Quando estamos definindo qual profissão seguir buscamos informações acerca das atividades desenvolvidas, do campo de atuação, do mercado de trabalho e claro, sobre o salário dos profissionais. Você conhece a carreira da advocacia, por exemplo? Sabe quanto ganha um advogado?

Para responder esses e outros questionamentos, preparamos um texto que ira ajudá-lo na sua escolha. Acompanhe a leitura e saiba mais sobre a carreira de advogado! 

Leia mais: Como é o curso de Direito?

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Carreira de advogado

Caso você tenha afinidade com normas, leis, regramentos jurídicos, você pode seguir a carreira de Direito. Um profissional desse ramo adquire a habilidade em aplicar normas jurídicas de um determinado país, defende interesses da pessoa física ou jurídica.

Contudo, no desempenho de suas atividades, o profissional deve ser capaz de ter bons argumentos e possuir uma boa comunicação verbal.

Além disso, deve-se atentar para criar um ambiente harmônico em que os interesses pessoais não sobressaiam ao da sociedade e vice-versa.

Onde atua o advogado?

Dessa maneira, o campo de atuação de um advogado passa a ser bastante amplo. Pode trabalhar nas seguintes áreas: trabalhista, ambiental, civil, penal, constitucional e processual.

Pode, ainda, ser um consultor das leis e regramentos jurídicos a fim de elucidar pessoas ou empresas em suas atividades, evitando conflitos judiciais.

Atente-se que ao finalizar a universidade, para ser um advogado, o aluno necessita realizar o exame da Ordem dos Advogados do Brasil, a OAB.

E ainda, se a intenção é seguir a carreira de juiz, por exemplo, terá que atuar na área por pelo menos dois anos.

Quanto ganha um advogado?

No Brasil, a media salarial de um advogado está em torno de R$ 3.700, mas pode variar em cada Estado. Os Estados com maior remuneração são São Paulo, Distrito Federal e Rio de Janeiro.

De acordo com levantamento salarial realizado pela revista Exame, o piso salarial de um advogado é:

  • Júnior: R$ 70 mil a R$ 95 mil ao ano;
  • Pleno: R$ 85 mil a R$ 140 mil ao ano;
  • Sênior: R$ 95 mil a R$ 205 mil ao ano.

As denominações sênior, pleno e júnior se devem ao tempo de atuação e experiência profissional, bem como o nível hierárquico.

Todavia, as regras de enquadramentos não são claras, mas normalmente pode-se categorizar como sendo profissional júnior quem possui até 4 anos de carreira. Já o pleno varia entre 4 a 10 anos e o sênior, mais de 10 anos de experiência.

Quanto ganha um advogado nas diversas áreas de atuação?

Como mencionando acima, as área de atuação são bastante amplas e há várias ramificações.

Contudo, cabe destacar algumas delas:

Quanto ganha um advogado da área ambiental

O Direito Ambiental com o passar dos anos tem ganhado cada vez mais espaço frente ao processo de expansão das cidades e das indústrias. Ainda mais, aliado a cobrança mais efetiva da responsabilidade socioambiental desses empreendimentos.

O advogado especializado nessa área torna-se indispensável no desenvolvimento da empesa. E dependendo da magnitude do negócio e sua localização, o trabalho do advogado é bastante valorizado e pode chegar a ter remuneração de R$16.000.

Contudo a média dos ganhos de um advogado da área ambiental está entre R$ 5.500 e R$ 15.963,50.

Quanto ganha um advogado da área trabalhista

Sem dúvida, é o ramo do direito com mais oferta de trabalho devido às relações entre empregados e empregadores nem sempre serem adequados. Isso faz com que, normalmente, haja incongruência legal por uma das partes.

Por conta disso, o papel do advogado nessa relação torna-se necessário para promover entendimento claro e aplicabilidade correta da lei.

Outro ponto relevante que merece destaque é sobre a crescente demanda provinda das constantes atualizações das leis trabalhistas e volume de ações tramitando no tribunais.

De acordo com pesquisa de mercado, os salários do advogado nessa área variam entre R$ 4.055 e R$ 14.004,34.

Quanto ganha um advogado da área tributária

Direito Tributário é o ramo do direito que visa o estudo jurídico de tributação, ou seja, noções de tributo, arrecadação e fiscalização são necessários.

Porém a destinação efetiva, aplicabilidade e gerenciamento dos recursos vindos da tributação são abarcados por outro ramo do direito, o direito financeiro. Portanto, o direito tributário engloba todos os trâmites legais até que o dinheiro chegue aos cofres públicos.

O advogado pode ofertar seu serviço de consultoria, atendimento e planejamento para empresas e escritórios de diversos ramos, pois a questão tributária remete a todos os setores empresariais.

Por isso, o contexto propicia uma área bastante promissora, além da ter uma remuneração bem atrativa, que varia entre R$ 4.354,32 a R$ 14.421,52

Como obter um diferencial na carreira

O grande número de cursos de graduação em Direito e os milhares de profissionais no mercado fazem com que os estudantes fiquem atentos para o que pode diferenciá-los no mercado.

Sabe-se que a exigência por produtos e serviços de qualidade cresce a cada instante e o advogado, como prestador de serviço, não poderia ser diferente.

Por isso, precisam criar meios que o destacam no mercado jurídico. Separamos algumas dicas!

Comunicação com o cliente

A comunicação clara e objetiva entre o profissional e o cliente deve ser sempre o foco para obter bons resultados. Os ruídos encontrados nesse fluxo de informação é o fato gerador do insucesso de vários escritórios de advocacia.

Além de criar uma boa comunicação, deve-se atentar que a importância de construir uma relação de amizade e confiança pode ser a chave para o sucesso. A constante comunicação com cliente vai fornecer essa boa relação.

Compartilhamento de conhecimento e resultados

Mais do que nunca, a internet tem mostrado isso para nós. Nunca esteve tão claro a importância de atingir seu público alvo por meio da informação sobre um determinado assunto, principalmente que você tenha domínio para compartilhar.

Assim, o advogado deve evidenciar os resultados obtidos, as experiências vivenciadas e se mostrar como especialista de determinado assunto. Dessa forma, precisa mostrar aos seus clientes ou possíveis clientes o que o diferencia dos demais profissionais.

Tecnologia na gestão da advocacia

Investir em ferramentas tecnológicas que auxiliam na gestão é primordial nos dias atuais. Tal atitude proporcionará maior controle e segurança no desenvolvimento de suas atividades.

Além disso, essa tecnologia pode auxiliar na administração do tempo e promover melhor qualidade na comunicação com seus clientes. E ainda pode ser meio para compartilhar as informações que o diferencia no mercado.

Continuidade nos estudos

Qualquer profissional se beneficia no acréscimo de conhecimento na sua carreira.

No entanto, conforme mencionamos, o advogado encara um mercado de constante concorrência, onde quem tem mais experiência tem também mais chances de ter um lugar de destaque.

Sendo assim, fazer uma pós-graduação pode ser um diferencial para o advogado que quer um salário mais substancial.

Panorama atual do mercado de trabalho

O mercado de trabalho de quem cursa direito é promissor. Desse modo, o campo de atuação pode ser diverso, trabalhando com funcionário público ou optar por atuar na advocacia.

A carreira jurídica inicia quando o aluno é graduado em direito e geralmente exerce a profissão dentro do serviço público.

Contudo, o ingresso é concorrido e necessita de dedicação aos estudos, além do investimento financeiro e tempo necessário de dedicação para obter o sucesso.

Hoje, concurseiros levam em média dois anos para passar em um bom concurso, como por exemplo, de juiz ou promotor.

Dentre os cargos ofertados no serviço público temos:

  • Defensor Público: seu papel é atuar nas causas de réus que não têm condições financeira para arcar com um advogado;
  • Delegado: exerce papel investigativo, planeja e coordena operações de caráter sigiloso e efetua medidas de segurança;
  • Juiz de Direito: responsável por julgar e tomar decisões sobre diversos casos;
  • Procurador da República: atua na instauração de inquéritos penais, ações públicas, além de controlar a atividade policial.

UTILIZE SUA NOTA DO ENEM PARA ENTRAR EM UM CURSO DA ESTÁCIO!

Leia também: Graduação para concursos: 6 cursos para entrar no serviço público

Lembre-se sempre da também da importância de possuir uma boa base, sustentada e construída por frequentar bons cursos de graduação, como os ofertados pela Estácio. Confira!

E continue acompanhando o nosso blog para mais dicas como essas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui