Mercado da construção: conheça a faculdade de Engenharia Civil

O que uma casa, um prédio de 80 andares, uma estrada e um túnel têm em comum? A resposta é simples. Para sair do papel, todos eles precisaram de um profissional: o engenheiro civil. Se você curte Matemática, gosta de um bom desafio e quer atuar em uma área com um amplo leque de possibilidades, então você é um candidato para a faculdade de Engenharia Civil.

Essa graduação é a responsável por formar o profissional que planeja, executa e fiscaliza obras de infraestrutura em diferentes áreas. As disciplinas da faculdade de Engenharia Civil incluem temas como Hidráulica, Eletricidade, Fundações e Topografia. Mas, afinal, qual o papel do engenheiro em uma obra? Neste post, você irá saber quais as funções que esse profissional poderá desempenhar, qual a sua média salarial e como está o mercado de trabalho para os engenheiros civis.

Como é a faculdade de Engenharia Civil e quais as áreas de atuação do profissional formado nesse curso

É muito provável que alguma vez na vida você tenha que contratar um engenheiro civil. Seja para construir uma casa ou fazer uma reforma estrutural, ele será o responsável pela obra e irá verificar riscos, a viabilidade técnica e as melhores soluções para o seu projeto. Todavia, as oportunidades para esses profissionais são amplas e não ficam restritas ao âmbito da construção civil.

Confira algumas áreas onde podem atuar os profissionais que se formam da faculdade de Engenharia Civil:

1. Construção civil

Essa é uma das áreas de atuação mais conhecidas para esses profissionais. O engenheiro civil pode fazer o estudo, o projeto, a fiscalização e a construção de casas, edifícios e obras complementares.

2. Materiais

Nesse campo profissional, o engenheiro civil trabalha em indústrias de materiais, como as especializadas em concreto e em pré-moldado. Nessas empresas, ele estudará as características dos produtos e novas tecnologias que podem ser aplicadas nos materiais.

3. Saneamento

Quando atua nesse segmento, o engenheiro civil elabora projetos de obras de saneamento, como os que envolvem a captação e o abastecimento de água, projetos de drenagem e de gestão de resíduos.

4. Transporte

Nesse segmento, o engenheiro civil atua como o responsável pela elaboração, pela execução e pela fiscalização de obras de estradas, portos, ferrovias e aeroportos.

5. Cálculo estrutural

Quando atua nessa área, o engenheiro civil é responsável pelos cálculos e pelas planilhas que avaliam a resistência de materiais e das estruturas utilizadas em uma obra. Ele avalia, entre outras estruturas, as metálicas, de concreto e as feitas com argamassa.

6. Geotecnia

Nesse caso, o engenheiro civil atua focado na Ciência dos Solos e das Rochas. Com esses conhecimentos, ele definirá as camadas da base em que será desenvolvido o projeto. Entre outras funções, o engenheiro civil estabelecerá como será feita a fundação, a perfuração do solo e a planificação do terreno.

Qual a diferença entre o trabalho do mestre de obras, do arquiteto, do engenheiro civil e do pedreiro?

Ao construir uma casa, é muito comum que um leigo tenha dúvidas sobre qual profissional contratar para cada serviço. Muitas vezes não sabemos se precisamos de um arquiteto, de um engenheiro civil, de um mestre de obras ou de um pedreiro.

Então vamos ver a diferença dessas funções, que são complementares em um projeto:

– Arquiteto

De forma resumida, o arquiteto é quem elabora a planta da edificação, estabelecendo a distribuição dos espaços e as dimensões que eles terão. Para fazer isso, ele ficará atento à funcionalidade e à estética dos ambientes. É o arquiteto quem define quais materiais serão utilizados, assim como os acabamentos e os métodos de construção.

– Engenheiro civil

Cuida da parte da estrutura do projeto e da sua execução. Para isso, ele vai analisar o terreno, definir a fundação que será feita, assim como as instalações elétricas e hidráulicas. Por ter essa função, ele é o responsável pela qualidade e pela segurança da obra.

– Mestre de obras

Profissional que comanda os trabalhos no canteiro de obras para executar o projeto que foi elaborado pelos arquitetos e engenheiros. Ele é a pessoa que irá supervisionar os pedreiros e os assistentes.

– Pedreiro

É um trabalhador que executa diferentes funções dentro de uma obra. Entre outros trabalhos, ele é o responsável pelo reboco e pela concretagem de pisos e lajes, por exemplo.

Mercado de trabalho para quem se forma na faculdade de Engenharia Civil

O engenheiro civil é um profissional que costuma ganhar bons salários e ter oportunidades de trabalho em empresas públicas, privadas, consultorias e indústrias. Além dessas oportunidades de atuação, o engenheiro civil ainda pode trabalhar em projetos particulares.

Segundo a Catho, empresa de classificados de empregos, o salário médio de um engenheiro civil é de R$ 7,3 mil no Brasil. Mas é claro que esse valor pode ser menor ou maior, dependendo do porte da empresa, do tempo de experiência do profissional e da área de atuação que ele escolheu.

O setor de construção civil ainda é um dos principais ramos de atuação para um engenheiro civil. A boa notícia para quem deseja atuar nesse segmento é que, após anos de recessão no País, o setor da construção civil voltou a crescer.

Dados do Ministério do Trabalho e Emprego revelam que foram gerados 5 mil empregos formais no setor em 2018, depois de quatro anos de saldos negativos no Brasil. E a expectativa é que a retomada da construção civil seja ainda mais consistente nos próximos anos.

De acordo com o Confea (Conselho Federal de Engenharia e Agronomia), em março de 2019 existiam 318.382 engenheiros civis ativos cadastrados no sistema da entidade. Para diferenciar-se no mercado e buscar ganhos maiores na profissão, o indicado é que o profissional dessa área opte por uma formação contínua através de cursos de especialização e de capacitação.

O que é necessário para começar a trabalhar como engenheiro civil?

Além de ter feito uma faculdade de Engenharia Civil, quando se adquire o título de bacharel, o profissional precisa de registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). Essa entidade é quem regulamenta a atuação dos engenheiros no Brasil. Tendo esse registro ativo, o profissional pode desenvolver legalmente a atividade de engenheiro civil.

Conheça disciplinas que fazem parte da faculdade de Engenharia Civil

A grade curricular da faculdade de Engenharia Civil é focada na interdisciplinaridade. Durante os cinco anos do curso de bacharelado da Estácio, o acadêmico tem aulas nas áreas ambiental, de tecnologia e de gestão de projetos.

Confira algumas das disciplinas ministradas na faculdade de Engenharia Civil da Estácio:

  • Análise Matemática para Engenharia;
  • Estradas;
  • Canteiros de Obras;
  • Fundações;
  • Mobilidade e Sistemas de Transportes;
  • Obras Hidráulicas;
  • Teoria das Estruturas;
  • Estruturas de Concreto;
  • Hidrologia;
  • Sistemas Prediais;
  • Tecnologia da Construção;
  • Bases Físicas para Engenharia;
  • Engenharia Sustentável;
  • Informática para Engenharia;
  • Química dos Materiais.

Como deve ser o perfil de quem quer atuar nessa área

Gostar de fazer cálculos é um dos requisitos para quem quer ser um engenheiro civil. No entanto, além das planilhas e de gostar de Matemática, o profissional irá usar conceitos de Física para avaliar a resistência das estrutura e dos materiais utilizados nas obras.

Também é importante saber trabalhar em equipe, afinal, o engenheiro civil irá atuar em conjunto com mestre de obras, pedreiros e clientes. Capacidade de buscar soluções rápidas e criativas também é uma característica essencial para quem vai lidar com os desafios apresentados no canteiro de obras.

Como entrar na faculdade de Engenharia Civil?

Agora que você já sabe o que esperar da faculdade de Engenharia Civil e quais são as possibilidades de atuação de um engenheiro civil, está interessado em encarar o desafio dessa formação? Então mãos à obra! A Estácio tem duas formas de processo seletivo para quem está entrando em um curso superior: o Vestibular Estácio e a nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

A Estácio conta ainda com parcelamento facilitado das mensalidades, o PAR, programa com juro zero e que não tem a necessidade de fiador. Além disso, a faculdade oferece diversas oportunidades de bolsas de estudo.

Procure a unidade mais próxima de você e verifique as opções oferecidas. Aproveite a visita ao campus e confira como é o curso de Engenharia Civil, conheça os laboratórios relacionados a ele e toda a infraestrutura da faculdade.

Se você quer saber quais profissões estão em alta, como se dar bem no mercado de trabalho e tudo sobre os cursos da Estácio, acompanhe o nosso blog. Até o próximo conteúdo!

 

One response to “Mercado da construção: conheça a faculdade de Engenharia Civil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *