o candidato tem acesso e responde as perguntas diretamente na tela, sem precisar de uma caneta ou papel. O resto continua o mesmo: o candidato faz a prova numa instituição pré-definida, com a presença de monitores.

Enem digital ou impresso: o que fica igual?

Basicamente, a prova feita pelos candidatos é a mesma, independente do formato. As figuras, gráficos e possibilidade de resposta são iguais, e fazer um ou outro não aumenta ou diminui as chances de passar. Além do mais, ambos ocorrem nos mesmos dias do impresso e no mesmo horário.

A estrutura do exame também se repete: são quatro provas objetivas, de 180 questões e uma redação. As provas são divididas a partir de áreas do conhecimento e são corrigidas com auxílio da Teoria de Resposta ao Item (TRI).

a redação continua de forma impressa para os dois modelos. Sim, mesmo quem optar pelo digital segue precisando escrever de forma manuscrita a redação, a qual será corrigida da mesma forma de quem optou pelo impresso.

Além disso, o valor da taxa de inscrição é o mesmo, assim como os critérios para isenção. A inscrição e o acompanhamento da participação continua por meio do site do Enem.

Enem digital ou impresso: o que muda?

Primeiro, a possibilidade de inscrição. Nem todas as cidades comportam a oferta de um Enem digital e por isso as inscrições são limitadas a algumas localidades. Com isso, o número de vagas é bem menor, se comparado ao impresso.

Em 2021, por exemplo, apenas 100 mil candidatos fizeram o Enem digital. Então é bom ficar de olho na abertura das inscrições para registrar logo sua participação. Quanto mais cedo se inscrever, mais chances de conseguir fazer no modelo novo.

Além do mais, só pode realizar a prova digital quem está se formando ou já é formado no Ensino Médio. Assim, o candidato que vai fazer o Enem apenas para treino vai precisar optar pelo impresso.

No mais, pouco muda entre um formato e outro. No digital, a segurança da prova é bem grande. Os computadores não dão acesso à internet e o candidato não consegue abrir outros programas, além do Enem. Por isso, não adianta pensar que um vai ser mais fácil que outro. A prova é a mesma.

Como se inscrever no Enem digital?

Como dissemos antes, o processo para registro é o mesmo. Vai no site, preenche os dados e pronto. A diferença é que você precisa determinar o tipo de prova: Enem digital ou impresso. Quando escolher a primeira opção, o sistema vai te mostrar as cidades onde você pode fazer.

Em 2021, as vagas variaram de localidade para localidade. Em São Paulo (SP), por exemplo, 15 mil vagas foram abertas para candidatos. Já em Boa Vista (RR), apenas 50. Por essas e outras, indicamos fazer a inscrição logo quando abrir no site, pois os candidatos são selecionados por ordem de pedido.

Calendário Enem 2022

Em 2022 continuamos com a possibilidade de escolher entre Enem digital ou impresso. Ao longo do ano, as datas de cada processo devem ser anunciadas. Até o momento, temos poucas informações. Já sabemos que as provas ocorrem em 13 e 20 de novembro, mas ainda sem previsão do início das inscrições.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO NA PÓS-GRADUAÇÃO DA ESTÁCIO E CRESÇA NA CARREIRA

Leia também: DevOps Estácio: conheça o curso ideal para desenvolvedores

Qual Enem fazer?

Tudo depende da sua preferência e disponibilidade de fazer a prova onde você mora. No fim, escolha o modelo mais fácil para você. Esse texto te ajudou? Continue lendo as produções do nosso blog e siga bem informado sobre o Enem 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui