Reunir informações relevantes para elaborar seu currículo nem sempre é tarefa fácil. Principalmente se você tem pouca ou nenhuma experiência, o que normalmente é o caso no primeiro emprego. Mas, afinal, você sabe como fazer um currículo?

Preparamos um guia com informações importantes para auxiliá-lo na elaboração do currículo.

Confira todos os detalhes!

Leia mais: Aplicativo para fazer currículo: 6 opções para você experimentar!

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

O que deve constar no currículo

Currículo é um documento com informações laborais, educacionais e vivenciais. Em outras palavras, as informações laborais estão relacionadas com as experiências profissionais, enquanto as educacionais referem-se à formação acadêmica do indivíduo.

Dessa forma, o currículo segue um certo padrão: primeiramente coloca-se os dados pessoais, seguido dos objetivos, formação acadêmica e outras informações relevantes.

Apenas por curiosidade: o currículo teve origem há mais de 3.500 anos. No entanto, com as peculiaridades da época, usavam-se pedras ou papiros para escrever seus feitos.

Mas quando pensamos em fazer um currículo para o primeiro emprego não sabemos o que colocar ou qual a estrutura deve ter.

Estrutura simples de um currículo para o primeiro emprego

Seja para o primeiro emprego ou para qualquer pessoa que deseja fazer seu currículo, segue-se a mesma estrutura. Porém, o primeiro tem menos informações.

Todos devem ter um linguagem clara e objetiva, devem estar bem organizados e conter apenas informações relevantes.

Assim, para estruturar um bom currículo, o melhor é dividi-lo por seções, tais como:

Seção 1 – Dados pessoais

Iniciamos a descrição com informações pessoais, como: nome completo, endereço, telefone e e-mail e endereço da rede social LinkedIn, caso possua.

Seção 2 – Objetivo profissional

Na sequência, escreva qual o objetivo de buscar o primeiro emprego.

O ideal é conseguir colocar em palavras a vontade, o entusiasmo e a intenção em trabalhar naquela vaga ou empresa. Talvez aqui é onde estará seu diferencial frente aos seus concorrentes. Capriche!

Além disso, deve ficar claro qual o cargo pretendido ou a vaga a que você está se candidatando. Como estamos falando em primeiro emprego, pense em cargos iniciais, como estagiário ou jovem aprendiz.

Caso esteja cursando o Ensino Médio, vislumbre cargos de assistente ou auxiliar. Busque mais informações na internet, se achar necessário.

Contudo, se sentir um dificuldade na escolha de um cargo específico, use sua criatividade para escrever e mostrar ao recrutador suas intenções em trabalhar na empresa a qual está se candidatando.

Pode usar frases dos tipo: busco oportunidade inicial na área X da empresa Y. Geralmente, faz-se um currículo para cada vaga a qual o candidato pretende se candidatar.

No entanto, evite frases do tipo “quero ter minha independência pessoal e financeira em um ambiente de trabalho”. Frases desse tipo são vazias e nada inteligentes

Seção 3 – Formação

Nesta seção você deve escrever sobre sua formação, ou seja, coloque o local onde fez o ensino formal. Se fez alguma qualificação com certificado, inclua.

Seção 4 – Experiências

Para muitos, essa seção é a mais difícil de elaborar pois quem está na busca do primeiro emprego não possui experiências. Mas cabe mencionar sobre trabalhos voluntários realizados, por exemplo. Bem como evidenciar as habilidades exigidas na realização do trabalho.

Não precisam estar alinhados com o cargo ou a empresa na qual pretende se candidatar, mas com certeza será interessante para seu desenvolvimento pessoal.

Além disso, outras informações relevantes como: participação de aulas, palestras, oficinas e cursos online podem ser incluídos como forma de tornar seu currículo mais atrativo.

Evidenciar atividades fora do ambiente escolar são importantes e demostram interesse em crescer e se desenvolver como pessoa e profissionalmente. Outra forma de descrever suas experiências está em mencionar projetos desenvolvidos no meio acadêmico.

Quando já está numa graduação, os projetos de iniciação científica podem ser incluídos. Aqui atente-se para evidenciar sua dedicação e comprometimento e que exigiram certa liderança e resiliência.

Contudo, não estenda muito na descrição, apenas cite-os e aponte as habilidade adquiridas sem riqueza de detalhes. E claro, seja verdadeiro com as informações mencionadas, pois o avaliador irá checar as informações.

Seção 5 – Referências

Ao final, no seu currículo do primeiro emprego, aponte algumas referências relevantes. Ou seja, indique pessoas que auxiliaram diretamente no desenvolvimento de suas habilidades, por exemplo.

Nessa etapa, inclui-se professores, educadores, líderes de projetos, gestores de trabalhos voluntários, colegas de projeto e de trabalho mencionado com as experiência acima citadas.

Coloque o nome completo, cargo ou atividade desenvolvida, qual a experiência refere-se, telefone e e-mail.

Com essas informações, descreva em tópicos, dispostos em um design simples e quanto mais visível, melhor. Acreditamos que o simples, o mais limpo, bem como o uso de fontes padrão, favorecem a leitura.

Assim, o que vai despertar interesse pelos recrutadores não é o layout, a fonte, a cor e sim as informações relevantes que identifiquem você como profissional.

Colocar as redes sociais no currículo é importante?

Atualmente, as redes sociais são uma vitrine pessoal de qualquer um. Por isso muitos avaliadores optam por fazer uma pesquisa nesses locais para conhecer mais sobre a personalidade dos candidatos.

Mas, afinal devo ou não colocar no currículo? Seria mais indicado colocar apenas o endereço do seu perfil LinkedIn.

As outras plataformas como Facebook e Instagram não são necessárias, visto que muitas vezes não são visíveis a qualquer pessoa, apenas as pessoas autorizadas pelo próprio administrador.

Mas cuide com as informação contidas nessas e outras plataformas que falam de você.

Os recrutadores buscam informação além das contidas no seu currículo

Mesmo você não inserindo os endereços de suas redes socais, os recrutadores buscam por elas para procurar informações que vão além das contidas no currículo.

Então se está buscando o primeiro emprego fique atento às informações disponibilizadas nessas plataformas. Se atente para atitudes como:

  • Evite condutas desfavoráveis à sua credibilidade;
  • Não se exponha com fotos comprometedoras, seja discreto e íntegro sobre qual impressão quer passar;
  • Seja ético e correto ao postar, comentar ou publicar algo.

Dessa maneira, você estará se precavendo de situações desconfortáveis em uma entrevista de emprego, ou até mesmo ser desclassificado já no início do processo seletivo, na fase de análise do currículo.

Invista no LinkedIn

Agora, se deseja ser bem visto no mundo dos negócios, invista da rede social LinkedIn. Fundada em 2002, hoje ela tem mais de 300 milhões de usuários e é considerada a maior rede profissional existente.

Utilizada principalmente para mostrar suas aptidões e seus interesses com assuntos pertinentes ao seu campo de atuação.

O interessante dessa plataforma está na possibilidade de interação entre profissionais da mesma empresa, o que permite endossar alguma informação na qual gera maior credibilidade ao conteúdo.

Portanto, ao se cadastrar na plataforma, oriente seu perfil para o mercado pois isso possibilita criar uma rede de contatos afins aos seus interesses profissionais. Considera-se assim um ferramenta de networking muito interessante.

Outras dicas de como fazer um bom currículo

Para ajudar na elaboração de um bom currículo, preparamos algumas dicas:

  • As informações pessoais devem estar claras;
  • Dê ênfase em suas qualidades e nos pontos fortes;
  • Faça uma escrita objetiva;
  • Garanta a veracidade nas informações;
  • Use um formato simples;
  • Revise antes de enviar.

A fluidez da leitura também deve ser considerada, para isso utilize espaçamento consistente e faça uso do itálicos, sublinhados, e negritos para realçar a informação.

Para entregar o currículo, seja presencial ou online, prefira sempre o formato em PDF pois não irá perder a formatação.

Na hora de montar um currículo, algumas pessoas temem quanto a colocação de sua foto.

De praxe, não é muito comum usá-la. No entanto, algumas empresas podem solicitar que você anexe a imagem separado do arquivo contendo o currículo.

Leia também: 10 motivos para você fazer um estágio durante a graduação

UTILIZE SUA NOTA DO ENEM PARA ENTRAR EM UM CURSO DA ESTÁCIO!

Agora que você tem todas essas informações, já está apto a construir um bom currículo e concorrer a boas vagas.

Prepare-se também para o mercado de trabalho fazendo um curso de graduação da Estácio.

E continue acompanhando o nosso blog para mais dicas como essas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui