Você tem interesse em fazer um intercâmbio em alguma outra universidade, mas não sabe como? Saiba que existe uma espécie de acordo entre algumas instituições que se chama mobilidade acadêmica. A grande vantagem de utilizar esse programa é de poder conhecer uma instituição fora do país que você tenha interesse por um curto período, e assim saber como é a experiência de estudar no exterior.

A mobilidade acadêmica pode ser feita também em instituições do Brasil. Para isso, basta respeitar os pré-requisitos e os editais e, no caso de quem quer estudar fora do país, é fundamental ter um passaporte. Essa modalidade de transferência temporária se chama também de intercâmbio estudantil.

Esse tipo de intercâmbio é muito mais que uma viagem, é a oportunidade única de agregar mais conhecimento ao currículo acadêmico. Pois isso traz um amadurecimento ainda maior para a formação profissional. As empresas costumam olhar positivamente para um formando que tenha uma experiência de estudo fora do país. A Estácio oferece programas bem interessantes, vale a pena conferir.

Se você está de olho na mobilidade acadêmica, mas ainda não sabe como funciona muito bem, esse texto será útil. Saiba mais sobre essa interessante experiência estudantil e fique por dentro dos benefícios que ela pode trazer para você.

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE DA ESTÁCIO!

Leia também: 5 benefícios de participar de um intercâmbio em inglês

O que é mobilidade acadêmica?

A mobilidade acadêmica é uma espécie de intercâmbio em que o aluno tem direito a estudar em outra instituição estrangeira ou nacional, desde que seja conveniada com a universidade que você estuda.

O tempo de permanência estudantil varia entre um semestre e um ano. Isso torna-se possível a partir de uma etapa da graduação e o aluno deve retornar a sua universidade de origem para poder se formar.

Portanto, esse é um programa que permite que alunos possam desenvolver seus estudos fora da instituição de origem. Para participar, basta entrar em contato com a coordenação do seu curso e descobrir quais são as instituições conveniadas.

Isso pode variar bastante entre uma instituição e outra. Pois, o Brasil conta com universidades em várias esferas e também privadas.

Vale lembrar que para esse tipo de programa a única coisa que é disponibilizada é a vaga na instituição que o aluno pretende fazer a mobilidade acadêmica. Sendo assim, ele não é financiado por nenhum tipo de bolsa e as despesas como alimentação, moradia, transporte e outras são por conta do estudante.

A mobilidade acadêmica na Estácio

Na Estácio, saiba que também é possível contar com esse programa. O procedimento é bastante simples, mas é preciso respeitar alguns pré-requisitos. Além disso, a instituição conta com uma Assessoria de Cooperação Internacional, que costuma divulgar editais para que os alunos possam concorrer a vagas de intercâmbio estudantil.

O edital é divulgado a cada semestre e isso permite que os alunos fiquem por dentro das ofertas do programa de mobilidade acadêmica na universidade.

Outra questão interessante é que a Estácio conta com a parceria de mais de 15 países. Estados Unidos, Espanha, Inglaterra, Chile, Portugal, França fazem parte dessa parceria, por exemplo.

Portanto, dependendo do idioma que você tem mais proficiência poderá ser um destino em potencial para passar uma temporada e agregar mais valor ao currículo acadêmico. Confira os pré-requisitos a seguir.

Pré-requisitos

Cada edital é relativo e específico, mas de modo geral, é necessário que o aluno esteja devidamente matriculado e com a matrícula ativa (sem trancamento de matrícula ou inadimplente). Deve ter cursado no mínimo 20% e no máximo 80% da carga horária total do curso.

Além dessas questões, as vagas de mobilidade acadêmica é destinada a quem tem um rendimento superior a 7. Portanto, ser um bom aluno acaba sendo uma vantagem para poder usufruir programas que a universidade dispõe. É importante lembrar, que o aluno deve ter até 80% do curso percorrido, pois não é permitida a formatura desse aluno no exterior.

Documentos precisam estar em dia

Para poder participar do intercâmbio estudantil é importante estar com o documentos em dia. Descubra mais:

  • Passaporte: deve estar com validade de no mínimo 6 meses da data de saída do país. Para atualizar esse documento, é preciso comparecer em uma instalação da polícia federal;
  • Histórico escolar: você solicita esse documento na instituição escolar que concluir o ensino médio ou fundamental;
  • Visto estudantil: esse é um tipo de permissão que o o país de destino concede para que possa ficar nele por um tempo determinado. Nesse visto, a pessoa deve informar as intenções da sua viagem, como estudo ou turismo, por exemplo. Para solicitar esse documento, é imprescindível o agendamento de de uma entrevista na embaixada ou consulado do país de destino. Para saber qual é o visto que você deverá solicitar, não deixe de consultar o edital;
  • Seguro de saúde: essa é uma mobilidade de seguro que permite escolher o local de atendimento em caso de alguma eventualidade. Para saber mais, confira como proceder com isso no edital;
  • Certificado de proficiência no idioma do país de destino: essa questão pode variar de acordo com o edital;
  • Declaração do coordenador do curso;
  • Carta de admissão da universidade que você irá fazer a mobilidade acadêmica: esse documento é obtido na coordenação do curso, após ser aprovada a sua vaga no programa de mobilidade acadêmica;
  • Passagem aérea de ida e volta: fique de olho qual é o prazo que você ficará no exterior. Isso você saberá na hora de ocupar a vaga. Portanto, programe datas que sejam mais adequadas à sua permanência.

Portanto, se você tem interesse em participar de programas como esse, saiba que é fundamental se certificar como está a validade dos seus documentos. É fundamental ir antecipando essa parte para não dar problema na hora em que for ocupar a vaga do programa.

Além dessas questões, o aluno deverá apresentar na coordenação do curso o histórico com os créditos das disciplinas cursadas.

Leia também: Conheça 8 vantagens de ser universitário e garanta já sua vaga!

O que é importante fazer antes de embarcar

Como qualquer viagem, é importante saber que exige planejamento. Portanto, não adianta colocar tudo na mala e alçar o pé no mundo. Como o intercâmbio estudantil depende de uma série de fatores, é preciso lidar com a burocracia e antecipar a resolução de alguns problemas.

Para isso, verifique a validade do seu passaporte antes mesmo de se candidatar a uma vaga. Caso não tenha um, providencie e esteja com ele em mãos.

Após a aprovação da vaga, visite a página do site ou o portal na internet da embaixada ou consulado do país de destino. Descubra como funciona o agendamento da entrevista pra solicitar o visto de estudante. Pois, nesses órgãos, você descobrirá informações importantes sobre a sua viagem.

Assessoria exclusiva na Estácio

Visite a Assessoria de Coordenação Internacional da Estácio e preencha o fomulário de mobilidade com os seus dados. Por isso, é fundamental estar com os documentos em dia, pois evita complicações ou atrasos na hora de preencher esse importante documento. Além disso, não deixe de encaminhar a declaração da ciência assinada pelo coordenador do curso à Assessoria de Coordenação Internacional.

Outro passo importantíssimo antes de embarcar é de verificar com a instituição de ensino as orientações sobre acomodação. Isso é importante para você ter ideia da logística que deverá elaborar para poder ter mais tranquilidade na hora de estudar.

É importante também solicitar a Assessoria de Coordenação Internacional a mudança no seu status acadêmico. É importante lembrar também, que durante a sua permanência no programa de mobilidade acadêmica, você estará isento das taxas de mensalidade do curso.

Mas é importante lembrar que o restante das despesas fica por conta do aluno, como passagens, acomodações, alimentação, transporte, entre outros.

Conclusão

E aí? Se interessou pela mobilidade acadêmica? Saiba que esse programa pode ser um complemente o tanto para a sua formação. Para poder estudar no exterior, é fundamental ter um bom desempenho no curso e também fazer um planejamento financeiro.

Ao organizar as finanças, você terá mais tranquilidade para estudar fora do país e evitar alguns apuros. Não deixe também para organizar os documentos para a última hora, pois nada pode ser mais frustrante ser barrado em um projeto por falta de organização.

Portanto, se você fizer tudo conforme o edital, certamente poderá ocupar uma vaga de intercâmbio estudantil e poder aproveitar de uma experiência única fora do país. Conte com a Estácio para tudo isso!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui