Se você sonha em um dia suas coleções de roupas estarem nas grandes passarelas do mundo, o primeiro passo é fazer faculdade de Design de Moda. A Estácio oferece uma graduação específica nessa área voltada a quem quer apostar nesse mercado promissor. Neste post, vamos dar mais detalhes sobre o curso e também as oportunidades.

Em resumo, a moda existe desde o século XV, então não é novidade a necessidade que as pessoas têm de produzir roupas que tenham a ver com a sua identidade. Isso porque antes todos se vestiam do mesmo jeito. Sobretudo com a criação das máquinas de costura e e popularização dos valores dos tecidos na Revolução Industrial, estar na moda deixou de ser exclusividade da alta burguesia.

Tudo sobre como aconteceu essa evolução na história e muito mais sobre esse assunto você aprende na faculdade de Design de Moda da Estácio. Se você quer mudar para Estácio, confira as condições especiais.

Então, conheça mais sobre o curso, as disciplinas que o compõe e o mercado de trabalho dessa área tão criativa.

MATRICULE-SE EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO DE QUALIDADE PELA ESTÁCIO

Leia também: Odontologia estética: o sorriso bonito está na moda

Faculdade de Design de Moda da Estácio

A Estácio tem um curso de tecnologia em Design de Moda. Ele tem duração de dois anos e meio e está disponível na modalidade presencial.

Durante o curso, o estudante terá contato com disciplinas de criatividade e moda, gestão empresarial, modelagem e novas tecnologias e moulage.

A grade curricular da faculdade de Design de Moda da Estácio desenvolve o profissional que identifica problemas e apresenta soluções estratégicas para o segmento. Além disso, cria projetos de moda, entre outras habilidades. Cada campus que oferece o curso conta com laboratório para atividades práticas.

É necessário fazer estágio curricular para conseguir o diploma de formado.

Grade curricular

  • Desenho de Observação;
  • Draping;
  • Língua Portuguesa;
  • Visagismo e Estilismo;
  • Mercado Cultural, Formatos de Captação e Parcerias;
  • Metodologias de Projeto em Design;
  • Modelagem Plana;
  • Representação Gráfica Digital para Design;
  • Ecodesign, Sustentabilidade e Inovação;
  • História da Arte e Indumentária;
  • Processos Têxteis e Padronagens;
  • Técnica de Representação do Vestuário;
  • História da Moda;
  • Oficina de Confecção do Vestuário;
  • Pesquisa e Planejamento de Coleção;
  • Produção de Moda;
  • Desenvolvimento de Coleção;
  • Design, Sociedade e Cultura;
  • Modelagem Digital em Moda;
  • Tópicos em Libras: Surdez e Inclusão;
  • Visual Merchandising.

Perfil do estudante da Faculdade de Design de Moda

Criatividade seria, em primeiro lugar, a palavra para o perfil do profissional que quer trabalhar com Design de Moda. Principalmente se for seguir a carreira na criação, ilustração ou outras que envolvam ser criativo.

No mais, precisa estar sempre atento às novidades, estudar bastante sobre tendências e, se puder e tiver condições, viajar muito fazendo pesquisas em outros países. Ter paixão pelo que faz, visão e sensibilidade também são características muito desejáveis.

Principalmente, precisa saber trabalhar em equipe. Um profissional da moda nunca trabalha sozinho. Seja com seus parceiros ou com os clientes, é preciso muita empatia e paciência para lidar com as características de cada um.

Habilidades de gestão também estão em alta como perfil desse profissional. Isso porque muitos profissionais são contratados para lidar com produção de desfiles e demais eventos ligados à moda. Também na criação de coleções e produção de peças.

Mercado de trabalho

Quem faz a faculdade de Design de Moda pode trabalhar não apenas na indústria de confecção de vestuários, como também em ateliês, oficinas de costura e na criação.

Algumas das funções que esse profissional pode exercer:

  • Ateliês: o designer de moda que trabalha em ateliês pode participar de todo o processo de produção de roupas e acessórios. Desde o desenho até o acabamento do produto;
  • Compras: o profissional que trabalha com compras define as peças e coleções que serão compradas para as grandes lojas, como as de departamentos, por exemplo;
  • Consultoria: o consultor em moda pode tanto prestar consultoria para empresas como atuar como personal stylist. Esse último trabalha auxiliando seus clientes a combinarem roupas e estilos adequados às suas necessidades;
  • Coordenação: o profissional de moda pode trabalhar coordenando equipes de trabalho, definindo cores e modelos para a marca;
  • Design: o designer ou, também chamado, estilista, cria roupas, bijuterias, bolsas e calçados. Também pode desenhar estampas ou criar padrões de tecidos exclusivos;
  • Fotografia: quem trabalha nessa área, coordena os fotógrafos nos ensaios fotográficos tanto para revistas, quanto para anúncios ou exposições;
  • Indústria Têxtil: o designer de moda que trabalha na indústria também pode atuar em diversas áreas, desde a identificação de matérias-primas, a criação de estampa, quanto acompanhar a própria fabricação e distribuição do que foi produzido;
  • Modelagem: o modelista faz os protótipos das roupas. O molde dessas roupas pode vir de algo que ele mesmo tenha desenhado ou o desenho pode vir pronto. Quem faz a modelagem produz a primeira peça daquele desenho;
  • Pesquisa: o designer que atua em pesquisas pode desenvolver estudos sobre diversos assuntos como por exemplo, tendências de moda;
  • Produção: quem atua em produção de moda, trabalha diretamente com a exibição de produtos. Organiza desfiles, campanhas publicitárias e criação de conteúdo para revistas.

Outras atribuições para quem faz Faculdade de Design de Moda

Com a ascensão da internet, uma boa alternativa para profissionais da moda é investir na carreira de blogueiros ou youtubers. Principalmente pelo fato de que todos estão na internet e não há lugar mais democrático e fácil de expor seu trabalho e seu conhecimento sobre o mundo da moda.

Na área do entretenimento você também pode achar espaço. Como figurinista de teatro ou cinema. E uma área que está muito em evidência, que vamos falar um pouco a mais: a moda sustentável:

Moda Sustentável

Um mercado na área do design de moda que está em alta é o setor de moda sustentável. Principalmente porque conciliam desenho com responsabilidade ambiental e social.

Hoje, a preocupação com o meio ambiente é muito grande. Dessa maneira, o profissional formado na faculdade de Design de Moda pode trabalhar para grandes indústrias do vestuário ou empresas do varejo que estejam interessadas em melhorar sua imagem. Isso porque, muitas vezes essas mesmas empresas tem sua reputação abalada por diversas práticas nocivas como pagar pouco para usas costureiras.

A indústria da moda é conhecidamente uma das indústrias mais poluentes de todas, tanto durante a fabricação quanto no descarte de produtos prontos. Principalmente pelo fato de que, quando uma moda nova surge, muitas vezes as roupas antigas são descartadas.

A moda sustentável tem preocupação com todas as etapas de produção. Isso quer dizer que se importa com a geração de poluentes na fabricação dos tecidos e com a redução de retirada de matérias-primas da natureza.

Trabalhar com moda sustentável é um desafio para os profissionais da área. Certamente porque a fabricação de roupas é um grande incentivo ao consumo. Pensar em moda sustentável é também pensar em consumo sustentável, já que a sociedade também precisa pensar no meio ambiente.

Existe também uma série de coletivos de moda sustentável onde o profissional que quer atuar nessa área pode achar espaço.

Leia também: Como ajudar na curadoria de conteúdo durante a faculdade

Salário

Segundo o site salario.com.br, um tecnólogo em Design de Moda ganha em média R$ 3.387,65 no mercado de trabalho brasileiro. Isso de acordo com dados oficiais do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o CAGED, eSocial e Empregador Web.

A faixa salarial fica entre R$ 2.500 e o teto salarial de R$ 7.577,40, levando em conta acordos, convenções coletivas e dissídios.

A cidade que tem os melhores salários para esses profissionais é o Rio de Janeiro, com um teto salarial de R$ 6.307,50, seguido de São Paulo com R$ 5.756,31 e Blumenau, em Santa Catarina com R$ 5.752,20.

As cidades do Rio de Janeiro e São Paulo já são conhecidas por serem polos de contratação desses profissionais, principalmente por estarem entre os 25 maiores centros de moda do mundo.

O tipo de empresa que melhor paga os profissionais que fazem faculdade de Design de Moda, é a de serviços combinados de escritório e apoio administrativo com um teto salarial de R$ 6.618,41, seguido da fabricação de calçados de couro, com teto de R$ 6.556,80 e do comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios, com R$ 6.401,06.

A faculdade de Design de Moda faz o seu estilo?

Não perca tempo e garanta já o seu diploma com a qualidade da Estácio, uma das instituições de ensino privado mais respeitadas do Brasil.

Acompanhe mais informações sobre cursos, bolsas, mercado de trabalho e dicas no blog da Estácio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui